quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Riqueza das Nações

  “A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes”.     [Adam Smith]

%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%

  Tal qual as monarquias todas as experiências Marxistas de governo sempre descambaram para a elite do partidão muito rica cercada de cidadãos pobres e sem liberdade por todos os lados e soldados, muitos soldados e guardas revolucionarias.

  
 “Concentrar renda é característica de todo sistema econômico que “eu” conheço.
  Em todos os impérios, monarquias, teocracias, nas mais diversas formas de administração sempre ocorreu concentração de renda.
  O que você vê em filmes sobre reis e rainhas cercados de camponeses pobres é bem real.”   Clique Aqui

  O Governo Brasileiro estatiza de maneira indireta as empresas usando excesso de tributos e taxas.
  As empresas sempre podem sofrer chantagem do Governo, pois nenhuma passaria no pente fino de uma fiscalização tributária, por vezes nem é de má fé é que a complexidade das cobranças é tão grande que sempre escapa uma irregularidade.
  É só o Governo apontar seus canhões e cometer o estelionato:
  “Paga propina ou eu te fiscalizo.”
ºººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Vou falar de uma ocorrência que não sei onde vai dar, fico aqui torcendo pelo melhor sabendo que também pode muito bem se tornar um intrincado corporativismo muito maléfico para a nação.


  Se o PT pudesse só trabalharia no Governo quem fosse ligado ao partidão é exatamente isso que acontece nos altos cargos de nomeação em que só entra quem é aliado ou afiliado, pode ser até terrorista.



  Acontece que felizmente temos no Brasil a exigência de concurso público para a maioria dos cargos no Governo ou empresas estatais.
  Faz tempo que não dá para negar que trabalhar para o Governo é o supra sumo do mercado de trabalho.
  Carga horária, benefícios, salários, vantagens indiretas.
  Bradesco e Itaú são grandes bancos, mas é difícil encontrar algum bancário que mantendo o mesmo cargo prefira trabalhar nesses bancos que no Banco do Brasil.
  Concursos mesmo para cargos humildes são disputados com gente altamente qualificada que não encontra na iniciativa privada as mesmas benesses.

  Antes de você demonizar a empresa privada lembre-se que para ela sobreviver precisa prestar bons serviços e ter LUCRO.
  O Governo não se obriga a prestar um serviço de qualidade e qualquer dificuldade financeira é só fabricar mais dinheiro ou de preferência aumentar impostos.

  Será ou já foi aprovada uma lei que obriga os planos de saúde particulares a cumprirem certos prazos máximos para procedimentos como resultado de exames e internação.
  Ótimo, maravilhoso. Será que o Governo vai se impor os mesmos prazos?
  Se você vai abrir uma empresa é obrigatório o alvará de funcionamento, vistoria do prédio, no entanto li certa vez uma reportagem que em muitos prédios do Governo não foi emitido nem o habite-se!
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Voltando ao enfoque principal observamos que um simples técnico administrativo “concursado” teve que eliminar muitos concorrentes para estar ali.
  Matematicamente podemos dizer que é uma pessoa com memória ou conhecimento bem acima da média da população para a mesma função ou até um profissional acima da média do mercado. ["SE" os quesitos da prova foram bem planejados e apropriados]

  Como ficará o Governo tomado por essa “elite intelectual CONCURSADA” ocupando tantos cargos?

  Eu torço para que fique cada vez mais eficiente com ótimas idéias surgindo.
  Eu, por exemplo, não consigo realizar um trabalho abaixo de certo padrão de qualidade.
  Algo como aqueles imigrantes europeus que chegaram ao Brasil e melhoraram muito nossas lavouras, o padrão de qualidade deles [mesmo sem muito esforço] se sobrepunha ao nosso.
  Que a riqueza do Brasil seja medida pela riqueza de seu povo e não de seus príncipes…
  Com tantos talentos invadindo o Estado basta melhorarmos um pouco nosso voto e quem sabe teremos um Estado trabalhando eficientemente para nós.


anterior         <> Próximo

Postar um comentário