segunda-feira, 1 de abril de 2013

Êxtase e Desconexão

“Não conseguir a desconexão é uma maldição, na maioria das vezes me passa despercebido como um cego que se acostuma com a ausência de luz, mas quando eu olho para aqueles jovens tão desconectados e alegres percebo o peso da minha natureza.”
  [Texto Desconexão da Realidade]

________________________
 👩 “Você (William) alcança o êxtase filosofando.
    Toda manhã, eu me “embriago” vendo os miosótis azuis que plantei num canteiro.”
 [Nihil]
________________________

  

  
  Entendo. 
  A "letra" (a compreensão do texto) tem seus labirintos. 
  Quando me refiro a realidade relaciono com uma seqüência lógica ou observável dos eventos.
  Claro que escrever/filosofar me deixa em êxtase por vezes, mas NÃO me desconecta da realidade, até pelo contrario, a torna mais nua e crua.

  Uma pessoa alcoolizada pode se achar em plenas condições de dirigir, esta em êxtase e desconectada da realidade.

  Alguém que ganha pouco acha que vai melhorar seu padrão de vida dando 10% a igreja, como se "religião" fosse um investimento, ela fica em êxtase no momento da oferta e desconectada da realidade.

  O individuo acompanha assiduamente seu time de futebol como se a vitória daquela equipe fosse algo "importantíssimo" em sua vida.
  Êxtase + desconexão da realidade.
  A não ser que ele tenha apostado alguma coisa ... a "Ponte Preta" ganhar ou perder não muda nada em sua vida, o máximo que vai ocorrer é poder zoar ou ser zoado por algum colega.

  Ficar inebriado com a beleza de uma flor não é ilógico, elas realmente são estruturas bonitas, belos fractais
  (de acordo com o gosto de cada um)




  Tem "vícios" (obsessões) para todos os gostos,de certo há pessoas viciadas em plantas/flores, mas em geral observar flores não é algo que nos desconecte da realidade.
  
  Espero ter sido mais claro.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Publiquei essa resposta dada a Nihil, pois muitos podem ter caminhado por esta brecha, é fácil se perder no labirinto das letras.

 Como cantava Milton:

“Certas canções que ouço
  Cabem tão dentro de mim
  Que perguntar carece
  Como não fui eu que fiz"

  O mesmo serve para textos.
  Na dúvida, pergunte.





.