quarta-feira, 3 de abril de 2013

Sobre o Mal


  “Homens maus fazem o que os bons só fantasiam.”  [Gavin Ewart]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Hoje em dia a liberalidade é tanta que ouvimos andando no supermercado, na Internet, TV ou uma fila qualquer coisas que nem o padre ouvia no confessionário.
  Eu não sei se as pessoas estão tão absortas em suas conversas que nem percebem quem esta do lado ou que por quem esta do lado ser um completo estranho elas nem liguem se a pessoa esta ouvindo ou não.
  Em uma destas situações passei momentaneamente por 4 moças que conversavam sobre fantasias sexuais e uma delas disse em um cochicho audível que sonhava em transar com dois homens ao mesmo tempo, mas que jamais faria isto.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
   Uma outra em pleno refeitório da empresa disse que colocou o marido para fora quando descobriu que ele tinha uma amante, o marido se casou [ou foi morar junto] com a amante.

  Sabendo do horário de trabalho da ex-amante, a ex-esposa ia a nova casa do marido e transava com ele, pagando na “mesma moeda” a sacanagem da outra mulher.
  Eu no meu canto fiquei imaginando o “sofrimento” daquele pobre homem…HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!

  É senhoras e senhores, o mal geralmente é inconseqüente, ilógico, divertido quando acontece na vida dos outros.

  Quem não se diverte com as vídeo cassetadas?

  A moça da fantasia não teria muitas dificuldade para realizar a sua [se já não havia realizado, esta já seria uma outra brecha] é difícil explicar porque exatamente ela se sentiria mal com isto.
  Talvez ela se sentisse usada, mas como? Se a fantasia é dela e o prazer é dela não seria ela que estaria usando dois homens????
  E o que dizer do triângulo amoroso? 
  As duas mulheres não se importavam em dividir o mesmo homem só não queriam ficar no papel de traída!?
  O mal nos leva a essa desconexão da realidade, a lógica some no horizonte dos eventos, coisas simples são transformadas em jóias raras e o que teria mais valor fica relegado a um segundo ou terceiro plano.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Vejam essas pessoas que gastam milhões em uma pedra de diamante que não tem nenhuma diferença de um vidro bem lapidado há uns 2 metros de distancia.
  O grande valor do diamante esta na sua dureza que nos é útil em inúmeras atividades, francamente se é só pelo brilho prefiro uma luz de néon ou as estrelas do céu...que sensível…HAHAHAHAHAHAHAHAH!   


anterior                       <>                                próximo

Postar um comentário