quinta-feira, 7 de março de 2013

Anormalidade Padrão

 Uma das coisas que menos gosto na psicanálise/psicologia é que seus adeptos colocam a vida em uma tabela e tudo que esta fora da tabela é uma “anormalidade”.





  Na Filosofia Matemática a estatistifica é um ponto de referência não uma lei a ser seguida dogmaticamente.
  Nos textos onde discorro sobre “Tons de Espíritos” fica bem claro que estar fora de um padrão de comportamento não pode ser considerado uma anormalidade tem mais a ver com a “natureza” diversificada do espirito.
  Mas não vou falar sobre a anormalidade fora da “tabela” isto seria muito simples, vou para onde nenhum homem jamais esteve:
  Ser considerado anormal estando dentro da tabela, dentro das estatísticas!



  Li uma matéria onde a qualidade do relacionamento é medida pela qualidade do beijo, todos já devem ter lido sobre isso.

  Pela “tabela” se o casal não se beija ardorosamente é porque o relacionamento vai mal.


  A tabela “me pressiona” a beijar ardorosamente minha esposa.
  Oras, eu quero que meu relacionamento esteja bem, ele me parece bem, mas já não tenho vontade de beijar minha parceira ardorosamente então a psiquiatria me diz que meu relacionamento esta “fora da tabela”, ele não esta tão bem e precisa ser tratado então sou PRESSIONADO a beijar minha parceira ardorosamente mesmo que não sinta esta vontade.
  Tenho que beijar minha esposa sempre como se fosse a primeira vez e se eu não fizer isto não importa que tudo mais me pareça bem, na “realidade psiquiátrica” estamos caminhando para o fim, devemos nos tratar ou ficar desesperados.

  Como conciliar esta realidade psiquiátrica com a realidade matemática que primeira vez só existe uma?

  Calma, ainda não chegamos no pensamento mais profundo, medite sobre isto:
  Depois que as pessoas começam uma atividade sexual mais intensa o beijo perde muito da sua importância, isto é estatístico, a tabela, o padrão, a pesquisa [como preferirem] aponta que é normal que o beijo se torne um carinho secundário diante da consumação do ato sexual.
  Pense bem, a Megan Fox quer sair com você, mas ela só pode ir a um lugar, motel ou cinema qual passeio você acha mais interessante?
  Ora, se pela tabela estatística é normal que o beijo na grande maioria dos casais esfrie com o passar do tempo então este é o PADRÃO.
  Fora do padrão é que o beijo não esfrie no decorrer da relação.
  [acompanhou o pensamento?]



  Logo, uma boa pergunta é:

  Porque se o beijo esfria na minha relação isto é um mal a ser tratado?

  Senhoras e senhores sejam mal vindos ao estranho mundo da Psicologia onde somos considerados “doentes” mesmo estando dentro do previsível, dentro do “esperado”.

A PRESSÃO DE SE SENTIR ANORMAL DENTRO DO PADRÃO!!!!





anterior                       <>                                próximo