quarta-feira, 9 de abril de 2014

Arrogância

“Mais vale quem Deus ajuda que quem cedo madruga.”
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Certa vez em um debate fiquei surpreso quando um participante disse que não gostava dessa minha arrogância em “querer ser criatura”!
  Gente, gente, gente! EU QUERIA SER UM ESCOLHIDO!
  O dia que filosofando me descobri criatura me deu uma depressão danada, era como se eu pesasse 1 tonelada e deitado na minha cama afundasse no colchão.
  Claro que já fazia tempo que essa idéia vinha tomando forma, mas meu processo de negação foi intenso, só que chega aquele momento que os fatos, as observações estão tão evidentes que não dá mais para ignora-los.
  Se eu conseguisse até optaria por viver de ilusão, mas já disse que não escolhemos o que sentir, viver de ilusão ao que parece vai contra minha natureza.

  Já pensou ser um Davi?
  O sucesso estar garantido por mais sanguinário, mais injusto, mais adultero, mais ineficiente governante que você seja?

  Já pensou ser um Lula?
  Falar o que bem entende em um regime militar e não sumir nos porões das delegacias como aconteceu com tantas criaturas? Clique Aqui
  Ou se livrar de um dos maiores esquemas de corrupção no Brasil bastando dizer que não sabia de nada?

  E ser um Tim Maia?
  Ser um espirito sujeito a todos os vícios, mas nascer com um vozeirão e um maravilhoso balanço musical, ter OPORTUNIDADES.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Meu amigo, se você nasceu com saúde em um berço de ouro e tudo corre mais ou menos bem em sua vida, saiba que eu te invejo.

  Se você nasceu bem pobrinho ou doentinho, mas a sua vida seguiu um ritmo de paz, saúde e prosperidade rapidamente, saiba que eu te invejo.
  A vida é dura para todo mundo [ás vezes penso que estamos em uma espécie de prisão ou inferno], mas para alguns ela é ainda mais difícil.
  É terrível ter que pensar em cada coisa que irá dizer ou fazer porque tudo pode voltar contra si mesmo, até suas melhores intenções podem lhe colocar em grandes ciladas.
  Escrevi a pouco sobre emprestar dinheiro, sabem que pessoas me destrataram por eu ter a “audácia” de cobra-las enquanto continuaram amigas de quem apenas lhes deu apoio “moral”.
  Já contei aqui alguns dos perrengues que passei trabalhando na Industria onde dedicação e competência resultaram em um grande chute no traseiro.
   Mas entendo que tenha quem duvide, afinal só dá para colocar aqui a minha versão das coisas, então vamos para um exemplo que todos podem conferir.
ºººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Assistindo TV a reportagem falava sobre um ladrão que acabava de ser preso, desses caras com várias passagens.
  O diferente da matéria foi que o cara era escritor ou seria em pouco tempo uma vez que uma editora já estava começando a imprimir seu livro.
  Tentei descobrir o que este cara escrevia, mas não tive sucesso, o editor que não quis aparecer diz que se interessou por historias dele na prisão.
  Caraca! Tem alguma coisa que acontece nas prisões que ainda não sabemos?
  Se fosse um bandidão igual aquele Willians Camacho até entenderia o interesse, mas um marginalzinho mequetrefe! Clique Aqui
  Tá, o cara por enquanto não soube aproveitar a sorte que teve, mas a oportunidade apareceu, quantas outras boas coisas ele já desperdiçou não dá para saber.

  No decorrer da minha vida já encontrei várias pessoas que só não estão bem porque abusaram da sorte, perderam grandes oportunidades que elas mesmas reconhecem teriam mudado para muito melhor suas vidas.

  Lembrei agora de um colega que estava muito bem no Exército e adorava a vida militar, não vou entrar em detalhes porque eu mesmo não me lembro bem deles, mas sei que ele foi progredindo rapidamente naquela instituição e hoje poderia ser no mínimo um capitão ou até coronel.
  Quando estava baseado em Brasília entrou em atrito com um superior e pediu baixa.
  Segundo ele, todos ofereceram inúmeras opções, até transferência para outra base, mas sair do exército passou a ser um ponto de “honra”.
  Bem, ele saiu, o Exército em tempos de paz não tem como obrigar ninguém a ficar nele.
  Hoje esse meu amigo é vendedor em uma loja de reforma e construção, mesmo com mais de 60 anos é maratonista, excelente forma física conseguida no militarismo e claro que se arrepende amargamente de ter desistido da vida militar, era a profissão da sua vida.
  Sim ele esta bem, é um cara ajuizado, mas se arrependimento matasse…
  É desse tipo de história que não faz parte da minha vida de que falo.  Revirando todas minhas histórias não encontro essa tal OPORTUNIDADE.
  Se fosse só comigo tudo bem, mas observo isso na vida da maioria das pessoas.
ººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Vamos ao exemplo que todos podem conferir sem depender apenas da minha versão.
  Sempre gostei de escrever, era elogiado pelos professores de português…não pela gramática claro, que nunca foi meu forte.
  Principalmente depois de 2000 quando adquiri um computador já escrevi textos a perder de vista, coloquei minhas teorias a prova em inúmeros debates e fóruns.
  Hoje em dia já meio que desisti, mas por 3 ou 4 anos tive contato intenso com editoras, escrevi um livro, paguei um site de divulgação “Mesa do Editor”, enfim, corri atrás pra valer.
  Mandei para incontáveis pessoas o primeiro capitulo de um livro que sem dúvida é pelo menos melhor que o do marginalzinho mequetrefe [aí eu forcei a barra, nunca tive acesso a obra do indivíduo] e qual oportunidade surgiu? NENHUMA.
  Recebo vários convites de editoras querendo que eu pague a publicação, elas não querem publicar um livro querem vender seus serviços.
  Claro que eu tenho dinheiro para pagar, mas para quê?
  Se elas não irão divulgar o livro, o colocar nas livrarias, eu vou sair por aí dando o livro para amigos?
  Oras, eu consigo divulgar meus pensamentos aqui no Blog, sem pagar quase nada por isso. Apenas mantenho em dia o pagamento da Internet que teria que pagar de qualquer jeito mesmo.
  Então observamos persistência, dedicação, “acredito” que muita qualidade filosófica e…nenhuma oportunidade.

  Lembram que eu falei que a Gisele Bündchen nem ao menos pagou seu Book fotográfico?
  Sabiam que quem era sindicalista era o irmão do Lula, o próprio Lula foi meio que arrastado para esse meio.
  Sabiam que Davi não era o primogênito? Aquele que pela antiga tradição Israelense herdava os maiores poderes.

  É senhoras e senhores, eu gostaria de ser um escolhido ou que pelo menos me caísse uma boa migalha, uma boa oportunidade.
  Se ao menos vivêssemos em um mundo que imperasse a MERITOCRACIA já seria algo muito bom, tenho certeza que escrevo melhor que muita gente de sucesso por aí.
  Se você é um ESCOLHIDO meus sinceros parabéns!
  Ser criatura é fo#a, não me invejem por isso.
  Se você é criatura e se acha um escolhido, sinto muito. Você esta ainda mais ferrado que eu, vive de ilusão.
Se você esta sendo atingido...




anterior         <>              próximo
Postar um comentário