quinta-feira, 13 de junho de 2013

Plantando o Bem

“A ambição universal dos homens é viver colhendo o que nunca plantaram.” [Adam Smith]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  A constituição de 1988 permitiu que qualquer mulher com mais de 60 anos ou homem com mais de 65 tenha o “direito” de receber pensão do governo, mesmo que nunca tenham contribuído com a previdência
  Por estes dias escrevi um texto tocando neste assunto e pessoas me repreenderam dizendo que são brasileiros que já pagaram muitos outros impostos.
  Ora, pagaram outros impostos, mas não contribuíram com a previdência. 
  Eu também pago todos os outros impostos e sou obrigado como assalariado a contribuir com a previdência.
  Por favor, não estou clamando contra estas pessoas, elas recebem um salário mínimo, são em sua maioria idosos que trabalharam no campo ou em serviços informais. 
  É melhor ver o dinheiro dos impostos na mão desta gente que de políticos e empresários corruptos.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Só que uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa. 
  Com o aumento da expectativa de vida estas pessoas quer queiramos ou não representam um grande rombo nas contas publicas. 
  Elas poderiam pelo menos se mostrarem agradecidas, mas falam como se fosse obrigação desta geração [a minha] pagar-lhes este beneficio.

  Da mesma forma vejo pessoas colocando filhos no mundo como se estivessem fazendo um grande favor para a humanidade, alguém tem que avisar esta gente que já somos quase 7 bilhões, se tem uma coisa que este planeta não precisa é de mais seres humanos.

  Se cada casal tiver 2 filhos a população para de crescer e deixaremos de ser ratos consumindo todos os recursos do planeta.
  O sexo tá liberado, pode transar a vontade, satisfaça seu desejo de ser pai ou mãe tendo um ou dois filhos os traga ao mundo em boas condições. 
  Como vês, nenhum sofrimento, muito prazer, crianças felizes e bem tratadas, ecossistema sob controle…
  Se pretendemos colher coisas boas é bom começarmos a plantar coisas boas.

anterior                       <>                                próximo
Postar um comentário