sábado, 9 de abril de 2016

Movimentos Socialistas

  “Lula diz que está pronto para a guerra e convoca 'chefe' do MST a colocar o exército dele na rua.”

  Há alguma possibilidade de termos guerra civil?

  Não vejo como.
  Precisaria ter um dissidência muito grande nas forças armadas defendendo a permanência do PT no poder.
  Soldados são povo como qualquer um de nós.
  A maioria dos militares querem o impeachment, há os simpatizantes dos ideais marxistas, há os que querem intervenção militar e os que “tantos faz como tanto fez”.

  A quantidade de militares torcendo pelo comunismo/socialismo deve ser baixa ainda mais depois da comissão da “verdade” onde só os militares são investigados e os guerrilheiros tratados como mártires.

  A intervenção militar ... há um consenso em nossa sociedade que seria um grande passo atrás.
  Os marxistas não querem isso, os críticos do marxismo não querem isso.

  Alienados políticos há em qualquer extrato da sociedade, deles com certeza não virá nenhum tipo de guerra armada.

  Sobra os ditos “movimentos sociais” que na verdade são movimentos que lutam para implantar o Socialismo.



  “MST inicia 'Abril Vermelho' com duas invasões no Pontal do Paranapanema.
  Fazendas ocupadas ficam em Marabá Paulista e Mirante do Paranapanema.
  Ainda conforme o coordenador nacional do MST, o objetivo do “Abril Vermelho” é lembrar o massacre de 19 trabalhadores rurais sem-terra ocorrido em 17 de abril de 1996, em Eldorado dos Carajás, no Pará. [Globo]

  Caraca, o que São Paulo tem a ver com isso!?
  Porque não invadem terras no Pará?
  “Se” houve algum erro na ação da polícia do Pará, porque o agricultor de SP tem que pagar!
  Com desculpas esfarrapadas como essas e ações transloucadas o MST vai atraindo a antipatia da sociedade.
  Uma novela da Globo que me revirava o estomago só de ver as chamadas comerciais era “O Rei do Gado”.
  Não, não assisti a novela, mas não consegui ficar tão alienado a ela a ponto de não saber do que tratava.

Era a romantização das invasões de terra.

  Quando vejo os esquerdistas falando mal da Rede Globo os acho muito ingratos.

  Não acho que a Globo fez de propósito a novela Rei do Gado para apoiar o MST.
  Qualquer empresa competitiva faz uma pesquisa de Mercado e tenta colocar produtos de acordo como os anseios da sociedade que podem não passar de modismo, mas de qualquer forma estão ali.

  O autor da novela pode ter pessoalmente ideais de reforma agraria e claro que puxa a sardinha para seus ideais.
  Ou o autor é neutro (coisa quase impossível) e detectou na sociedade o anseio de uma obra que falasse desse assunto tratando como grandes “injustiçados sociais” os invasores de terra.

  De qualquer forma o fato é que o Rei do Gado foi um grande sucesso, era realmente o produto que a sociedade brasileira queria naquele momento, azar o meu que quase tinha uma ulcera estomacal cada vez que por uma situação ou outra era obrigado a assistir.
  Recentemente passou no “Vale a Pena Ver de Novo”, tem uma TV destinada ao público no setor onde trabalho e por vezes fui torturado tendo que ouvir a novela ... meu enjoo estomacal voltou.

  O MST é uma novela que maioria já enjoou, NÃO vale a pena ver de novo.

                     Santos Invasores devoradores de impostos  VS  Monstros produtores de comida

  Ou será que a vida imitará a arte...

  “A reexibição de O Rei do Gado, na sessão Vale a Pena Ver de Novo, tem obtido bons índices de audiência para a TV Globo, segundo o portal Terra.
  A trama de Benedito Ruy Barbosa registra ibope maior ou igual ao de novelas inéditas que estão no ar na emissora.” [blogdorodrigoferraz]

▬▬▬//▬▬▬

  Quem se interessar por história pode verificar que todos os países Comunistas em vários momentos passaram por forte desabastecimento de alimentos.
  Este negócio de agricultura familiar é coisa do Feudalismo, não tem como dar certo em um mundo com 7 bilhões de pessoas, precisamos produzir alimentos em ESCALA INDUSTRIAL, para isto precisamos de grandes propriedades, precisamos dos LATIFÚNDIOS.

  Por isto que o Governo Militar desistiu de aplicar a ferro e fogo o Estatuto da Terra, este negócio de pequenas propriedades e agricultura familiar é uma grande, uma enorme roubada.
  Um de meus cunhados gosta da vida no campo, juntou um dinheiro, vendeu sua casa no centro e comprou uma chácara quase na divisa de Campinas, ele vive bem, do jeito que gosta, sua plantação é artesanal, gera pouco excedente, ele não vive disso, vive da aposentadoria.
  Por mais dinheiro que você coloque neste tipo de agricultura o cidadão acaba produzindo pouco mais que para sua própria subsistência, não produz “excedentes” para serem comercializados.
  Se você gosta da vida no campo, trabalhe, junte dinheiro e adquira uma PROPRIEDADE lá.
  Pensem bem, se a agricultura familiar não supre a necessidade de produção de alimentos deveremos acabar com os prédios de apartamento, pois todo mundo teria que ter um grande quintal porque a comida fatalmente ficaria muito cara.


  Com grandes quintais a ocupação humana cobriria ainda mais espaço no planeta... isto sendo bem otimista, porque sendo realista a mortandade por conta da fome seria tão grande que a população seria reduzida rapidamente. [Estatuto da Terra]

Anterior          <>        Próximo