sexta-feira, 20 de junho de 2014

Sobre Ética

  “A Moral e a ética, quando pregadas em demasia e como forma de controle, são escoras da incompetência.  Ou ainda uma cortina de fumaça dos defeitos psicológicos”
  [Bibiana Zaparolli]



  Recebi um e-mail sugerindo que eu devo dedicar mais tempo meditando tendo como base a ética e não a lógica.


  Sei lá, eu prefiro a lógica mesmo, a ética é muito ligada a moral e a moral é muito instável porque esta ligada a costumes e a uma definição do que seja bem e mal. [ou bom e mau]

  Praticar Filosofia tendo como base a moral se mostrou muito ineficiente, justamente por isso escolhi a matemática como base e sua parceira ideal é a Lógica.
  Vamos a alguns exemplos ilustrativos.
  Se todas as vidas tem o mesmo valor então imagine a seguinte situação:

  Você é um ferroviário e pode fazer dois trens se chocarem matando 100 pessoas.
  Um terrorista sequestra sua filha e diz que a matará caso não provoque o acidente.

  Pela lógica o mais eficiente seria sacrificar sua filha salvando 100 pessoas, não dá margem para outro tipo de decisão.
  Você tentará salvar sua filha até o último segundo, mas não havendo jeito pela lógica só existe uma decisão a ser tomada, se todas as vidas tem o mesmo valor você esta sacrificando 1 em favor de 100.

  Pela moral/ética minha filha que conheço tem muito mais valor que 100 pessoas que não conheço.
  Dificilmente eu seria condenado moralmente ou eticamente por alguém em preferir exercer meu amor de pai.

  Percebem que a Lógica me indica o que seria o “certo” a fazer, mas a ética me joga em um conflito que eu não desejo para nenhum ser humano na face da Terra?
ºººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
  Vamos a outro exemplo complexo.
  Sou um político que já desviei muita verba e todos sabem disso, tenho até mandado de prisão expedido pela Interpol, acontece que eu concorri a eleições limpas e fui eleito.
  Estarei faltando com a ética se continuar desviando recursos? Por quê?

  O povo que me elegeu acredita que mesmo roubando eu sou melhor que outros políticos honestos, oras, se eu tenho o aval do povo para continuar como sempre fui, seria falta de ética não agir como o povo espera que eu aja, como estou acostumado.

  Já expliquei em texto anterior que se você não faz parte da panelinha não tem lógica votar em corruptos, mas se você GOSTA do cara, acredita que ele é o melhor para sua Cidade, não vejo falta de ética, o voto é livre e seu, tem direito de votar em quem bem entender mesmo que eu não entenda. Clique Aqui

  Votar em um corrupto não é lógico, mas também não é antiético, você não é obrigado a acreditar na mídia ou Interpol e mesmo que acredite tem direito de exercer sua liberdade de voto.
  Bem, eu não voto em corrupto porque prefiro a lógica, a ética é muito movediça.

 Você deve estar se perguntando se eu sacrificaria minha filha?

  Nada é tão simples este é o tipo de situação que nunca quero estar.
  A Filosofia sugere que não escolhemos o que sentir e eu sinto que para eu a vida de minha filha é muito mais importante que a vida de nem sei quantas pessoas.
  Eu faria de tudo para salvar a todos, mas naquele último segundo, se não houvesse jeito, provavelmente salvaria minha filha.
  Se fosse uma criança desconhecida faria de tudo para salvar todos mas no último momento pouparia as 100 vidas.
  Percebem que a ética necessariamente envolve um sentimento e a Lógica considera esta variável “sentimento”, mas vai muito além dela?

  A moral se prende a “bons costumes” a lógica analisa se o costume é eficiente, de acordo com a situação.
  Para a ética religião, por exemplo, não se discute para a lógica religião afeta tanto a vida das pessoas que é impossível não ser discutida.

  Concluindo eu digo que minhas decisões não tem como sempre serem lógicas porque tenho sentimentos, mas a lógica é minha conselheira de maior peso evito ao máximo contraria-la.
  E a Ética, moral e bons costumes?
  Sei lá! GOSTO mais da Lógica…não escolhemos o que sentir.






Anterior          <>        Próximo