quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Rua ou Casa?

  “A maioria dos males acontece aos homens por não ficarem em casa.” [Blaise Pascal]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Não gosto de escrever sobre isso, sempre é muito perturbador, mas como faz tempo que não entro por essa brecha…vamos lá!
  Entendo perfeitamente a Síndrome do Pânico, se pensarmos um pouco observaremos que fora de casa é um lugar assustador onde tudo de mau pode acontecer.
  Hoje não vou falar de roubos, estupro, latrocínio, quedas, atropelamento…   
  Vou amarrar aos textos anteriores e falar de RELACIONAMENTOS.

  Minha esposa trabalha em uma grande empresa e como a maioria das pessoas que trabalham, passa a maior parte do tempo em função do trabalho, se excluirmos as horas de sono.
  Ela tem contato com dezenas de pessoas todos os dias e “provavelmente” 50% deve ser homens.
  Alguma parte desse público masculino deve desejar muito ir para cama com ela então inevitavelmente deve receber cantadas, isso é comum em qualquer ambiente.
  Claro que depois de anos juntos eu já não tenho tantos mistérios para minha esposa e como acontece em 99% dos casais estarmos juntos é algo natural, faz parte da nossa ROTINA.
  Nunca dá para saber ao certo o que se passa na cabeça do outro, mas da minha parte consigo aproveitar tudo de bom que a rotina traz, principalmente a paz, a tranquilidade, a previsibilidade das coisas.
  Me parece que minha esposa compartilha o mesmo sentimento, mas viver é complicado a vida não é exata.
  A possibilidade de minha esposa se apaixonar por outro homem não deve ser descartada e isso acontecendo as chances do relacionamento chegar ao fim passam a ser significativas.
  Eu estou aqui praticando a FILOSOFIA, mas é claro que muitas mentes chegam a essas possibilidades INSTINTIVAMENTE e reagem por REFLEXO, sem pensar, se acovardando diante de uma REALIDADE.
  Proíbem suas companheiras de trabalhar fora ou as controlam com “rédeas” curtas.
  Porque não estender esse controle também a suas filhas?
  Com tanta pornografia por todo canto “prendo minhas cabritas, pois há muitos bodes soltos”.
  Então tudo lá fora é uma ameaça constante, fica “claro” na mente do indivíduo que sua casa é seu REINO, sua família são seus SÚDITOS que lhe devem total OBEDIÊNCIA, não devem se afastar do reino, pois só ali sob sua vista estarão seguros.
  Sim, sua esposa é uma rainha, “rainha do lar”…HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Você esta achando esse indivíduo com uma preocupação exagerada e ridícula a respeito da sexualidade de sua mulher e filhas?
  Parabéns! Concordo com você.
  Agora puxe pela sua memória e OBSERVE quantas famílias vivem essa situação.
  Talvez você mesmo seja um déspota e nem se dê conta, não “auto filosofa”.
  Quantos homens não gostam que a esposa trabalhe e se por necessidade trabalham tem horário rígido para estar em casa?
  Quantos pais estão sempre desesperados em saber exatamente onde estão seus filhos e principalmente filhas, como se seus súditos fossem incapazes de CUIDAREM DE SI PRÓPRIOS?
  A sociedade Freudiana até reforça isso dizendo que todo pai tem que saber exatamente tudo que seus filhos fazem, entrevistar até seus amigos, isso é ser um “bom pai”.
  Confiança? Isso é tolice de Filósofos.

  Sabem, tudo lá fora realmente é assustador.
  Tanto mal pode nos acontecer.
  Minha esposa pode se apaixonar ou viver uma aventura sexual com outro, minha filha pode se apaixonar por um mau elemento, um filho pode se envolver com drogas, eu mesmo posso me envolver com outra mulher e ficar dividido em meus sentimentos, posso ser seduzido pelas drogas, posso me corromper, posso me tornar um mau elemento.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Por outro lado se tenho esposa, filhas, casa, emprego foi saindo da casa de minha mãe que dei esse seguimento a minha vida, logo se o mal esta lá fora O BEM TAMBÉM ESTA.
  Devemos ficar mais em casa ou na rua? [Esse é o enigma proposto]
  O bem e o mal esta em qualquer lugar, uma mente sem juízo que só age por instinto corre risco em qualquer lugar.
  Acreditar que só estando sob suas vistas sua família estará segura é uma atitude covarde diante da realidade.
  Vamos fechar um resultado satisfatório estatisticamente dentro das possibilidades?
  Eu GOSTO de ficar em casa então fico mais em casa.
  Você GOSTA da rua, gente e movimento? Então saia mais para rua.
  Resumindo:
  Tenha cuidado, mas NÃO VIVA COM MEDO!




anterior         <>              próximo