segunda-feira, 1 de maio de 2017

Aprovação de Michel Temer

  Sou um dos poucos que aprovo o Governo Temer, o considero de regular para bom.



  Leia meus argumentos/considerações.

1 - Devemos ficar de olho, combater a corrupção é uma constante.

   Quem sabe de alguma corrupção ocorrendo “agora” no Governo deve denunciar.
  Até onde sei BNDES e Petrobras estão sendo bem administrados.
  As pedaladas não estão acontecendo.
  As empreiteiras não estão abastecendo cofres dos políticos.
  Estamos em outro momento...


2 – Precisamos parar o país contra a reforma da previdência?

  Não precisa “luta”, o governo é democrático, o dialogo tem bastado.
____________________________
  “O presidente Michel Temer confirmou que a proposta de reforma da Previdência feita pelo governo será de 40 anos de tempo de contribuição para aposentadoria com salário integral.

  De acordo com a nova regra, explicada pelo Presidente, o trabalhador poderia se aposentar com 25 anos de contribuição, recebendo 70% do salário.
  A partir daí, haveria um aumento progressivo do valor da aposentadoria para cada ano trabalhado.
  Nos cinco anos seguintes, 1,5% a mais e, a partir dos 31 anos de contribuição, o trabalhador teria um aumento de 2% no valor da aposentadoria.”
[Agencia Brasil]
__________________________                                  

  O que vai acontecer é que daqui 8 ou 10 anos teremos que fazer outra reforma, mas Temer e equipe estão fazendo a parte deles, é o que dá para o momento.


3 – Aposentadoria dos Políticos.

________________________________
  “William Robson como fica a aposentadoria dos senadores vereadores deputados como vai ser nivelada?”
[Comentarista no Face]
________________________________

“O governo federal incluiu políticos na reforma da Previdência.
  PELA PROPOSTA, OS TITULARES DE MANDATO VÃO SEGUIR AS MESMAS REGRAS DO REGIME GERAL DA PREVIDÊNCIA SOCIAL, com idade mínima de 65 anos e 25 anos de contribuição.”


  Essa matéria é de Dezembro de 2016.
  A equipe do Governo quer as mesmas regras para todos, eu quero as mesmas regras para todos, mas vivemos em uma democracia.
  Michel Temer, Henrique Meirelles, Ministros ... não tem como impor as regras, é preciso negociar com todo o Congresso

  Eu votei no Carlos Sampaio como Deputado federal, ele é da minha região.
  Participo do Face dele, exponho a minha opinião, faço a minha pressão.
  Cada eleitor deve fazer o mesmo com o político no qual votou.

  Se não votou em ninguém ou concorda com os privilégios dos políticos ... é um direito democrático seu.

  Mesmo que você tenha anulado o voto ou votado em alguém que não conseguiu se eleger ... o deputado que se elegeu na região onde você mora representa a sua região ... não apenas quem votou nele.
  Você tem todo direito democrático de inquirir seu representante no Congresso, faça isso.


  Entenda que é vontade do Governo Temer ter as mesmas regras para todos; políticos e todas categorias de servidores públicos (municipais, estaduais, federais)
  Mas ele não tem como fazer isso arbitrariamente, sem o apoio da população e de nossos representantes no Congresso.

  Cada um tem que fazer a parte que lhe cabe.

  “Não se iludam, vocês trabalhadores comuns são reféns de nós trabalhadores diferenciados do serviço público.”

  Diante dessa constatação, como você trabalhador de “segunda categoria” deve agir?
  Vou me colocar no lugar de vocês...
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Temos que ser pragmáticos.

  É ingenuidade esperar que as pessoas atirem propositadamente no próprio pé.

  Os políticos que estão ai devem ter seus direitos adquiridos respeitados, devemos mudar as regras para os novos.

  Você trabalhador da iniciativa privada que tem 52 anos e 34 anos de contribuição.
  O ano que vem já pode se aposentar.
  Se você viver até os 75 receberá da previdência por 22 anos.

  Já vimos em cálculos anteriores que com 35 anos de contribuição você teria no máximo 4 anos de dinheiro a haver com a previdência.

  Mais uma vez:

  Em um salário de 2 mil reais o desconto é de 200 reais por mês.

  35 anos vezes 12 meses = 420 meses.

  420 meses vezes 200 reais = 84 mil reais
(No período de 35 anos você pagou a Previdência 84 mil reais)

  Ao se aposentar com salário integral recebendo 2 mil por mês ...

  2 mil vezes 12 meses = 24 mil
  (A Previdência vai te pagar 24 mil por ano)

  84 mil dividido por 24 mil = 3,5
(Isso significa que em 3 anos e meio a previdência já te devolveu tudo que pagou a ela em 35 anos)


  Ou seja se você se aposenta com 53 e vive até os 75, são 22 anos recebendo da previdência.
  Se pagou só por 4 anos, ainda restam 18 anos os quais você será bancado com recursos da sociedade, impostos e contribuição dos que estão na ativa.
  É uma conta que não fecha.

  Você que está prestes a se aposentar gostaria que a idade mínima fosse aumentada para 65 em uma regra geral para todos?

  Ao invés de se aposentar no ano que vem trabalharia mais 12 anos.
  Você daria esse tiro no próprio pé?
  Eu não!
 
  Porque espera que as pessoas com mandato eletivo façam isso!?

  Entendendo a necessidade das reformas pode ser incluído um “pedágio de transição”, mas de uma hora para outra alterar as regras e quem está perto de se aposentar que se exploda ... não me parece justo com nenhuma categoria de trabalhador “politico”, público ou privado.

  Fica claro que os políticos que estão exercendo o mandato devem ter seus direitos respeitados.

AS REGRAS DEVEM MUDAR PARA OS PRÓXIMOS ELEITOS.

  O mesmo processo de transição deve ser aplicado em todo funcionalismo público.

  Não precisamos de revolução, quebra-quebra, intervenção.

  Precisamos de EVOLUÇÃO, diálogo, bom senso.

▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  E o pós Governo Michel Temer?
_________________________________
“Em quem votar?
 Pelo jeito quem não está lista é Caiado mais ruralista e Bolsonaro mais militar.
  Em Ciro Gomes não voto.”
[Comentarista no G+]          
_________________________________

   Porque quer que alguém lhe diga em quem votar!?
   É adulta, alfabetizada, tem acesso as informações.

  Se vira companheira    😆

  Liberdade de escolha não vem sem RESPONSABILIDADE PELA ESCOLHA.


  Estão processando Lula e Bolsonaro por “campanha antecipada”
  Que besteira!
  Deixemos os caras se promoverem, debater ideias, se defender, atacar...

  POLÍTICA É ALGO MUITO IMPORTANTE PARA NOS OCUPARMOS DELA APENAS POR ALGUNS MESES.

  Sou a favor de Lula, Bolsonaro [quem quer que seja] se declararem candidatos a Presidente, desde já expor o que pretendem.

  Nos Estados Unidos é possível até candidato independente.
  Há uma disputa intensa e democrática pela indicação do partido.

  No Brasil é essa frescura, não pode nem fazer piada com político no período eleitoral!

  O Carnaval é preparado durante o ano inteiro.
  Carnaval é tão mais importante que política!?

  Até jogos amistosos da seleção de futebol são transmitidos.
  Futebol é mais importante que política?

  Quem quer ser Presidente, deputado, senador, governador ... que se declare e comece o processo de convencimento.
  Proibir o cidadão de manifestar interesse em concorrer a cargo eletivo é mais uma aberração cultural brasileira tornada lei.

Brasileiros ... CRESÇAM!



Anterior          COMENTAR        Próximo 

--------------------------

3 – APOSENTADORIA DOS POLÍTICOS.

________________________________
  “William Robson como fica a aposentadoria dos senadores vereadores deputados como vai ser nivelada?”
[Comentarista no Face]
________________________________

“O governo federal incluiu políticos na reforma da Previdência.
  PELA PROPOSTA, OS TITULARES DE MANDATO VÃO SEGUIR AS MESMAS REGRAS DO REGIME GERAL DA PREVIDÊNCIA SOCIAL, com idade mínima de 65 anos e 25 anos de contribuição.”
[Planalto Notícias]
 .

  Essa matéria é de Dezembro de 2016.
  A equipe do Governo quer as mesmas regras para todos, eu quero as mesmas regras para todos, mas vivemos em uma democracia.
  Michel Temer, Henrique Meirelles, Ministros ... não tem como impor as regras, é preciso negociar com todo o Congresso

  Eu votei no Carlos Sampaio como Deputado federal, ele é da minha região.
  Participo do Face dele, exponho a minha opinião, faço a minha pressão.
  Cada eleitor deve fazer o mesmo com o político no qual votou.

  Se não votou em ninguém ou concorda com os privilégios dos políticos ... é um direito democrático seu.

  Mesmo que você tenha anulado o voto ou votado em alguém que não conseguiu se eleger ... o deputado que se elegeu na região onde você mora representa a sua região ... não apenas quem votou nele.
  Você tem todo direito democrático de inquirir seu representante no Congresso, faça isso.


  Entenda que é vontade do Governo Temer ter as mesmas regras para todos; políticos e todas categorias de servidores públicos (municipais, estaduais, federais)
  Mas ele não tem como fazer isso arbitrariamente, sem o apoio da população e de nossos representantes no Congresso.

  Cada um tem que fazer a parte que lhe cabe.

  “NÃO SE ILUDAM, VOCÊS TRABALHADORES COMUNS SÃO REFÉNS DE NÓS TRABALHADORES DIFERENCIADOS DO SERVIÇO PÚBLICO.”

  Diante dessa constatação, como você trabalhador de “segunda categoria” deve agir?
  Vou me colocar no lugar de vocês...



#Politica





Postar um comentário