sábado, 25 de julho de 2015

Instituto FHC

  “A fama dos grandes homens devia ser sempre julgada pelos meios que usaram para obtê-la.”
[François La Rochefoucauld]

  Muitas coisas que FHC fez em seu governo eu não concordei na época, mas depois adquirindo mais conhecimento passei a concordar.

  No caso do instituto FHC não concordei e continuo discordando.

  Não vejo sentido em algo desse tipo.
  Como Lula fez questão de não querer ficar por baixo temos também o Instituto Lula.
  Esses institutos são para promover estudos e debates.
  FHC e Lula estão sempre por aí participando de debates e lucrativas palestras claro que é mais fácil eles irem onde o público está e paga para ouvi-los porque então os institutos?

  Dizem que é pra receber políticos e empresários.
  Uma casa espaçosa  não resolveria isso?
  FHC e Lula não tem condição de comprar uma casa espaçosa para receber os amigos e interessados na “sabedoria” de ambos?

  Esses institutos tem um lado muito nefasto servem para achacar empresários.

  Em um país como o nosso em que o Estado interfere demais na economia nenhum empresário quer ficar mal com o governante.
  FHC pediu doações para formar seu instituto, o empresário acaba contribuindo para não ficar mal com um político influente.
  Lembremos que mesmo com o fim do mandato FHC
continua influente em um partido que governa vários Estados.
  No caso de Lula que tem linha direta com a Presidente e é candidato para 2018 o empresariado se sente ainda mais coagido a contribuir.
  Quem vai querer ficar mal com o cara?

  Vamos meditar mais profundamente no caso FHC para depois liga-lo ao caso Lula.

  Fernando Henrique não é mais candidato a nada, sua influência no PSDB é grande, mas não é dele a última palavra.
  Quero dizer que Lula tem muito mais peso nas decisões do PT do que FHC nas decisões do PSDB.
  Na pratica um empresário já não vê justificativa para agradar FHC a ponto de doar milhares a seu instituto.

 Claro que ocupar a Presidência é um feito importante, mas também é uma coisa muito temporal que cabe no canto de algum museu.
  Esses institutos presidências são apenas vaidade. 
  Mas se são bancados com o próprio bolso ou por familiares não vejo problema.
  Essa coisa de serem tão grandiosos e sobreviverem de doações...não tem como ficar bem.

  Com as doações diminuindo [a tendência é praticamente zerar] já ocorreu algo pra lá de imoral.
  A Sabesp doou 500 mil ao instituto FHC.
  Se a Sabesp não tivesse nenhuma ligação com o governo de SP já seria curioso entender porque uma empresa doa tanto a um instituto de palestras e não para caridade ou outra causa mais nobre.
  Com toda essa crise hídrica não deve ser difícil encontrar algum lugar melhor para alocar esses recursos.
  Questionado sobre o que o instituto faria com os 500 mil foram criadas um monte de historinhas como digitalização do acervo.
  Vou dizer o que deduzo para que esse dinheiro será usado.
  Até onde sei o instituto não lucra com nada, sobrevive de doações.
  De certo há gastos com funcionários, manutenção, limpeza, agua, luz, telefone, impostos....
  Se não entra dinheiro e só sai esses 500 mil vão só para ele continuar existindo por mais algum tempo.
  Logo, logo o dinheiro acaba e FHC vai mendigar mais doações ou vai usar sua influência em alguma empresa que pode ser achacada pelo PSDB?

  FHC tem que perceber que a criação desse instituto foi um grande erro e encerrar suas atividades.

  Nada de bom pode sair dali, pelo contrário ações constrangedoras para conseguir dinheiro só mancharão sua história.
  Quer divulgar seus conhecimentos! Use a Internet.
  Meus Blogs não me custam nada além da conta de Internet.

  O instituto Lula segue o mesmo modelo.
  É uma vaidade de Lula que se fosse mantido com o dinheiro dele...tudo bem.
  Mas o empresário é “convidado” a doar e como dizer não a um político tão poderoso?
  É evidente que empresários não são sempre vítimas indefesas, muitos se aproximam justamente para construir uma intimidade e conseguir algum favorecimento.
  Pense no caso daquele empregado “puxa saco”.
  E quando o chefe gosta de ser paparicado, é vaidoso, acaba de fato lhe dando algum favorecimento.
  No caso da política é mais complicado porque o favorecimento acaba saindo do nosso dinheiro dos impostos.
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Elvis Presley e Michael Jackson foram fenômenos mundiais, atraíram multidões em vida e também pós morte.
  Um museu ou galeria com seus objetos de uso pessoal atrai um público disposto a pagar.
  Música é uma coisa um tanto eterna e mesmo quem não os conheceu no apogeu ainda podem se emocionar com suas músicas.
  É comum você ver crianças de 5 anos vibrando ao som e dança de Michael.
  No tempo de Elvis ainda não produziamos tão facilmente imagens, mas seu vozeirão esta eternizado em discos.

  Fica fácil entender que Tancredo, Sarney, FHC e Lula definitivamente não tem o mesmo apelo.
  Só nos falta agora um Instituto Dilma... vixe, crendospaitodopoderoso!

  Fiquei sabendo que o Museu do Pelé esta as moscas, só dando prejuízo.
  Eu não vi o Pelé jogar, o primeiro jogador que me lembro de admirar foi Zico e mesmo assim não pagaria ingresso para ver objetos pessoais dele.

  Eu vi Ayrton Senna correr e vibrei muito com suas corridas, mas é um nome que para eu vai se perdendo no tempo, ele morreu há tanto tempo.
  O que Ayrton Senna significa na memória da minha filha que nasceu em 2000? Qual apelo ele pode vir a ter no futuro?
  O Instituto Ayrton tem projetos filantrópicos e a caridade é algo necessário.
  Você pode fazer uma doação ou comprar produto da grife com intuito de ajudar o próximo e não como uma reverência ao corredor de Fórmula 1.

  Você vai doar dinheiro para o Instituto FHC ou Lula porquê?
  O objetivo não é filantrópico.
  Como Presidentes é claro que ficarão para sempre nos livros de histórias do Brasil.
  Mas a tendência é despertarem cada vez menos interesse.
  Getúlio Vargas, Juscelino Kubitschek, Jânio Quadros, João Goulart...são nomes de importantes ex presidentes que eu consigo localizar na história porquê...gosto muito de História.
  Para filosofar com qualidade é importante ter bom conhecimento cientifico e histórico.
  Qualquer jovem que queira ou precise saber [trabalho escolar] sobre Getúlio encontrará farto material na Internet pouquíssimos irão a algum Instituto ou museu atrás desse conhecimento.

  Enfim, Institutos de FHC e Lula são pedras incomodas em nossos sapatos.
  Esses dois poderiam ser menos vaidosos e mais pragmáticos.
  Não temos como obriga-los a encerrar as atividades, mas em nome do bom senso...deveriam fazê-lo.
  “Vista pelos jovens, a vida é um futuro infinitamente longo; vista pelos velhos, um passado muito breve.”

[Arthur Schopenhauer]





Anterior          <>        Próximo

Postar um comentário