quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Mercado Saturado

  “O assunto mais importante do mundo pode ser simplificado até ao ponto em que todos possam apreciá-lo e compreendê-lo. Isso é - ou deveria ser - a mais elevada forma de arte.”  [Charles Chaplin]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Dizem que o mercado literário está saturado, eu tenho minhas dúvidas vamos ver se consigo expô-las.

  Em algumas fases da humanidade as artes aparecem de forma tão exuberante.
  É como se por um período várias mentes fossem “iluminadas” ou fosse retirado o que as impedia de brilhar, de alcançar o sucesso.
  Intrigado com esse fenômeno me atirei em uma profunda meditação e percebi algo muito interessante.

  Em todas as épocas há mentes brilhantes, mas por algum motivo o que elas produzem não chega ao grande público.

  Vejamos exemplos:
  A Venezuela é um país muito grande com muitos habitantes é impossível que o melhor governante que eles disponham é um cara como Nicolas Maduro.
  Deve ter mentes maravilhosas naquele país que inexplicavelmente não conseguem chegar ao poder.
  Será que Dilma e Lula são o melhor que temos para administrar o Brasil?

  Graças a Internet escuto músicas que não estão nas paradas de sucesso.
  É espantoso como tem músicas boas sendo produzidas no Brasil e no mundo, mas inexplicavelmente não atingem o grande público.

  Em um texto eu citei a intervenção desastrosa das grandes potências no caso da Líbia. Fica patente que idiotas foram ouvidos e bons pensadores ignorados.

  Já se perguntaram porque o mercado musical não está saturado para o Sertanejo Universitário?
ºººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Me disseram um dia que estamos na era da superficialidade, que não há mais público para obras mais profundas, no entanto quando vejo o sucesso de séries como House ou CSI [episódios antigos] que oferecem uma profundidade filosófica não posso concordar que a humanidade no estágio atual não esteja preparada ou sedenta por um discussão filosófica mais complexa.
  No mundo da Arte não há saturação, se tiver 2, 3 ou 4 filmes bons os 4 serão assistidos, um não irá tirar o público do outro.
  Por alguma “interferência” pessoas extremamente medíocres estão ocupando postos de comando e decidindo o que devemos ler, assistir ou ouvir.
  Peguemos a novela dás 8 da Globo, se fossem selecionadas 12 músicas de qualidade para sua trilha sonora de certo fariam sucesso, mas as escolhas são medonhas.
  Holywood deve receber centenas de roteiros todos os anos é impossível que no meio não tenha alguns muito bons, mas quem tem poder para selecionar é medíocre então massifica a mediocridade artística.
  Olhe o caso do Brasil, Dilma e seus 39 ministros podem ser considerados mentes brilhantes de nossa nação?

  Fernando Henrique, Pedro Malan, Armínio Fraga, antes de chegarem ao poder já eram considerados mentes brilhantes da nossa nação.
  No governo Lula eu destaco Henrique Meireles, no governo Dilma é difícil selecionar alguém.
  Eu me sentiria mais confortável se um Abílio Diniz ou pessoa do tipo fosse nosso presidente.

  Quando uma pessoa tem competência administrativa comprovada só precisamos torcer para que ela tenha BOA INTENÇÃO, use sua inteligência para o bem.

  Agora, quando a pessoa não tem uma grande competência administrativa mesmo com a melhor das intenções não será capaz de realizar um bom trabalho.
  Então se todas as artes entraram de maneira tão precária nesse novo século, não observo que seja um problema de mercado saturado, há mercado e muito.
  Converso com muita gente que quer ir ao cinema, mas não encontra a motivação de um bom filme, acabam indo meio que por tradição, assistimos filmes tão fracos que depois de 1 hora nem lembramos direito sobre o enredo.
ºººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Lembrei agora da Motown, todo mundo dizia que não havia mercado para a música negra, mas o iluminado Berry Gordy reuniu alguns bons artistas e a arte floresceu de maneira espetacular.
  Todos os dias espero este novo iluminismo artístico. Algumas mentes brilhantes ocupando meios de comunicação poderosos fazendo a Arte florescer.
 Descobrindo miquelangelos, tons jobins, benjamin franklins…
 Como tanta mediocridade tem chegado ao poder, ao comando das coisas?
 Não sei! Nem parece coisa desse mundo…




  “Apesar de terem existido músicos negros norte-americanos de grande sucesso antes dos anos 60, incluindo Louis Armstrong, Ella Fitzgerald, Nat King Cole, e Chuck Berry, a Motown foi a mais importante lançadora de artistas negros desde seu surgimento até o surgimento do chamado "hip hop". Foi também a primeira a lançar músicas que deixavam de lado o puro e simples lirismo e mergulhavam também em temas sócio-políticos.” Clique Aqui

anterior                                <>                                     próximo
Postar um comentário