sábado, 16 de março de 2013

Drama Grego


  “O Sr. já pensou que uma criança pobre, além de sofrer com o drama da pobreza, da desnutrição, da falta de recursos, da insegurança, da incerteza em relação ao futuro- algum dia- depois de superar suas condições iniciais precárias, e mesmo estando numa situação melhor, irá padecer de limitações mentais, de inteligência e de saúde, pelo mal que sofreu quando era uma criança- ainda por cima, poderá ser essa pessoa discriminada por alguns que souberem do seu passado, da sua procedência, e de tudo o mais. 
  Como se já não tivesse bastado a dor anterior, e como se de vítima que foi, se transformasse em réu do próprio destino. [Nihil]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Vamos convidar um de nossos queridos mortos para este debate e ele pode jogar no seu time para tornarmos a coisa mais interessante.

 “Deus não joga dados.” Disse em uma fase de sua vida Einstein.

  Já disse aqui que meu pai foi alcoólatra, eu não sou alcoólatra [por enquanto...HAHAHAHAHAHA!].
  Eu poderia ser uma exceção, mas tenho mais 3 irmãs e um irmão que também não são alcoólatras, minhas irmãs são crentinhas fanáticas [elas irão "adorar" isso]
  Então esta tragédia grega desenhada por você não ocorre obrigatoriamente.
  Eu tenho um bom padrão de vida e quando as pessoas ficam sabendo da minha infância muito pobre nem pensam em me discriminar por conta disso, ficam até mais condescendentes com minha chatice, acham que é “trauma” do passado, de repente eu não posso ser naturalmente chato, mas isto fica para outro dia.

  O pensamento 3D é feito de vários planos onde um não anula o outro como acontece no pensamento linear.

  Você olha apenas para uma linha de raciocínio que acomoda sua “crença” e ignora todos os infinitos planos e possibilidades a sua volta.
  Uma infância pobre torna mais provável uma vida adulta pobre, mas NÃO DETERMINA.
  Eu digo ao amigo Einstein que não acredito em um Deus que possa tudo, mas se ele existe com certeza pode muito inclusive jogar dados…

anterior                       <>                                próximo

Postar um comentário