sábado, 13 de junho de 2015

Doenças da Alma

  Blogueira australiana finge câncer terminal para ganhar dinheiro.
  A australiana Belle Gibson, uma blogueira que escrevia sobre saúde, criou um negócio de sucesso ao dizer ter sobrevivido a um câncer terminal. [BBC]


  A revista australiana especulou que ela poderia estar sofrendo de algum problema psicológico em que pessoas buscam atenção ao fingir ter uma doença.
  É uma hipótese que se baseia em avaliações feitas por psicólogos de uma condição conhecida como "desordem fictícia", em que pessoas agem como se tivessem um problema físico ou mental, exagerando os sintomas.
  Pessoas saudáveis e equilibradas não têm de inventar enfermidades para chamar atenção ou obter benefícios financeiros", afirma a psicóloga Melissa Keogh.
"Quem faz este tipo de coisa costuma agir assim depois de um trauma ou um transtorno infantil.
  Se você revisa a trajetória desta pessoa, é comum haver algum tipo de problema afetivo."
  Keogh argumenta que, para uma pessoa comum, isto pode parecer ser um tipo de fraude, mas que, em muitos casos, há condições psicológicas subjacentes, incluindo "transtornos de personalidade ou elementos de narcisismo".
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
   Devo ser uma pessoa comum, para eu o que a Blogueira fez é fraude.
 
  Nessa matéria percebemos o quanto a psicologia é nefasta para nossa sociedade.

  Pessoas não são ruins ou má intencionadas, quando cometem crimes é por problemas psicológicos, precisam ser tratadas não punidas.
  Todo ser humano é naturalmente bom e honesto, se comete crimes a culpa é dos pais ou da sociedade...acredite quem quiser.

  Essa australiana é claramente uma estelionatária.
  Clique no link para a matéria, leia a reportagem com calma.

  Não lhe parece estranho que a “doença psicológica” ficou ausente quando ela se apropriou do dinheiro?
  Com o dinheiro na mão os sintomas despareceram!?
  Medite comigo.
  Se ela realmente acreditava que tudo que estava vivendo era real o natural seria fazer a doação como o prometido.
  De posse do dinheiro ela “esqueceu” que tinha câncer e que havia entidades as quais ela tinha usado o nome para angariar fundos?

  Pense em uma mulher com gravidez psicológica, a barriga dela não cresce, ela conscientemente enche com travesseiro?
  Na hora de ir para o hospital fazer o parto ela prefere sequestrar uma criança...

  Essa australiana é uma tremenda 171, agora se diz arrependida, todo estelionatário se diz arrependido e chora lágrimas de crocodilo... depois que é pego. 
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Você lembra do texto “Fácil ser Deus”?

  Nesse aqui vemos como “É fácil ser Psicólogo”

  Claro, tem a parte chata dos 4 anos de faculdade e depois conseguir um lugar ao Sol em um mercado bem concorrido.
   O ponto a favor da psicologia é que ela é mais acessível a nós pobres mortais, praticamente qualquer pessoa pode fazer essa faculdade, depende da vontade e esforço de cada um.
  Ser “deus”, “santo”, “grande líder religioso” depende das pessoas terem uma grande empatia por você é algo bem mais complicado, mas não vamos perder o foco...

  Para quê 4 anos de faculdade se tudo é justificável a favor da Psicologia?

  Leia alguns livros sobre o assunto e não precisa mais que isso, foi o que eu fiz e não encontro psicólogos formados para contra argumentar minhas observações.
  Preferem me bloquear.



  “Freud” explica tudo e se você não entendeu é devido a sua inteligência limitada.
  [Deus sempre sabe tudo e faz tudo certo se você não observa isso...é sua inteligência limitada ou excesso dela, você “pensa demais”, falta Fé]

  De certa forma acreditar em certos dogmas da Psicologia é um ato de “Fé”.
 Temos que acreditar cegamente que o delito cometido por um criminoso tem origem em sua infância.

  O criminoso teve uma infância difícil?
  Culpa dos pais ou do Governo.

  O criminoso teve uma infância boa?
  Déficit de atenção não diagnosticado, hiperatividade.

  Foi diagnosticado e tratado, mas mesmo assim ele cometeu crimes?
  Culpa de más companhias, mídia, opressão religiosa...

  A Psicologia não tem método cientifico, se “parece” que deu certo ela fatura se dá errado ela culpa alguma coisa ou alguém.

  Freud explica tudo se você não entende o problema é do seu pai, da sua mãe até a quarta geração.

HAHAHAHAHAHAHAHAHAAH! Lembrei dessa passagem:

  “Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.
  Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam. [Êxodo 20:4,5]
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬   Eu defendo que a Psicologia deve ser encampada pela Psiquiatria:

    “Psiquiatria é uma especialidade da Medicina que lida com a prevenção, atendimento, diagnóstico, tratamento e reabilitação das diferentes formas de sofrimentos mentais, sejam elas de cunho orgânico ou funcional, com manifestações psicológicas severas.
  São exemplos: a depressão, o transtorno bipolar, a esquizofrenia, a demência e os transtornos de ansiedade.
  Os médicos especializados em psiquiatria são em geral designados por psiquiatras (até meados do século XX foi também comum a designação alienistas).”

   Mais ciência e menos IDEOLOGIA FREUDIANA.

   Estatísticas Comportamentais, Neuro Ciência, desenvolvimento de remédios devem ser a base da Psiquiatria.
  Como virou TRADIÇÃO não acredito no fim da Psicologia, ela manterá o nome, mas passará por profundas modificações.

  Todos já estão cansados dessa falácia sobre os super poderes do “inconsciente” e “sub consciente”.

  Com eletrodos podemos ver o que acontece em nosso cérebro sem teorias fantasiosas.
  Com drogas eficientes podemos amenizar certos comportamento nocivos.

  No mais é “cuidar do espirito”, não conheço nada melhor que a FILOSOFIA, acessível a qualquer um pelos mais diferente meios.

  Psiquiatria é uma palavra que deriva do grego:
 “Arte de curar a Alma”

  Não conseguimos nem uma boa definição para o que é alma quanto mais identificar suas doenças.

  Não olhar direto nos olhos das pessoas é algum distúrbio?
  Eu acho a psicologia algo tão limitado que é por demais tedioso quando tentam aplica-la em mim.
  Lembrei de uma reunião de trabalho onde a pessoa que conduzia fez um monte de análises sobre a minha pessoa baseada apenas porque eu não a encarava, não olhava em seus olhos.
  Eu defendo que isso é uma característica de muitas pessoas e não uma falha psicológica, mas não perdi meu tempo dizendo isso a ela... duvido que me entendesse.
  Apenas esperei uma brecha para desestruturar sua crença.
  Ela disse que eu [por não olhar nos olhos] era inseguro e estava sempre na defensiva.
  Resolvi me divertir um pouco passei a olhar em seu olhos, agir com uma certa arrogância e parti para o ataque com bombas mentais.
  A pessoa veio preparada para um William que ela imaginou em sua vã psicologia e encontrou algo oposto e desconcertante.
  Eu realmente não gosto de olhar nos olhos das pessoas, mas é para protegê-las da minha invasão.

   Não gosto de olhos me olhando quando não são a janela de uma alma.
  Quando olho nos olhos de uma pessoa é como se mergulhasse em um Universo paralelo, uma vida até certo ponto semelhante a minha, mas com outros personagens, outros nomes, outras atitudes. [Bom Dia]

  Eu considerado a psiquiatria a ciência de curar o cérebro.

  Epilepsia e uma doença do cérebro então nossos conhecimentos neurológicos/psiquiátricos podem ser úteis.
  Vamos dizer que o ciúme exagerado é uma doença da alma e nesse caso não vejo utilidade. 
  Mudar a característica dessa alma através de algum método psiquiátrico acho improvável.
  Quando converso com um ciumento apenas mostro a realidade e o incentivo ao bom senso, não é necessário um ano ou mais de terapia.
  Isso dá sempre certo?
  Claro que não, depende da capacidade do cidadão em ter bom senso.
  A vantagem é a economia de tempo, se ele não reage bem a meia hora de conversa os resultados depois de um ano de conversa serão os mesmos.
  Você que está acostumado com a psicologia pode estar imaginando verdadeiros tratados de como deve ser esses 15 ou 30 minutos de conversa.
  Na verdade seguem sempre o mesmo padrão.
  Você apresenta ao cidadão os custos e benefícios de uma ação movida pelo ciúmes.
  Matar a esposa, qual o benefício disso?
  Você não corre risco de sentir a dor de vê-la com outro, mas e a consequência?
  Possivelmente prisão e ver seus filhos sem a mãe.
  As pessoas agem meio que por instinto, agem pela emoção segundo as características de sua alma.
  O melhor contraponto é você estimular no indivíduo um pouco de razão.
  Boa parte dos cidadãos respeitam as normas de trânsito não exatamente por serem bons samaritanos, mas por causa da consequência de uma multa ou acidente.
  Usam camisinha não por essa ser sua vontade, mas por medo de pegar doenças ou provocar uma gravidez indesejada.
  Para terminar que tal mais uma provocação?

  Com certeza o ciúmes é uma doença por só trazer coisas más?

  Não é bem assim, a maioria das mulheres são muito carentes.
  Quando elas encontram alguém que as querem mais que tudo se sentem muito lisonjeadas.
  Quero fizer que um homem pode ter conquistado uma mulher justamente por ter sido muito ciumento.
  Se não fosse ciumento talvez não conquistasse sua amada e não viveria todos os momentos que viveu.
   Agora sofre ao pensar que os bons momentos não acontecerão mais.
  Existe algum remédio ou terapia para acabar com o ciúmes?
  Eu não conheço.
  O mais racional é que você entenda essa sua característica e não faça besteiras das quais se arrependerá amargamente.
  Se você não se esforça ou não é capaz de entender isso em meia hora de conversa... precisa ter muita fé que isso ocorrerá em 5 anos de alguma terapia.

  A lógica é o início da sabedoria não o final. [Spock]

  Os efeitos nocivos das “doenças da alma” só acontecem por falta de SABEDORIA.

  Se a lógica/bom senso não te interessam, não tem como iniciar o tratamento.


 “Nossa, falar que psicologia não é ciência... parei de ler na terceira linha.
Só porque não é exata, não deixa de ser ciência. A pessoa que afirmou que psicologia não é ciência não deve ter a menor ideia dos seus padrões de comportamento, tampouco dos seus complexos. Provavelmente não saiba nem que isso exista...” [Comentarista no G+]
▬▬▬▬▬
  Meu irmão, que fez psicologia por 2 anos, me veio com esses esquemas de id, ego e super ego e o desafiei a mostrar em uma destas maquinas super modernas de ressonância onde se localizavam estas estruturas.
  Não há nenhuma prova cientifica que elas existem.

  NÃO, não estou confundindo Psicanálise com Psicologia, só digo que é inegável que Freud “conseguiu” um certo glamour para Psicologia com seus esquemas apoiados na mais pura FÉ uma vez que até hoje não tem comprovação.
  A psicologia antes da psicanálise era química, já falei algumas vezes de como agem os psicotrópicos, amenizam os sintomas, mas não curam o doente.

  A Psiquiatria é ciência.
  Gosto da análise de comportamentos quando são apoiados em estatísticas, matemática é uma ciência, química é uma ciência.
   PSICOLOGIA... É UMA CRENÇA.


Anterior          <>        Próximo