quarta-feira, 1 de maio de 2013

Verdade Verdadeira

“Quanto mais conhecimento houver inerente numa coisa tanto maior o amor… Aquele que imagina que todos os frutos amadurecem ao mesmo tempo, como as cerejas, nada sabe a respeito das uvas.”
 [Paracelso]

  Bom, eu sei que quando as uvas estão maduras são devoradas…

  Quando eu digo que o amor é uma das forças que move a humanidade não é com esta conotação romântica e “positiva” como outros pensadores.
  Aqui no Abismo o conceito de bem/mal, positivo/negativo são bem mais difíceis de serem identificados ou definidos.

   Paracelso diz que: “Quanto mais conhecimento mais amor”.

   Vamos meditar sobre isso...

  Pimenta Neves é uma daquelas pessoas com cultura e conhecimento impares e foi um assassino frio para Sandra Gomide.
  Ele conhecia mais e por isso amava mais, amava tanto que foi capaz de matar, mas quem ama mata?
  O duro é que mata, mas Paracelso diria que Pimenta não amava de verdade e como sempre acontece fora da Filosofia Matemática as pessoas “constroem uma verdade verdadeira” que justifique sua ideologia mesmo que ela não seja OBSERVÁVEL.
 
  Eu não irei cair na mesma armadilha e dizer que conheço a “verdade verdadeira” só não observo que o amor seja esta força sempre do bem que conduza a finais felizes ou melhor dizendo continuações felizes.

  Pimenta Neves com seu poder, prestigio e grande conhecimento poderia fazer a mesma coisa que um nobre Senador e ter uma Marcela Temer ou outro Senador e ter uma Monica Veloso mas colocou toda sua vida em risco por uma única mulher que nem era lá essas coisas (para o meu gosto).

  É amigo Paracelso, pode haver alguma doença mental que justifique sua ideologia, mas cá para nós o Pimenta me parece bem saudável, seus conhecimentos o ajudaram a nem ser punido pelo crime.
  Quanto maior conhecimento maior o amor é um equação que não fecha, mas isto é comum no Abismo onde a vida não é exata e o amor é esta força acima do bem e do mal.

  O meu conhecimento me diz que o amor pode ser muito construtivo ou muito destrutivo por isso tem uma enorme capacidade de criar “diferença de potencial” e esta diferença provoca o MOVIMENTO.

  Paracelso diria que meu conhecimento não é o “verdadeiro conhecimento”, ora se eu não sei o que é o amor verdadeiro como posso saber o que é o conhecimento verdadeiro, como posso dizer que Pimenta não amava Sandra?

  Meu amigo Sócrates dizia: “Só sei que nada sei.”

  Na Filosofia Matemática apenas ponderamos se a teoria corresponde a uma realidade observável.
  Se a realidade irá mudar um dia e nos trará uma nova VERDADE claro que é uma possibilidade.

 O movimento é uma propriedade da vida tão abrangente que até a verdade está em movimento.

  A verdade neste momento é que o conhecimento não conduz necessariamente a uma maior capacidade de amar esta é a realidade observável.
  A REALIDADE que sempre é alvo do meu maior interesse por nos aproximar da verdade sem nos dar a ilusão de um dia alcança-la em sua plenitude.
  Por hora não existe verdade verdadeira se um dia iremos a encontrar em um paraíso qualquer ... isto é assunto para os religiosos e suas adaptações da realidade, inventando mundos...
   O mundo do "Amor Verdadeiro".



  “O homem procura um princípio em nome do qual possa desprezar o homem. Inventa outro mundo para poder caluniar e sujar este; de fato só capta o nada e faz desse nada um Deus, uma verdade, chamados a julgar e condenar está existência.”

 [Nietzsche]

Anterior          COMENTAR        Próximo