sábado, 29 de março de 2014

O Consolo

“O crente católico vai a Aparecida agradecer a cura de seu filho, ele não olha para o lado, não vê que o filho do vizinho nem ao menos ficou doente e o cara não sabe rezar nem uma Ave Maria.”
%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Depois que eu relato alguns acontecimentos em minha vida, não falta
pessoas dizendo que eu não devo “desistir”, tenho que ter ainda mais “Fé”, que estas coisas “acontecem com a maiorias das pessoas”.
  Na maioria das vezes fico quieto, não saio por aí lançando bombas mentais gratuitamente, é perigoso tirar as ilusões das pessoas e não colocar nada em seu lugar, aqui no Blog eu consigo colocar a Lógica no lugar, mas em uma conversa informal em lugar não apropriado seria covardia da minha parte me divertir com a desorientação alheia então prefiro o silêncio ou respostas evasivas.
  Vamos meditar sobre o CONSOLO oferecido de que certas coisa desagradáveis acontecem com a maioria das pessoas com maior ou menor intensidade, vem comigo!
ººººººººººººººººººººººººººººººººº
  A realidade que observei em minhas meditações é justamente essa de que a maioria é criatura, se não ralar muito não consegue ter uma vida digna.
  É tipo a mulher que apanha do marido tentando consolar outra que apanha do namorado, não sei porque uma se acha tão melhor que a outra por ter casado com o agressor!

  Poderia dar inúmeros exemplos vou falar de um ao acaso e gostaria que você buscasse na memória seus próprios exemplos ou sua própria vida.
  Lá pelos 20 anos estive muito envolvido com modelos e manequins, fiz um curso profissionalizante no SENAC e por um tempo até dei aulas.
  Tive contato com pessoas incrivelmente bonitas, que corriam de verdade atrás dos seus sonhos, gastaram o que nem podiam com books fotográficos, participaram de inúmeras seleções, principalmente as garotas comiam bem pouco para manter os corpos naquelas medidas.
  Como uma coisa acaba puxando a outra conheci muitos atores amadores, gente de Teatro, pessoas incrivelmente talentosas.
  Mesmo com todo esforço, fé, dedicação...não tiveram bons resultados.

  Sabemos que a Gisele não pretendia ser modelo, tudo aconteceu meio ao “acaso” com ela passeando no Shopping.
  Evidente que não sou ingênuo a ponto de acreditar que ela nunca passou por nenhuma dificuldade, a vida é difícil para todos, mas os resultados na vida dela vieram bastante rápidos e quando uma coisa começa a dar certo temos animo para continuar.

  Será que Gisele tinha mais “Fé” que todas as lindas garotas que eu conheci?

  Para Gisele foi fácil “não desistir” porquê de alguma forma estava tendo um resultado financeiro, sua carreira sempre esteve em ascensão, nem o book ela precisou pagar.
  É muito difícil quando você planta belas flores e só cresce capim.
 O dinheiro que você ganhou no desfile foi descontado do dia que você teve que perder no serviço.
  Você fica naquela vida de muito trabalho, muito esforço, muita dedicação, muitas orações e com resultados que outra pessoa consegue quase que por acidente.

  O duro é ouvir aquela pessoa que tropeçou na sorte dizer pra você que com trabalho, fé e perseverança você terá o mesmo sucesso, justo ela que trabalhou pouco, raramente foi a igreja e que mesmo dando certo pensou inúmeras vezes em desistir de tudo como essa cantora que morreu recentemente, Amy Winehouse, transformada em “deusa” não entendo porque, mas deixemos pra lá…

  Como eu sou pobre minha maior convivência é com pessoas pobres, pessoas sem muito sucesso que dão muito duro na vida ou seja não são nenhuma Gisele, Roberto Justus, RR Soares, Tiririca...
  Eu recebo consolo de CRIATURAS que se acham ESCOLHIDAS.
  Elas ficam falando e na minha mente vem aquela expressão: “Ô coitado!”

 Convivo com pessoas que estão trabalhando, cumprindo suas obrigações ao mesmo tempo que estão cheias de problemas familiares e até dores físicas e vivem dando graças a Deus.
 “Se estou sentindo essa dor insuportável no braço é bom, sinal que tenho braço, oh! glória a Deus”.
ººººººººººººººººººººººººººººººº
  Lembrei agora de uma que por esforços repetitivos do passado hoje tem que tomar remédios fortes e fazer fisioterapia, os remédios são ruins e a fisioterapia dá trabalho [maldita ciência], então vez ou outra ela deixa essas “besteiras da medicina” de lado e vai mais a igreja.
  Naquele momento bonito do culto parece que ela está curada para sempre [louvado seja Deus], mas sabem como é, quando ela chega em casa o “inimigo” não liga para aquela Bíblia aberta sobre a mesa e os braços voltam a doer.

  E aquela vez que em um reunião evangélica no Maracanã o pastor disse que problemas de visão é coisa do capeta e pediu que todos que tinham Fé de verdade, jogassem suas armações fora.
  Depois um repórter flagrou o tal pastor com óculos e perguntou porquê?
  Com tremenda cara de pau o pastor disse que sua fé não era suficiente…HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!

  Como essas pessoas que tentam me consolar não encontram argumentos que justifiquem eu ter a mesma fé que elas, uma vez que em muitos casos a situação geral delas é menos boa que a minha, dizem que “a recompensa está no céu.”
  Sei lá! Se não são escolhidas para terem grandes bênçãos aqui na Terra porque seriam escolhidas para irem para o Céu?

“Decifra-me ou te Devoro!”

anterior         <>              próximo
Postar um comentário