sábado, 2 de março de 2013

Caráter X Poder

  “Se a pessoa é nobre quando pobre e passa a ser “superficial” quando consegue algum dinheiro ... podemos deduzir que ela sempre foi superficial o poder apenas revelou seu verdadeiro caráter.”
[William Robson]


▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
👨 “Vejo mais garra, mais vontade, mais honestidade, mais dignidade, mais autenticidade, nos pobres, lutam pelo que realmente tem valor que é o instinto de sobrevivência, não obstante, os que chegam no poder, em geral, perdem esses importantes valores, corrompendo-se por causa de coisas.”
[E-mail]
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

  O “instinto de sobrevivência” é o que realmente tem valor!?
  Não entendo pessoas que cultuam o sofrimento.
  Adoram uma luta mesmo por coisas cujo valor é altamente questionável.
  Lutar por um prato de comida é nobre ter fartura o que seria? Futilidade!?
   Ir buscar água em um lago distante é nobre, ter água encanada em casa é fruto da preguiça humana…​​
[Estou exagerando para entenderem o X da questão]

  Selecionei este trecho de um texto entre outros que recebi porque ele tem uma brecha interessante, sempre que escrevo mostrando que a pobreza não é tão “bela” e nem a riqueza tão “feia” os ânimos ficam exaltados.

  Se a pessoa é “nobre” quando pobre e passa a ser “superficial” quando consegue algum dinheiro então podemos deduzir que ela sempre foi superficial o “poder” apenas revelou seu verdadeiro caráter.

  Conheço gente endinheirada que são pessoas boas, o poder/riqueza revelou o caráter, gostei do que vi.


  Porque pessoas de bom caráter não podem ter muito conforto (boa qualidade de vida) !?   

  O conforto aqui na Terrasó é permitido a pessoas de má índole!?

  O indivíduo honesto, trabalhador, ajuizado ... tem que dividir tudo com outros e “sobreviver” apenas com o mais básico submetendo a própria família a uma vida de penúria!?

  









anterior                       <>                                próximo