quarta-feira, 5 de março de 2014

Insensatez

  “Que insensato eu fui! Como me esforcei para forçar todas as coisas a harmonizarem-se com o que eu pensava que devia ser.” [Jung]
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  O complexo de Édipo é um conceito fundamental para a psicanálise, entendido por esta como sendo universal e, portanto, característico de todos os seres humanos.[Wikipédia]

  Em sua teoria do complexo de Édipo Freud nos fala da atração sexual que sentimos por pessoas semelhantes a nossos pais.
  Quem absorve essa teoria fica procurando no parceiro(a) traços que a comprovem.
  Claro que todo homem tem semelhanças com outro homem e toda mulher semelhanças com outra mulher.
  Casais gays já seriam suficientes para colocar essa teoria em xeque a não ser que a sociedade Freudiana assuma o homossexualismo como uma patologia.
  Como nos tempos de hoje não é “politicamente correto” considerar a homossexualidade uma anomalia os Freudianos teriam que escolher entre descartar que o homossexualismo seja uma coisa normal ou que o complexo de Édipo é comum a todos nós.
  Não entendeu?
  Oras, se buscamos para relacionamento amoroso pessoas semelhantes aos nosso pais e eles são héteros...filhos de héteros sempre seriam héteros.
  Como casais gays não procriam a homossexualidade já estaria extinta em nossa espécie.
  Mas deixemos a homossexualidade de lado, vamos para um exemplo mais particular e você busque em sua memória experiências pessoais.
ºººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Eu gosto da minha mãe como mãe, mas já disse a ela que nunca me casaria com uma mulher com suas características, evidente que não estou falando da aparência, minha mãe sempre foi muito bonita, acontece que ela tem um irritante descontrole financeiro e alterações muito extremas de humor, tem dia que ela parece querer discutir de qualquer jeito, se não tiver um motivo ela arranja um…HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!          
  Logo, nunca busquei mulheres semelhantes a minha mãe a teoria de Édipo não se aplicou a mim.

  Meu pai era alcoólatra e violento. Minhas irmãs estão casadas com homens que não bebem e são muito da paz.
  Minhas irmãs são esquentadinhas e dominadoras [hoje estão mais tranquilas] se um de meus cunhados em um ato de descontrole lhes desse um tapa eu não iria perdoar, mas até iria entender [eu mesmo já tive vontade de fazer isso...HAHAHAHAHAHAHAHAAHAHAHA!].
  Além do mais se algum homem bater em minhas irmãs eu tenho até medo do que lhes possa acontecer, podem não acordar no dia seguinte...
 [Maninhas não se irritem lembrem-se que sou uma alma perdida precisando de muita oração...HAHAHAHAHAHAHAAH!]

  O importante nesse relato é que se eu ou minhas irmãs casássemos com tipos físicos/psicológicos semelhantes aos nossos pais os Freudianos diriam: “Estão vendo só! Viva o gênio Freud!”
  Como casamos com pessoas diferentes então fomos no sentido oposto para “compensar” falhas que tivemos na infância. Logo, os Freudianos diriam: “Estão vendo só! Viva o gênio Freud!”   
 Tanto em uma situação como na oposta os freudianos contam vitória da teoria de Édipo!!
 Não lembra a vocês aquele texto “Fácil ser Deus”? Clique Aqui
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Tem muitas coisas que admiro em uma mulher, bom controle financeiro é uma delas, pois isso indica capacidade de controlar muitos outros impulsos, minha mãe poderia ser assim e os Freudianos diriam, estão vendo só!
  Uma coisa que admiro em minha mãe é seu amor a casa, sempre querendo comprar uma coisinha, um enfeite, no começo estranhei minha esposa que não comprava nem uma frigideira…HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!
  [Sintam como escrever é uma atividade de risco, se minha esposa me chamar para discutir a relação eu tô ferrado.]

  Minha esposa falava que tinha amor pela casa, mas na ação não comprava uma mísera cortina.
  Felizmente como é uma pessoa sensata resolveu adaptar seu comportamento ao seu sentimento e hoje a casa está cheia de penduricalhos.

  Minha esposa demonstra amar a casa até demais e as sobras de amor vão para caridade.

 [Vixe! Que bonito ficou isso, muito poético e profundo poderia até acabar o texto aqui]
  Bom senhoras e senhores, espero que sacrificar meus encontros familiares tenha servido ao menos para os senhores entenderem que é insensato forçar todas as coisas se harmonizarem com o que pensamos que deve ser [inventar realidade], ainda mais quando alguém pensa isso por nós.
  Freud pensou uma teoria que não se aplica a maioria de nós porque SOMOS SERES INDIVIDUAIS E ÚNICOS!
  Qualquer padrão é uma sugestão e não uma norma a ser seguida.

  Essa lógica entra em sua mente?

anterior         <>              próximo
Postar um comentário