sexta-feira, 31 de maio de 2013

Sobre Sinceridade

  “Inclusive, os ateus jovens são mais difíceis de educar- já que a comunicação a ser usada com eles é diferente daquela que a maioria dos cidadãos consegue usar.” [Nihil]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
ARQUIVO 29/JAN/2011

  Eu não entendo muito bem porque a “educação” tem que ser este pisar em ovos.
  Então um espiritualista tem que se encher de cuidados para falar com um jovem ateu ou acontece o que!? 
  Eu falo aqui do relacionamento com minhas filhas para não ficar falando em subjetividades alienantes, eu acredito no que penso então PRATICO.
  Mais uma vez precisaremos da teoria dos “diferentes tipos de espíritos”. 
  Minhas filhas gostam de piscina e tenho certeza que elas adorariam que eu brincasse na piscina com elas, só que tem um detalhe, eu não gosto de piscina.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Nunca pisei em ovos para falar a maioria das coisas com minhas filhas. Elas são pessoas que gostam de piscina e eu as aceito assim, elas sabem que eu não gosto de piscina e me aceitam assim.
  Se eu ficasse com MEDO de falar para minhas filhas sobre meu sentimento, teria que me obrigar a entrar na piscina e seria um sofrimento desnecessário. 
  Poderia também inventar uma desculpa em todas as ocasiões e ser um mentiroso.

  Se minha filha se declarasse atéia eu me declararia espiritualista para ela…simples assim.

  Diante de minha filha quero ser eu mesmo, diante de mim, quero que minha filha seja ela mesma, as necessárias “mascaras” deixemos para o mundo lá fora.
  Sei que a sinceridade não deve ser exposta a ferro e fogo nem entre eu e minha filha, uma sinceridade plena inviabiliza um bom convívio social, mas temos exagerado demais em não sermos sinceros, estamos sempre pisando em ovos para falar com o próximo.
  Eu aplico a sinceridade em minha vida o máximo que posso, sabe de uma coisa? 
  As pessoas acabam se acostumando e quando querem uma opinião sincera me procuram.
  Um dia desses meu irmão me pediu para analisar um filme do qual ele tinha gostado muito, eu não gostei do filme e fui direto e franco em minha analise.
   Meu irmão não ficou chateado comigo, ele queria uma analise séria e foi o que teve, ele sabe que eu sou SINCERO, já me aceitou assim.
  O que já magoou meu irmão foi a falsidade, a hipocrisia, assim como já aconteceu com a maioria de nós.
  Não baseio a educação das minhas filhas em pisar em ovos, mas na sinceridade, na argumentação lógica.
  Quando alcanço um certo nível de amizade com uma pessoa já a alerto:
  “Tome cuidado com o que vai perguntar, pois não terei cuidado com o que vou responder, vou simplesmente ser sincero e lógico.”


anterior                       <>                                próximo



quinta-feira, 30 de maio de 2013

Sobre o Medo

  “O objetivo deste texto não é falar sobre o amor, nem sobre o prazer, mas sobre até que ponto devemos sentir MEDO.” [Amor Retribuido]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Antes de prosseguir relembrem o conceito de Yin/Yang, fujam do lugar comum de bem/mal, concentrem-se na “diferença de potencial” que provoca o MOVIMENTO.

  Ter medo da relação sexual é mau, mas ter medo da relação sexual sem preservativo é bom.

Ter medo de perder a pessoa amada é bom, mas sufoca-la com o ciúme é mau.

Ter medo da responsabilidade que é uma criança é bom, não assumir esta responsabilidade é mau.

  Devemos buscar um equilíbrio. 
  Evitar a obtenção do prazer por ficarmos paralisados pelo medo é mau, mas nos entregarmos ao prazer também é catastrófico.

  Viver bem é ter sucesso neste equilíbrio entre o medo/prazer.
==============================
  Exemplifiquemos: Você gosta de Bingo, mas teme perder todo seu dinheiro, ora, reserve parte de seus rendimentos para este prazer, o tempo gasto em prazer não é perdido.
  Separe 10% do seu salário não para o jogo, mas para o seu PRAZER, se o seu prazer é o jogo então JOGUE!
  Se não consegue se impor limite para o jogo então esta sendo tragado pelo vicio, PARE DE JOGAR!

  Se você é um “escolhido” siga ou não siga seus instintos tudo ficará bem, mas se você é criatura não deixe que o instinto comande sua vida, tome muito cuidado com a paralisia do medo ou a “tentação” do prazer, sim, o objetivo é NÃO SOFRER.
  Agora, se você cultua o sofrimento esqueça estas tolices, esqueça o equilíbrio, esqueça a lógica, esqueça a razão, sofra e seja feliz, só não esqueça uma coisa:
  “Ninguém poderá viver a sua vida por você. Você não terá todas as opções do mundo, mas as que tiver terá que ESCOLHER.”


anterior                       <>                                próximo


quarta-feira, 29 de maio de 2013

Amor Retribuído


  “A melhor cura para o amor é ainda aquele remédio eterno: amor retribuído.” [Niet]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Eu concordo com Niet, vejo pessoas que querem o prêmio principal, conseguem o prêmio principal e quando “enjoam” do prêmio dizem que se enjoaram é porque não era verdadeiro!?

  Não entendo esta lógica de que o que é verdadeiro deve durar para sempre.

  Eu acho que a melhor maneira de esquecer um grande amor é vivencia-lo até enjoar, agora, se você não conseguiu nem conquistar seu grande amor então parta para o plano B de encontrar um outro, mas o plano B raramente é mais eficiente que o A, sempre fica a saudade daquele amor que não aconteceu.
  Sei que os pensadores colocam o “amor” em um patamar idealizado e inatingível, eu prefiro trata-lo como qualquer outro sentimento o enquadrando na “matemática das coisas”
ºººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Já conheci varias mulheres que fizeram loucuras por um homem, viveram aquela relação intensamente, mas houve um desgaste e aquela atração acabou de uma forma que por vezes vira repulsão.
  Porque o amor acabou devemos dizer que ele não aconteceu? 
  Ora, se durou 2 anos podemos logicamente dizer que o amor da mulher por aquele homem durou 2 anos, porque não?

  Falando com os homens eu pergunto o que é melhor: ter aquela mulher desejada em nossa cama até que o desejo sexual acabe ou nunca passar de um beijo?

  Então se você amou alguém e teve seu amor retribuído conseguiu o prêmio principal. 
  Se vai ficar com ele até a morte isto é muito legal. Se durou apenas 2 anos, ainda assim foi bom ter vivido, tempo gasto com o prazer não é perdido.
  Se você se arrependeu de amar porque o amor acabou, ou se tem medo de amar com medo que o amor não dure para sempre, entenda que a força contraria ao prazer é o medo e não o sofrimento.
  Nada dura para sempre, nem amor, e acredite nem diamantes.
   O objetivo deste texto não é falar sobre o amor, nem sobre o prazer, mas sobre até que ponto devemos sentir MEDO.
To be continued…


anterior                       <>                                próximo

terça-feira, 28 de maio de 2013

Ateu de Fato


  “Mas, os ateus estão entre as melhores pessoas que conheço.
Tem espírito nobre, e ideais intocados, que nunca perderão a pureza.” [Nihil]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  A grande desvantagem de pensar linearmente no Abismo é que temos pouca visão do todo.

  É como estar em uma estrada reta com um grande caminhão a nossa frente e mesmo quanto temos carros de passeio a nossa frente não conseguimos ver muito alem. 
   Pensar em 3D é flutuar pelos diversos planos do pensamento, ter uma visão holística das coisas, andar de helicóptero observando o ponto de estrangulamento ou onde o transito flui melhor.
  Você esta atrás do caminhão, “vê só o ateu que quer ver ou que consegue ver”, vamos flutuar? Vem comigo!
ºººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Até que ponto um ladrão que se diz Católico e rouba uma igreja católica pode ser considerado de fato um católico?
  Ele pode querer ser, pode se dizer ser, pode até parecer ser católico, mas a sua AÇÃO de roubar a igreja põe por terra qualquer pretensão dele ser católico de FATO.
  Meu amigo Shakespeare diria “ser ou não ser”, mas neste caso matematicamente fica fácil dizer que o cidadão não é católico.
  Embora seja lamentável, até podemos dizer que um cara que se explode em nome de Alá seja um religioso, mas um cara que comete latrocínio se dizer religioso é forçar a barra demais. 

  Qual religião manda assassinar e roubar em proveito próprio?

  A Suzane pode até vir a ser religiosa, pode se dizer religiosa, pode parecer religiosa, mas que religião podemos dizer que ela seguia? 
  Ora, a matemática nos diz que de fato Suzane era ATÉIA. [claro que pode deixar de ser]
  Um pastor que só pensa em dinheiro, pode ser um Ateu que viu na religião uma oportunidade de um grande negocio, mas paremos por aqui, o Abismo é um lugar extremamente perigoso, se todos os ateus que você conhece são professores universitários ou a elite pensante [como gostam de acreditar]…bom pra você.

  Meu amigo Sócrates já me alertou sobre a dificuldade de trazer as pessoas para a luz quando já se acostumaram com o escuro da caverna. 

  Sair da caverna é uma decisão muito pessoal, você vê só o ateu que quer ver, quanto a mim…a matemática das coisas é implacável, já saí há tanto tempo da caverna que a realidade me salta aos olhos.
  Os ateus de FATO não estão entre as melhores pessoas que conheço, sinto muito!
Guilherme de Pádua

____________________________________________

Pastor Evangélico estupra e toca fogo em menina de 10 anos.

  As fotos são horríveis  mas eu quero que você diga se um cara desse acredita em alguma "espiritualidade do bem".


anterior                       <>                                próximo

segunda-feira, 27 de maio de 2013

A Ajuda


  “Mesmo você que pensa linearmente e conhece um pouco do meu amigo Darwin seria obrigado a dizer que o pensamento religioso foi uma EVOLUÇÃO.” [Prêmio e Recompensa]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Um colega ateu ficou tão irado com esta minha insinuação que embora ele não tenha dito diretamente, deu meio que para ler em sua mente o quanto me achava um imbecil.

“- É por isto que você não dá certo na vida, diz coisas que não tem nada a ver…”

  Vendo seu grau de desespero mental eu poderia até recuar, mas ele era um tanto irritante com sua superioridade atéia e me pegou em um mau dia então lancei-lhe o seguinte enigma:
  Tá bom, vou aceitar sua hipótese de que espiritualistas são inferiores então sou obrigado admitir que o sucesso dos religiosos deve ser creditado a ajuda de espíritos, de deuses.
  Logo Gregos e Romanos eram seres inferiores, mas foram ajudados por espíritos ou mais uma vez um incrível acaso sempre deixa os religiosos em posição de vantagem?

“- Vou pensar sobre isto depois lhe dou uma resposta.”

Espero até hoje, será que me enviará um e-mail?
ºººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
   Se você ainda esta em duvida, saiba que é perfeitamente normal, aqui no Abismo não há certezas apenas “verdades do momento”.
  Se tem Fé ore. A matemática nos demonstra que é mais evoluído e eficiente.
  Eu não oro porque não tenho Fé, para eu não trouxe bons RESULTADOS, mas eu não sou a medida de todas as coisas, aliás, claramente sou uma exceção a regra.
   Sou detestado por ateus e religiosos, todo mundo odeia o William…HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA! [ A gente acaba se acostumando]
  Tenho o carinho de meus irmãos, mãe, esposa e filhas, por hora tem sido mais que suficientes, nem todo mundo odeia o William, GRAÇAS A DEUS!


anterior                       <>                                próximo

domingo, 26 de maio de 2013

Sobre Maquinas

  “Na manufatura e no artesanato, o trabalhador utiliza a ferramenta.
  Na fábrica, ele é um servo da máquina.”
  [Karl Marx]

  Para Marx o trabalho braçal do camponês ou artesão é libertador e o trabalho com maquinas escravizador.

  Como não podia deixar de ser, eu sou uma aberração para Marx, gosto de maquinas. 

   A máquina de lavar roupas é uma das minhas preferidas



Trabalhei por muito tempo em uma fabrica de óculos e fazia parte do trabalho regular as maquinas tão desprezadas por Marx.
  Nas que eu mais usava colocava nomes, lembrei agora chamar de Cristine uma maquina de colocar dobradiças, com o tempo inevitavelmente ficamos “ íntimos” e a chamava de Cris.
 Tive um daqueles problemas tipo “todo mundo odeia o William”.
 O encarregado me olhava torto gratuitamente até que um dia veio me questionar que coisa era aquela de “mexer na Cris”?

  Por uma infeliz coincidência a noiva do cara chamava Cristina e ele a chamava de Cris…

  Explicado o acidente, pedi mil desculpas e nos tornamos grandes amigos, mas perdi a mania de dar nome as maquinas.
  Gosto das maquinas porque elas nos poupam muito trabalho braçal e todos sabem que não sou chegado em trabalho de nenhum tipo quanto mais braçal.

  Que eu saiba Marx nunca pegou no pesado era tão ou mais vagabundo que eu.
  Eu pelo menos regulava maquinas, Marx nem isto.
  No trabalho e em casa passo boa parte do tempo em frente o computador, mas não trocaria esta “escravidão” pela liberdade de plantar café ou colher algodão.
  Também nunca tive habilidade com artesanato.
  Ainda bem que as teorias de Marx nunca deram certo ou eu estaria fu%#do com o trabalho pesado.

  Trabalhar sem boas maquinas me dá uma léseira.
[com sotaque baiano]




anterior                       <>                                próximo

sábado, 25 de maio de 2013

Superioridade

   “Considerando que humanideos estejam na Terra há 1 milhão de anos e o Cro-Magnon surgiu há 90 mil anos podemos dizer que na maior parte do tempo permanecemos ateus.”


   Em algumas meditações a matemática choca pela sua exposição simples, objetiva, mas que alcança uma profundidade que abala fundamentos já padronizados na mente de outros pensadores.
  Eu ficava extasiado e acreditava que seria fácil passar para outras pessoas minhas conclusões, mas como sabem, meus pensamentos nunca me trouxeram nada de bom, no entanto são meu prazer e o tempo que passamos tendo prazer não é perdido.
  Embora todos tenham a capacidade de pensar em “3D”, na maior parte do tempo passam pensando linearmente, aqui no Abismo é um método de pensar muito precário, facilmente o indivíduo é alcançado pela loucura do fanatismo ou tragado por padrões fora de uma realidade observável, o pensamento perde muito em qualidade.

   Medite sobre o parágrafo que foi destacado, percebe que apenas 9% da nossa existência aqui na Terra nos “comportamos” como religiosos e que estes 9% aconteceram de 90 mil anos para cá e não em nosso início.
  Nosso avanço tecnológico enquanto religiosos foi (é) sem precedentes, como se de repente tivéssemos comido um certo fruto…

  
Mesmo você que pensa linearmente e conhece um pouco do meu amigo Darwin seria obrigado a dizer que o pensamento religioso foi uma EVOLUÇÃO.

  
Dando um passo além para o pensamento 3D podemos deduzir matematicamente que o ateísmo é um pensamento arcaico.
  A “verdade do momento” é que o pensamento religioso, a percepção do “invisível” está no alto da pirâmide e não na base como pregam tantos e tantos pensadores.
  Mas paremos por aqui, o Abismo é perigoso para quem pensa linearmente continuo não me responsabilizando por almas perdidas… nem por ateus totalmente desorientados, tal qual cachorro cego em dia de mudança.

     Diante do que a matemática nos apresenta, qual seria SUA “verdade do momento”, o pensamento ateu é superior ao espiritualista?

 “Decifra-me ou te Devoro!”




anterior                       <>                                próximo



sexta-feira, 24 de maio de 2013

Maria Guerreira

  “A pobreza não é, necessariamente, vergonhosa. 
  Mas há muito pobre sem vergonha.”
 [Millôr Fernandes]



   “Maria Guerreira” esse é o apelido que deram a uma moradora da Vila Gilda em Santos. Seu grande feito?
  Ter 5 filhas!! Dizia a repórter emocionada com tanta “bravura”.
  A Maria tem ainda mais do que se orgulhar, suas filhas também “guerreiras” encheram a palafita com mais crianças que vivem em péssimas condições.
  Calma, ainda não fiquem emocionados com tanta bravura, uma de suas filhas está no sétimo mês de gravidez, agora sim, façam coro a reportagem transformando em heroínas mulheres que demonstram tão pouca consideração pela vida.
  A matéria diz que a alta criminalidade na Vila Gilda é fruto do abandono do Governo [sociedade] daquelas crianças.
  Em nenhum momento toca na falta de responsabilidade de seus pais.


Tudo é culpa da Sociedade/Governo!?


  Este é mais aquele tipo de matéria que me revira o estômago, por isto assisto pouco TV, principalmente se estiver comendo alguma coisa.
  Fico observando as marias, suas filhas e todos os casais irresponsáveis do mundo sendo tornados heróis, guerreiros. 
  Ainda mais depois da reportagem Maria Guerreira se tornou mais um bom exemplo a ser seguido. 
  E aqueles adolescentes vendendo crack nas vielas? 
  Ora as guerreiras não tem nada a ver com isto, é culpa do Governo que não cuida de suas crianças. 

  As guerreiras já deram o melhor de si abrindo as pernas para qualquer um sem se preocuparem com pílulas ou preservativo.

  Confesso aos senhores que tenho mais admiração e respeito por prostitutas que pelas marias guerreiras da vida. 
  Trazer uma criança no mundo para morar em uma Vila Gilda é uma sacanagem que eu não tenho nem como classificar, crime hediondo é pouco.
  Vendo reportagens como esta é que infelizmente tive que ficar favorável ao aborto, um mal menor diante da monstruosidade que estas mulheres cometem com o aplauso de muitos a sua volta.
  Tenho um certo desprezo por adolescentes gravidas, todo mundo acha lindo, eu acho uma lástima. 
  Se é o primeiro filho até me é suportável, acidentes acontecem, mas se já é o segundo “sem pai” quase não consigo olhar para o rosto da cidadã, só fico pensando na desvantagem que a criança terá ao nascer e fico muito deprimido.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Todas as crianças deveriam nascer amadas e desejadas por seu pai e sua mãe em condições dignas de sobrevivência senão era melhor nem nascer…
  Temos marias guerreiras demais em nossa sociedade alguém deveria começar a gritar o quanto elas são desprezíveis, mas a solidão sólida me alcança, fico desesperadamente gritando sozinho, ninguém me ouve, apenas choro por nossas crianças, “frutos que apodrecem antes de ficarem maduros.”
  Tento fazer minha parte, tento de alguma forma ajudar estas crianças, mas posso tão pouco. 

  Vida longa e próspera aos bons pais, estes são meus HERÓIS.
  Nem toda a caridade do mundo pode substituir um bom pai e uma boa mãe.

 Meus pêsames pela morte da razão em todas as Vila Gilda deste mundo.







anterior                       <>                                próximo

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Hominídeos e Espiritualidade

 👩“O cérebro da maioria das pessoas só funciona pelo mecanismo de prêmio e recompensa e a prática metafísica oferece isso.”
[Nihil]

  "Pratica metafisica" suponho que seja orações/religiosidade.

  Prêmio e recompensa considero sinônimos, logo, a proposta da Nihil esta baseada em uma redundância.
  Se quis dizer "castigo e recompensa" faz mais sentido.
  Se punimos um animal quando faz algo que "achamos errado" e o premiamos quando faz o que achamos certo vamos o condicionando a nossa vontade.

  Vamos trazer o conceito de RESULTADO para esta equação e perceberemos que o pensamento fica muito melhor estruturado.

  
“O exemplar mais notório da subespécie Homo sapiens foi o Homo de Cro-Magnon, de alta estatura, desenvolveu ferramentas detalhadas (faca, lança, arco e flecha, etc.), e demonstração de aptidões artísticas, inscrevendo algumas cenas de caça, evidenciadas por meio de pinturas rupestres preservadas em paredes de cavernas.”

  Considerando que 
hominídeos estejam na Terra há 1 milhão de anos e o Cro-Magnon surgiu há 90 mil anos podemos dizer que na maior parte do tempo permanecemos descrentes, "ateus".

    “As formas mais numerosas, e explicitas de culto religioso feito pelo homem e mulher do Paleolítico até o momento é datado por volta de 35.000 ac.
  Foram elas, as grutas/santuários com suas pinturas e as inúmeras estatuetas femininas.
  Como as pinturas se encontram muito longe da entrada da gruta, sendo muito delas inabitáveis, com dificuldades de acesso, os pesquisadores concluíram que elas são uma espécie de santuário.
  As pinturas revelam ainda mais o caráter sagrado e ritualístico do lugar”.

  Vou tentar "traduzir" essas informações.
  Nossa arqueologia sugere que a "humanidade" (os primatas mais próximos do que convencionamos chamar de hominídeos) existe há 1 milhão de anos.
  Em um calculo muito otimista começamos a enterrar nossos mortos há 100 mil anos.
  Isso sugere um "carinho" com o falecido, sentimentalmente não queríamos deixar aquela pessoa que fez tanto parte de nossas vidas ali para ter seu corpo devorado por outros animais ou apodrecendo ao léu. 

  Bem mais tarde começamos a encontrar junto aos restos mortais certos objetos e pinturas indicando algum ritual.
  É bem coerente associar isso a uma crença na continuidade da "identidade" do individuo depois da morte biológica.
  Qual a lógica de enterrar a pessoa com alguns objetos pessoais e mensagens (pinturas)!?

  Matemática simples:
 1.000.000 - 100.000 = 900.000

  Por 900 mil anos permanecemos "descrentes" como qualquer outro primata.
  Com a evolução/mutação da nossa capacidade de pensamento abstrato surgiram as artes, ciências e espiritualidade.

  Entendam que é comum ateus terem a ilusão que são um grupo em crescimento, que logo predominarão na humanidade.
  Nossa ciência no ramo da arqueologia diz que não.
  O apogeu dos "descrentes" já ficou há milhares de anos atrás.

   Imaginem o quanto foram ridicularizados os primeiros hominídeos que vieram com o papinho de "entidades invisíveis".

  Entenda que para a espiritualidade "proliferar" como ideia tinha que apresentar algum prêmio/resultado. (Ou punição)

  Se alguns hominídeos "enganaram" outros com "teatrinhos" ... já denota inteligencia superior.
  (Não vamos complicar essa meditação com conceitos morais)
  É a inteligencia, capacidade de manipulação, subjugando alguém mesmo que esse alguem seja fisicamente mais forte.

  Convenhamos que em uma humanidade de descrentes teatrinhos não bastariam para a "religiosidade" predominar em pouco tempo.
  Por isso a necessidade de irmos em busca de resultados mais concretos.

  Até hoje nossas melhores "evidencias de milagres" são as curas de doenças.

  Tudo o mais é bastante subjetivo.
  O cidadão conseguiu emprego e credita isso ao poder da oração.
  Se ele estava procurando emprego uma hora ou outra iria encontrar.
  Houve um acidente, a pessoa escapou, atribui isso a uma ação de espíritos. 
  Se os espíritos fossem eficientes mesmo teriam evitado o acidente.

  Lembrei de uma piada:

 Um notório pescador bebum teve seu barco virado em alto-mar.
  Depois de 2 dias boiando, já quase sem esperança faz uma oração a Deus.

  "Deus, se o Senhor me salvar prometo que não bebo nunca mais".

  Nisso uma lancha da guarda costeira aparece.
  O bebum rapidamente diz:

  "Não precisa mais não Deus, a Marinha já veio me salvar".
😆

  Se eu fosse Deus mandava um câncer anal nesse cara.😊

  De qualquer forma eu teorizo que a prova que alguém tinha contato com outros seres se deu mais por "curas milagrosas".
  Mais especificamente com o uso de ervas medicinais.
  É difícil encontrar uma tribo (mesmo que muito antiga) que não tenha a figura do curandeiro/pajé.
  Pense bem, o cara se embrenha na mata e traz alguma planta que realmente melhora o mal estar de quem sofre.
  É um RESULTADO comprovado.
  Esses pajés diziam fazer isso sob influencia de espíritos, não havia motivo para duvidar deles.
  Lembre-se que em cada região tem grande diversidade de plantas, sem nenhum conhecimento de botânica, biologia acertar que uma planta combate determinada moléstia é um feito "surreal".
  Muitos remédios desenvolvidos por nossa ciência tiveram origem em conhecimentos indígenas.
  A eficiência era 100%? 

  CLARO QUE NÃO!
  Nem com toda eficiência da nossa moderna medicina os resultados são garantidos.
  Mas por uma dedução lógica a possibilidade de cura aumentava bastante consultando o pajé.
  Imagino até que se o pajé deixasse muito a desejar era substituído ou perdia o respeito do grupo.

  Fica claro que a religiosidade/espiritualidade trouxe "prêmios" para a humanidade.

  Os hominídeos crentes se adaptaram melhor que os hominídeos descrentes.

   
Os Cro-Magnon NÃO inventaram ou imaginaram “espíritos”, foram os primeiros a PERCEBEREM AS INTERFERÊNCIAS.

  


  Repense






.


quarta-feira, 22 de maio de 2013

Marx vs William

   “O que caracteriza a divisão de trabalho no interior da sociedade moderna é que ela engendra especialidades, e com elas, o idiotismo da especialização.”
[Karl Marx]

  Não consigo ler Marx por mais de 30 minutos, li Marx em conta gotas, um pouco de cada vez.
  Me surpreende que ainda hoje sua ideologia influencie tanto a humanidade
  Michelangelo era um especialista em pintura e escultura, um “idiota” [medíocre] para tudo mais, podemos dizer que: 

  A especialização de Michelangelo foi um presente para a humanidade.

  Atualmente observamos especialistas em cirurgia plástica operar verdadeiros milagres que os olhos custam a acreditar ao mesmo tempo que vemos médicos sem esta especialidade se arriscarem nessa atividade e provocarem grandes desastres.


    O conhecimento humano foi ampliado de tal forma que não dá para uma pessoa ser boa em tudo, o melhor é ela escolher uma especialidade que lhe agrade e dar o melhor de si.

     “O que caracteriza a divisão de trabalho na sociedade são as necessidades das pessoas que vivem nela e o talento que cada um tem.”
 [William Robson]

     Vejo pensadores dizendo que o Capitalismo “cria necessidades” eu discordo, o EMPREENDEDOR é que descobre OPORTUNIDADES.

a)  Veja o caso do ar condicionado, foi criado uma necessidade? 
  Será que os antigos não sentiam calor e gostariam que fosse inventado um dispositivo que os refrescasse?

b)  Foi criado uma necessidade com o Smartphone? 
  Caraca, quem não gostaria de ter um "computador de bolso" tão potente!?
  Se comunicar com pessoas a grande distancia por texto, voz, imagem.
  Os índios com seus tambores e sinais de fumaça praticavam a mesma comunicação a distancia.

c)  Tem gente que adora cachorro e tem gente que gosta de cuidar de cachorro se dá pra ganhar dinheiro com essa atividade, fica melhor ainda.
  
     Necessidade da Sociedade [procura], talento de quem gosta de cuidar de cachorros [oferta].

  Se todos fossem iguais a mim, os pet shops iriam a falência.
  Acontece eu não sou a medida de todas as coisas, existe o diferente, tem gente cujo o trabalho é cuidar de cachorro e estão muito satisfeitos com essa atividade profissional.


  Essa crítica a especialização profissional feita por Marx é mais uma daquelas opiniões que não resistem aos FATOS.
  

Escultura feita por Michelangelo, sem dúvida "um especialista".
Notem a riqueza de detalhes...maravilhoso!


terça-feira, 21 de maio de 2013

Religião e Civilização

    “O primeiro requisito da felicidade dos povos é a abolição da religião.”
 [Karl Marx]



  O Comunismo cansativamente prega sempre essa revolução de acabar com tudo que esta aí. 
  Já desafiei muitos a me mostrarem como o mundo seria bem melhor sem religião, até agora não encontrei exposições lógicas.

  Até entendo Marx e Nietzsche em seus questionamentos, realmente a “verdade do momento” que eles viviam apontava que a Religião era um grande atraso em todos os sentidos.

  Mas qual é nossa verdade do momento com relação a Religião?

  Tivemos oportunidade de OBSERVAR lideres totalmente empenhados em provar as teses de Nietzsche e Marx, o que ocorreu? 
  Citem um império Ateu que no geral proporcionou melhor qualidade de vida a seu povo que um império religioso.
  
  Você é mais um dos que acham que a China é o supra sumo da atualidade?    
  Veja isso:


  “A Constituição de 1978 restaurou algumas liberdades religiosas, por isso, atualmente, existem grupos budistas e cristãos ativos na China. 
  Mas, estes grupos são ainda fortemente supervisionados pelo Estado chinês, mais concretamente pelas Associações Patrióticas. 
  É ilegal ser membro de Igrejas ou de grupos religiosos que não são controlados por estas Associações Patrióticas.”
 [Wikipédia]

  A Democracia não avança muito na China, mas a religião desafia de forma incontrolável o poder do Estado, algo que Stalin já havia experimentado.

  É senhoras e senhores, a matemática é implacável, se o ateísmo é um pensamento superior, mais eficiente, já teve tempo de sobra para mostrar para que veio, até agora só nos trouxe mais problemas que soluções.
  Pense dez vezes antes de fazer parte do coro de Marx e Nietzsche que diz que a religião é o grande mal da civilização.

  A Religião e o Capitalismo são BESTAS/FERAS que com INTELIGÊNCIA podem ser muito eficientes, como já demonstraram em inúmeros episódios da historia.

  O Comunismo é só besta, nunca se mostrou eficiente.
 Quando tentou ser fera devorou vidas das formas mais grotesca.

   Niet e Marx, suas idéias não correspondem aos fatos, o tempo não para…






     “A alínea 10 do artigo 58 do Código Penal Soviético estipulava que "toda a utilização dos preconceitos religiosos das massas, que vise a enfraquecer o Estado, era passível de uma pena de três anos de detenção até a pena de morte".

    Em 26 de agosto de 1929, o governo instituiu a semana do trabalho contínuo de cinco dias (cinco dias de trabalho, um de repouso), que eliminava o domingo como dia de repouso comum. 

   Essa medida deveria facilitar a "luta" pela erradicação da religião.

   Em outubro de 1929 foi ordenada a apreensão dos sinos das igrejas com a justificativa:
  "O som dos sinos infringe o direito ao repouso das grandes massas da cidade e do campo".
 [Roberto Menezes]








.



segunda-feira, 20 de maio de 2013

Crentinhos


   As fronhas estão sendo vendidas por R$ 91,00 e devem ser usadas por quem busca milagres:
 “Você vai vestir o travesseiro do drogado, do alcoólatra, do enfermo, do desempregado ou o seu”, orienta o apóstolo Valdemiro Santiago

  Evangélicos criticam católicos por benzer objetos.
  Mudaram o nome para “ungir” e agora está tudo de acordo com a palavra de Deus...😊

  Minha sogra foi católica por muito tempo, atualmente é “crentinha”.
  (Texto escrito em 22/Jan/2011)
  Veio de família abastada, mas por falta de sorte ou má administração não sobrou muito para “terceira idade”.
  Na realidade ganha uma aposentadoria que “nem teria direito” uma vez que nunca contribuiu com a Previdência.
  A aposentadoria e alguma ajuda dos filhos é que garantem seu sustento, mas Deus e o Pastor é que ficam com os agradecimentos... coisas da vida.

  O que me provocou a escrever esse texto foi Cecilia chegando em casa perguntando se minha esposa Mara já estava pronta:

👨 – Pronta pra quê?

👩O apostolo está em Campinas.

👨 – Apostolo!?

  Nisso Mara chega ainda se arrumando, explica se tratar de Valdemiro.
  Eu fiquei na mesma nem imaginava quem era, ela disse que era um pastor da TV que realizava milagres.

👩Vamos lá pedir paz e saúde.

👨 – Mas isso nós já temos, porque não pede muito dinheiro? 😆

👩Dinheiro não, dinheiro é perdição.

👨 – Cecilia pede pra mim, quero muito dessa perdição. 😆

  Esposa e sogra levaram na esportiva, afinal vivemos em paz.
  Me convidaram para ir junto, mas se eu não posso nem pedir dinheiro ... é melhor ficar em casa.

  Aqui começa propriamente nossa meditação...
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
    Para conversar com pessoas iguais minha sogra só na brincadeira mesmo, se fosse um debate sério eu perguntaria:

  Se dinheiro é perdição porque o “apostolo” pede tanto dinheiro?

  Deveria dar um jeito de se virar com bem pouco, não dá para pagar agua e luz com mercadorias.
  Se tem uma obra na igreja e precisa de cimento, peça cimento (só um exemplo).
  Meu ponto é que “se” dinheiro é perdição, quanto menos a igreja recebe-lo em espécie melhor.

  Lembraram dos Socialistas que falam mal do capital (dinheiro), mas gostam de ter bastante?

  O dinheiro é um mal que socialistas e líderes religiosos querem afastar de mim!

  Claro que não concordo com isso.

  Minha família é de crentinhos, eu fui crentinho.

  Minha mãe também é crentinha, esta sempre se declarando uma “pessoa melhor”.
  Jesus a transformou nessa pessoa melhor que... também não tem  dinheiro. 😆
  Uma das vezes que lhe “emprestei” dinheiro ela me deu um sermão de como Deus é grande, ele estava me usando para que ela recebesse aquela ajuda!
  Me deu vontade de falar que da próxima vez ela pedisse direto a Deus, mas achei que ficaria mais barato dizer “amém”…😆

   Os crentinhos são pessoas adoráveis, gostava deles no GD Terra, me faziam rir muito.

  Uns 90% dos problemas que minha sogra, esposa, mãe tem poderiam ser eliminados ou amenizados com mais dinheiro.
  Mas elas preferem pedir paz, harmonia, saúde...
  Sei lá, paz e harmonia depende de como nos relacionamos com outros, de quais pessoas nos aproximamos e de quais preferimos nos afastar.
  É uma ação mais “pessoal” que “espiritual”.
  Se você tem saúde, pedir saúde ... é bem subjetivo.
  Você está saudável, continua saudável ... como sabe se recebeu alguma benção!?
  E se ficar doente ... ter dinheiro ajuda bastante.

  Pessoas “cegas pela fé” nem sempre me divertem.
  Por vezes me sinto “tão superior” a elas, esse sentimento me constrange, me faz mal, é difícil explicar.
  O indivíduo me parece mentalmente saudável, tem boa inteligência e age de forma tão ilógica/burra.
  Sinto uma certa “raiva” da situação.
  Vou tentar uma ilustração.

  Seu filho é maior de 18 anos, se sustenta, é independente.
  Você descobre que ele está usando drogas.
  É seu filho, seu amor continua, mas dá uma raiva...

  Estava ouvindo uma conhecida dizer que em 2011 graças a Deus está tudo bem, “o pastor tem orado muito por ela.”
  A colega tinha uma pequena empresa, administrar empresa não é fácil muitas vão a falência.
  Mas “segundo ela” um sócio lhe deu um golpe, perdeu tudo, está com o nome no Serasa, mora em uma república, o marido está preso, ela trabalha em algo que detesta, aparentemente já passou dos 40…enfim uma vida “abençoada”.
  Dinheiro resolveria 90% dos seus problemas, pelo menos teria um imóvel próprio para morar, mas ainda bem que ela não tem a perdição do dinheiro, 2011 vai ser muito bom para ela…
  AMÉM!

  Tenho que ficar em silêncio, o que orienta essa mulher é a Fé, eu queria que fosse a lógica.😡

    




.

domingo, 19 de maio de 2013

Pessoa Melhor

   “Nós poderíamos ser muito melhores se não quiséssemos ser tão bons.”
 [Freud]

  Gostava de ver aqueles filmes de faroeste pela objetividade dos diálogos.

Joe: - Porque você bateu naquele cara?

Phil: “- Ele chamou nossa mãe de prostituta.”

Joe:  - Mas nossa mãe era prostituta…

😆   😆😆

   Vejo pessoas que tem uma vergonha danada de serem pobres, realmente a pobreza é algo bem desagradável, mas não tem lógica ter vergonha dela.

  Lembro de um colega de escola que ao ver meu tênis todo furado embaixo me disse:
  “Nossa como você é pobre”, eu simplesmente repliquei, “grande novidade”.
  Não via nenhuma vantagem em esconder minha situação, percebi logo cedo que só me traria mais problemas.
  E me envergonhar do quê!?
  Eu nasci em família pobre, se pudesse escolher gostaria que meus pais fossem pelo menos classe média.

  Claro que houve situações traumáticas, vejam uma inesquecível.

  Uma colega de escola ficou de recuperação, queria aulas particulares na minha casa.
  Caraca! 
  Minha casa não era algo que eu queria que ela visse.
  Me propus a ir dar aula na casa dela. 
  Acontece que sua casa ficava longe, era necessário tomar ônibus ou andar muitos quilômetros.
  Eu morava no São Bernardo ela no Santa Lucia.
  Com vergonha da minha casa, camelei igual um condenado arranjando uns trocados para o ônibus ou caminhando quilômetros.
  A menina morava em uma casa de “frente”, linda.
  Como naquela cena de "E O Vento Levou" decidi que aquela menina nunca iria na minha casa, mas conhecem aquele seriado “Todo mundo odeia o Cris”?
  Eu me vejo tanto naquele rapaz, com uma grande diferença, a casa dele era bem melhor que a minha...😊😆
    
  Meu pai também não tinha dois empregos, isso não melhorava em nada as coisas.
  Nessa época meu pai não tinha emprego nem morava conosco, na pratica eu nem tinha pai.

  Depois de umas 10 aulas particulares “pagando penitência” estava tudo acabado, sofri, mas tive sucesso na minha decisão…

  Isso é o que eu desejava, mas sabem o que aconteceu?

  No dia da prova a garota queria uma última revisão.
  O colégio era o Vitor Meirelles bem perto de casa ... não tinha nenhuma desculpa razoável para recusar sua vinda.
  Alem do mais foi um telefonema inesperado na casa da minha vó, me pegou totalmente desprevenido. 
  Era um período chuvoso, sabe quando durante cerca de duas semanas chove quase todo dia?
  A casa construída no quintal da minha vó Tidi com ajuda de "vicentinos" e salario de faxineira da minha mãe ... tinha goteiras que não acabavam mais.
  O quintal era de terra, 6 pessoas morando em 3 cômodos, a casa estava mais encardida que nunca, cheirando mofo.

  Imaginem meu constrangimento ao receber aquela "princesa" morena de olhos incrivelmente azuis e corpo escultural na minha "humilde residencia".
  "Acho" que o nome era Silvia Helena.

  É, podem cantar aquela musiquinha… todo mundo odeia o William.

  O texto ficaria longo se eu entrasse em detalhes, mas tem um que parece escrito por ... Satanás 😆
  Minha mãe tinha comprado um tapete que só era colocado para receber visitas.
  O tapete cobria o chão irregular e esburacado revestido com "vermelhão".
  (Um pigmento que misturado ao cimento o tornava vermelho)
  Eu estava com a garota dando aula na sala.
  Minha mãe voltava do trabalho e obviamente não sabia que tinha visita.
  Antes de entrar na casa ela avistou o tapete colocado.
  Já entrou falando um monte.
  Quem naquele dia chuvoso, com o quintal cheio de barro, colocou aquele tapete ali...
  Quando ela viu que tinha visita ... já era tarde ... minha vontade era ser desintegrado ali mesmo.

  No filme é engraçado, depois de anos é engraçado, mas fico feliz das minhas filhas não viverem a mesma situação.

  Desisti de querer "parecer melhor que sou", não estou ficando melhor, só mais velho, não vou engana-los, não vou me enganar, não vejo LÓGICA.

“Nós poderíamos ser muito melhores se não quiséssemos ser tão bons.”








.