segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Já Nasceu Assim

  “O que devo fazer para sentir atração por mulheres? E não me venham com aquele papo de procurar um psicólogo e que é para eu me aceitar como sou.” [qualaresposta]    Clique Aqui
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%  
  ARQUIVO: Texto  01/06/2011

 Não conheço nenhum tratamento eficiente para alguém deixar de ser gay.
  Entendendo o desejo de muitos que buscam essa “mudança de situação” e por isso sou a favor de pesquisas cientificas a respeito.
  Quem está satisfeito com a homossexualidade...tudo bem.
  Não entendo porque alguém que não esteja confortável nessa situação deva ser discriminado.

  Ter seios pequenos não é doença, mas se a mulher desejar torna-los grandes passaria a ser doença, algo a ser discriminado?
  Eu não gosto da minha voz, queria que ela fosse bem máscula, gostaria de cantar como Emílio
  Santiago. Minha voz é uma droga, mas claro que não é doença, doença seria se eu não conseguisse falar…mas mudos de nascença são doentes?
  Ora, se eles nasceram mudos, a falta de voz é natural neles logo ser mudo não é ser doente.
  A pergunta é:
  Você gostaria de nascer mudo, queria que seu filho ficasse mudo ou surdo?

  Eu não entendo quando psicólogos dizem que o homossexualismo não é doença ou alguma disfunção e a “prova” disso é que a pessoa JÁ NASCE ASSIM!

  Eu também não classificaria como doença, mas sem dúvida é uma anomalia que nem todos “são obrigados” a se sentirem confortáveis com ela.
  Eu entendo que o cara que nasceu surdo queira um milagre de Deus ou conquista da ciência que o faça ouvir como um humano “normal”.
  Se tivesse uma operação não muito cara ou arriscada que fizesse eu ficar com uma voz maravilhosa podem ter certeza que eu faria.
  Ainda bem que não tenho tendência a ficar careca, deve ser desesperador observar a calvície chegando, ora, a calvície é uma coisa natural em muitos homens então deve ser aceita naturalmente qualquer homem que busque “cura” para a calvície está cometendo um sacrilégio, não está se aceitando, sofreu lavagem cerebral da “sociedade opressora, moralista e cabeludista” ...HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!
ºººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Essa estrutura do pensamento nos leva por planos que nos colocam em grandes sinucas, becos sem saídas, vejamos:
  Se eu já nasci sentindo atração sexual por crianças, enquanto eu for criança tudo bem, se bem que segundo os psicólogos crianças “normais” não tem desejo sexual, mas não entremos por essa brecha para não nos perdermos no Abismo.
  Se eu já nasci pedófilo a pedofilia é natural em mim, logo se eu convencer um menor a fazer sexo comigo qual o problema?
  Sabemos que um ser humano não passa a existir depois dos 18 anos, a criança pode ter uma atração natural por se relacionar com adultos, ela já nasceu assim…
  Percebem que essa teoria do JÁ NASCEU ASSIM então tem que se aceitar assim e a sociedade tem que te aceitar assim é extremamente perigosa?
  É a teoria GABRIELA -"Eu nasci assim, eu cresci assim, vou ser sempre assim, sempre Gabriela".
  Se o ser humano não existe “psicologicamente” antes dos 18 anos então porque distribuirmos Kit Gays nas escolas?
  Aquela criança que já nasceu violenta e bate em outras crianças deve ser aceita como tal e quem apanha deve ficar calado, ser violento não é uma disfunção psicológica se a criança desde cedo já mostrou esta tendência.

  O que quero dizer é:  Porque certas teorias por mais absurdas que sejam só não são absurdas quando aplicadas ao homossexualismo?

  Se eu nasci hétero e quero ser gay ou pelo menos praticar o sexo anal…tudo bem.
  Se eu nasci gay e quero ter uma vida de hétero daí a casa cai.
  Cientistas não podem nem pesquisar um tratamento, religiosos não podem tentar um milagre, eu não posso tomar hormônio masculino, enfim tenho que agradecer por ter nascido gay porque eu sou normal o resto da sociedade é que está doente!
ºººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Um colega se disse impressionado com minha inteligência e pediu para eu escrever sobre o Kit Gay. Acho que o texto não saiu como ele esperava.
  Sabem de uma coisa, aqui conversando com meus amigos mortos, talvez pela companhia tão iluminada deles eu até me sinto alguém especial, não como uma luz, mas como um bom espelho.
  No mundo lá fora eu me sinto incrivelmente burro, não sou capaz de entender quase nada.
  Tudo é tão sem lógica, tão sem sentido, as pessoas falam comigo e demoro a entender o que dizem o que fazem.
  Vejo como os outros agem e os copio como um macaco bem treinado, se eu lá fora voltar a me atrever ser humano e usar a lógica com certeza enlouqueço.
  Fora desse Blog ou do escuro do meu quarto não tento mais entender “porque” fazem só me interesso “como” fazem e copio caso seja necessário.

  Eu nasci assim, não me acho doente, mas o excessivo uso da lógica de certo é uma anomalia, no entanto estou satisfeito com minha situação... ainda bem.


anterior         <>              próximo