terça-feira, 8 de outubro de 2013

Nosso Exército

    “Parece que “começar a perdoar Deus” é uma prática que já vai gerando bons auspícios para eu. Ainda é cedo para falar nisso.”   [Nihil]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Eu vou escrever sobre isso porque muitas pessoas acham que eu tenho alguma espécie de raiva de Deus e ao meu ver subestimam assim minha inteligência.
  Eu nem sei como ou o que é Deus, logo em que base eu poderia montar alguma relação de amor ou ódio com ele!?

  O que eu provoco reflexão em meus textos é sobre o CONCEITO que as pessoas tem de Deus o que é algo muito diferente.

  Só para dar um exemplo mais inteligível lembrei que recentemente provocado por você [sei que não intencionalmente] escrevi um texto um pouco pesado sobre José de Alencar.
  Oras, eu não tenho amor ou ódio pelo ex vice, meu relacionamento com ele foi nenhum, eu falei sobre a IDÉIA que estavam fazendo dele, eu realmente não consegui enxergar este homem tão honrado ou político excepcional.
  Recebi um e-mail dizendo que toda vida é importante, insinuando que deveria ter mais respeito ao falar de Alencar!
  Em que desrespeitei Alencar? Quando disse que sua vida não era importante?
  Nem respondi ao e-mail, mas se fosse responder pediria desculpas.
  Toda mídia e todo povo vestiram Alencar com uma vestimenta que só pessoas muito inteligentes conseguem enxergar, como não sou muito esperto o enxerguei só de cuequinha…HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA! Uma visão terrível.
ººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Logo, eu não tenho o que perdoar Deus, não sei como ele é, não sei como pensa, não sei nem se existe e como existe.
  Sei o CONCEITO que as pessoas tem dele e observo fatos, analiso a coerência das histórias, como Livre Pensador me posiciono diante dessas coisas.
  Não exijo nada de Deus, não tenho como amarrar nada em nome do Senhor, se ele fez algum pacto com Abraão aparentemente me deixou de fora, seria burrice diante de tudo que observo me achar uma pessoa especial diante do CONCEITO que nos passam dele.
  Só alerto, luto e desejo que cuidemos melhor de nós mesmos, apesar das “INTERFERÊNCIAS.”
  Ao invés de ficar orando para que Deus toque no coração do político corrupto sejamos mais objetivos, mais eficientes, não votemos em políticos corruptos.

  Ao invés de ficarmos rezando para que Deus nos proteja dos bandidos, sejamos duros com eles, os encarceremos por muito tempo e até os matemos antes que eles nos matem.

  Ao invés de ficarmos horrorizados com crianças que sofrem maus tratos, sejamos pais responsáveis e punamos os que não são, afinal ninguém é obrigado a ser pai.
  Enfim, BOM SENSO E ORGANIZAÇÃO, se Deus for por nós, melhor ainda, se não for…ainda teremos uns aos outros.
  É a luta dos homens bons contra os homens maus.
  Os bons estão em uma esmagadora maioria se sofremos tantos revezes é porque tentamos mudar a NATUREZA dos maus, talvez um dia seja possível, mas hoje não é.   
  Talvez isto seja possível para um Deus, mas nós não somos deuses, somos apenas humanos.
  Quem tem uma natureza perversa deverá se enquadrar ou ser eliminado de nosso convívio.
  Até sinto muito por esta pessoa, ela possivelmente não escolheu ser assim, só que eu não posso me omitir, entre 1 pessoa perversa tombar e 1 pessoa boa tombar minha opção é óbvia... gostaria que fosse obvia para muito mais gente.
  Um “exército” de homens bons, uma visão tão maravilhosa, tão extasiante que não tenho palavras para descrever, paradoxalmente só posso contemplar tanta luz no escuro do meu quarto, já que falamos de sonhos, este é um dos meus favoritos, quem sabe um dia vire realidade, seria um lindo dia para viver…




anterior                                           <>                                                próximo
Postar um comentário