sábado, 9 de março de 2013

Gandhi vs William

  “Um homem não pode fazer o certo numa área da vida enquanto está ocupado em fazer o errado em outra.
  A vida é um todo indivisível.”
[Mahatma Gandhi]

  Quando li biografias de alguns grandes nomes da humanidade descobri que ninguém é 100% santo nem 100% demônio.
  A vida é um todo, mas com infinitas facetas, infinitas “divisibilidades”.

  

  Constantemente vemos estupradores terríveis que são pais respeitáveis, cuidam bem de suas famílias.
  Vemos políticos que desviam verbas prejudicando milhares de pessoas, mas que com seus apaniguados são muito generosos.

  Temos também o reverso da moeda.
  Homens que são muito cordiais fora de casa enquanto no lar são verdadeiros monstros atormentando a vida da esposa e filhos.

  Em se tratando de personagens históricos há uma certa “blindagem” (para o bem ou para o mal) em suas biografias.
  Celulares, câmeras, liberdade de imprensa ... não existem desde de sempre em todos os lugares.

  Gandhi é historicamente tratado como um “santo”, qualquer malfeito dele de certo foi deletado de sua história, mesmo assim encontramos certas incongruências...

  “Biógrafo de Gandhi diz que líder indiano dormia com jovens nuas para provar sua própria castidade.”

  Michael Jackson foi processado por esse tipo de “castidade”. 


  Biografia de Gandhi escandalizou indianos e foi proibida na Índia.

  Em cartas, Gandhi escreve que o arquiteto prussianos Kallenbach “tinha tomado conta de seu corpo” e o faz prometer que jamais “olhará para qualquer mulher com intenções impuras”.
  A obra diz que Gandhi e Kallenbach moraram juntos por dois anos em uma casa na África do Sul e que se comprometeram a “dar um ao outro, um amor como o mundo jamais vira”, segundo trechos de correspondência trocada entre os amantes.
  A convivência íntima chegaria ao fim em 1914, quando Gandhi parte para Índia e Kallenbach não pode acompanhá-lo devido à primeira guerra mundial.
  Eles permaneceriam em contato através de uma intensa troca de correspondências que duraria muitos anos.
  Em um outro trecho, o alemão, que se casara e tivera quatro filhos, reclama da esposa, “a mulher mais venenosa que já conhecera”.
  Em uma outra passagem, o autor sugere que Gandhi trocava “carícias noturnas” com adolescentes que viviam em sua comunidade.     
  Quando esteve preso na África do Sul, ao lado de muitos negros, o líder indiano teria escrito que a população negra “não era civilizada”.
  A biografia narra a luta política de Gandhi e reserva uma pequena parte de suas 448 páginas à vida íntima do líder, mas é só este tema que vem sendo amplamente destacado na mídia mundial.
  Provocativo, o autor desce a detalhes, como contar que Gandhi mantinha apenas um retrato na cabeceira de sua cama: e era do seu companheiro alemão.
  “Meu livro é sobre a luta de Gandhi por justiça social, não sobre sua sexualidade.
  Mas ele foi um homem complicado e para conhecê-lo em sua plenitude é preciso abordar este delicado tema”.


  Com tanto poder político é difícil acreditar que Gandhi foi 100% integro é mais fácil deduzir que o que não era bom foi deletado de sua história.
 
  Ser bissexual transforma Gandhi em um monstro?
  Claro que não.
  Mas pra cultura indiana daquela época o homossexualismo era algo muito errado, Gandhi de certo seria execrado.
  Pregar a castidade enquanto dividia a cama com jovens nuas “sem toca-las” ...
  Seria mais crível ele simplesmente não dormir na mesma cama com mulheres (ou homens).
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  O que é uma pessoa?

   Tudo que ela faz de bom ou tudo que ela faz de mau?

   A pessoa é esse todo, seus acertos e erros.

 “Pessoa é uma palavra com origem no latim persona e que indica um ser ou criatura humana, um homem ou mulher, enquanto ser moral.
  Uma pessoa é um ser consciente, com arbítrio próprio e, por isso, partindo do princípio que apresenta plena capacidade mental, é responsável pelos seus atos.”

   Gandhi está enganado, um indivíduo pode ser muito certo em alguma coisa ao mesmo tempo que é muito errado em outra.

  Uma esposa muito boa pode trair o marido com seu melhor amigo.
  Um bom padre pode não resistir à tentação do sexo e procurar uma prostituta.
  Um pastor que atrai muitos fiéis pode não resistir à tentação do dinheiro fácil.

   De médico e monstro todo mundo tem um pouco, com inteligência exaltemos o médico e mantenhamos sob controle o monstro…

  


 

Nota: Certa vez quando escrevi sobre isto recebi um e-mail elogiando o texto, dizendo que só Jesus passou por esta terra sem nenhuma macula.
  Sabemos que não é bem assim.
  A bíblia não fala nada de Jesus da adolescência até seus 30 anos.
  A última citação é quando ele tinha uns 12 anos e empolgava pessoas com sua capacidade discursiva.
  Uma pessoa dotada de tanta sabedoria que não fez nada de significativo em 30 anos de vida!?
  O que será que a Bíblia pretendeu esconder de nós?







anterior                       <>                                próximo