sábado, 31 de outubro de 2015

Para CIA

  Gosto dos Estados Unidos, depois do Brasil é o país pelo qual mais me interesso.

  Não sei qual a estratégia deles para a questão Síria mas vou dar minha sugestão.

  Se eu fosse Presidente dos Estados Unidos o que eu faria?

  Uma reportagem feita com iraquianos mostrava que para eles o Iraque está melhor sem Saddam Hussein, mas se queixam de uma coisa:
  “- USA e Inglaterra não ofereceram mais nada aos iraquianos.”

  Fico pensando sobre o que americanos e ingleses ainda tinham que oferecer!
  Os iraquianos queriam ser colônia do USA ou da Inglaterra?
  Conhecendo os islâmicos tenho certeza que não, atentados contra soldados inglese/americanos seriam uma constante.

  Os americanos (e eu) esperavam que uma vez tirado o ditador Saddam, os iraquianos se organizariam democraticamente e começassem a construir um Iraque mais moderno, com mais liberdade política, econômica, religiosa.
  O Iraque “dando certo” poderia induzir outros povos daquela região a seguir o mesmo caminho criando um efeito dominó.
  Teríamos um Oriente Médio menos fundamentalista, mais laico, mais democrático e pacifico.

  Os americanos a meu ver fizeram a parte deles.
  Não, não foram perfeitos, perfeição não existe.
  Tivemos imagens horríveis de cidadãos sendo torturados, mas em uma guerra é difícil manter absolutamente todos sob controle.
  Indivíduos americanos foram processados e punidos pelo excesso.
  Lembre-se que se Saddam tivesse ganho a guerra e seus soldados fizessem coisa parecida seriam até condecorados.
  Radicais islâmicos sequestram e torturam e são ídolos entre os seus.
  Quando o pessoal de Osama colocou abaixo o Word Trade Center matando propositadamente mais de 3000 civis não faltou gente comemorando.
  Osama passou a ser herói no mundo islâmico.
  Alguns militares cometem excesso durante uma guerra no Iraque e demonizamos todo povo americano!!
  Não podemos taxar todo islâmico de terrorista, mas visivelmente o abuso de militares americanos causa muito mais indignação entre os cidadãos americanos que os ataques terroristas causam indignação entre os islâmicos.

  Se a maioria dos cidadão islâmicos não praticariam o ato terrorista em si, minha percepção é que no mínimo 50% o apoiam.
♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦♦
  Os Iraquianos não acham que a responsabilidade de construir um Iraque melhor é deles querem que americanos e ingleses fiquem responsáveis por isso.

  Com um detalhe, americanos e ingleses não devem tentar mudar a cultura dos iraquianos e nem governar o país.
  Pela vontade dos islâmicos, Inglaterra e USA devem pegar parte dos impostos pagos por seus cidadãos e enviar a fundo perdido para os cidadãos iraquianos para que eles tenham uma vida de abundância.
  O exército americano deve apenas manter a segurança em todas as localidades do Iraque e nas fronteiras fazendo um trabalho de policiamento ... as próprias custas evidentemente.

  Percebem o ridículo da coisa?

  Antigamente um povo entrava em guerra com outro e o povo perdedor deveria ficar agradecido se não fosse escravizado ou totalmente destruído hoje em dia o povo perdedor exige todas as benesses possíveis e imagináveis.

  Fica claro que há muitos povos que desenvolveram uma cultura pra lá de ineficiente e não pretendem mudar.

  Islâmicos e democracia por hora não dá liga é bobeira  insistir.
  Talvez um dia eles evoluam para estados laicos/democráticos, mas por enquanto vão se auto destruindo em guerras tribais até que algum ditador surja e consiga colocar no cabresto a maioria.

  Com a lição deixada pela ação no Iraque qual deve ser a posição do EUA na Síria?

  A Primavera Árabe deu uma falsa esperança que as coisas mudariam nos povos islâmicos, mas ainda não foi dessa vez.
  Alguns ditadores caíram e o que aconteceu?
  Surgiu anarquia ou outra ditadura no lugar.

  Vale a pena gastar dinheiro dos impostos para derrubar Bashar?
  Eu penso que não.
  A Síria vai virar uma anarquia ou surgirá outro ditador islâmico de alguma tribo.

  Diante dessa enrascada Vladimir Putin foi a melhor coisa que poderia aparecer para os americanos.

  Entenda porque:
  A Rússia tem um exército fabuloso, com ele apoiando Bashar (Ditador Sírio) a tendência é parar o avanço dos rebeldes sírios levando alguma estabilidade e evitando mais fuga de sírios para países da Europa.
  Fala sério, mesmo uma Alemanha tem graves dificuldades para absorver tanta gente.
  Sírios com uma cultura visivelmente ineficiente [Não vivem em paz nem em seu próprio país], cheios de crianças e que nem falam alemão.

  Putin naturalmente aumenta sua influência na Síria e quão relevante é isso?
  A Síria é só mais uma nação conturbada em uma região conturbada, é um "carro" muito depreciado.
  A Rússia vai ficar com um fusquinha 1969, todo enferrujado e de motor fundido na garagem ... grande aquisição.
  Guerras custam caro, sabemos que com a baixa do preço do petróleo a Rússia não vive seu melhor momento econômico, não vejo como torrar bilhões em guerras pode melhorar sua situação.
  É o dinheiro dos impostos do cidadãos russos que está indo para o ralo ... problema deles.

  A Rússia é uma ameaça militar para o Ocidente?
  Não vejo como Putin pode atacar o Ocidente e evitar sua própria destruição.
  Ao Ocidente cabe fazer esse jogo de cena, deixar Putin acreditando que é o bambambã, o “Grande Líder.”
  No final do ato o Ocidente terá uma Síria estabilizada sem tanta fuga em massa e a Rússia com uma economia ainda mais fragilizada.
  Putin irá “vencer”, ficará muito prestigiado e em Wall Street americanos estarão dando gostosas gargalhadas.



Síria – Fusquinha 69


População- 18 milhões   
PIB 2010-   107 Bilhões
Renda per capita- 5 mil
IDH-  118º





Brasil – Brasília 74


População – 190 milhões (Estimativa 204 milhões em 2015)
PIB 2014- 3 Trilhões
Renda per capita- 15 mil
IDH 2013- 79º






Alemanha – Mercedes 2015


 População – 82 milhões
PIB 2014- 3,6 Trilhões (com menos da metade da população do Brasil)
Renda per capita- 44 mil
IDH 2013- 6º




Rússia – Lada 80


População – 143 milhões
PIB 2014- 3,6 Trilhões
Renda per capita- 25 mil
IDH 2013- 57º







Anterior          <>        Próximo
Postar um comentário