sábado, 5 de julho de 2014

Escravidão Moderna

“Existem mais de 27 milhões de pessoas escravizadas no mundo atualmente, mais que o dobro que em 1800.”  [G+]    
%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%%
  Esses números jogados assim ficam a serviço do sofisma/manipulação.

  Vamos a uma Filosofia Matemática:

 Em 1800 tínhamos 1 bilhão de habitantes.
 Em 2014 temos 7 Bilhões

 Segundo o comentário:

   Em 1800 tínhamos [arredondando] 13 milhões de escravos = 1,3% da população.

  Em 2014 temos 27 milhões = 0,38% da população

  Tome cuidado quando ler números “absolutos” sobre qualquer coisa.
  Pensando linearmente você vê que se em 1800 tínhamos 13 milhões de escravos e agora temos 27 milhões então fica “claro” que tudo piorou bastante.    
  Acontece que não é bem assim, a população cresceu 7 vezes em quantidade.
  Se mantivéssemos o mesmo grau de escravização de 1800 hoje teríamos cerca de 91 milhões de escravos.

  Entendam que a Revolução Industrial MELHOROU demais a nossa situação.
  Reduziu o índice de escravos em 3 vezes.
  Acabar com a escravidão é um problema CULTURAL e não do Capitalismo/Liberalismo.

  O Capitalismo precisa de consumidores.
  Escravos são consumidores de baixa qualidade, pouca potencialidade. Clique Aqui




            “Escravidão moderna é uma expressão genérica ou coletiva para aquelas relações de trabalho, particularmente na história moderna ou contemporânea, na qual pessoas são forçadas a exercer uma atividade contra sua vontade, sob a ameaça de indigência, detenção, violência e inclusive morte.
  Muitas dessas formas de trabalho podem ser acobertadas pela expressão trabalhos forçados, embora quase sempre impliquem o uso de violência.

  A escravidão moderna inclui todas as formas de escravidão (embora a servidão seja tecnicamente uma forma de escravidão moderna, o termo "servo" é usado geralmente apenas em relação a sociedades pré-modernas, sob sistemas políticos feudais).” Wikipédia    Clique Aqui


Anterior          <>        Próximo
Postar um comentário