terça-feira, 16 de julho de 2019

Joice Hasselmann Presidente?

  “Meu pai era ateu, minha mãe se converteu, só que meu pai a proibia de ir à igreja".
[Joice Hasselmann]

  Muitos de nós temos histórias tristes na infância, o principal problema do pai da Joice acredito que fosse o alcoolismo.
  Ela encontrou inspiração na religião para superar suas dificuldades, isso marcou sua vida.
  Ela é "evangélica demais", mas não a ponto de isso ser um defeito grave ... só de olhar pra ela vemos que não é aquela evangélica mais raiz. 😏 (radical).
  Eu também tive dificuldades na infância, tentei me inspirar na religião, mas só encontrei algum alento na filosofia.
 
  Porque Joice me despertou interesse especial?

 Votei no Bolsonaro, acredito que como a corrida eleitoral se desenrolou ele era o único capaz de derrotar Haddad.
 Por pouco mais de um mês cheguei a apoiar Geraldo Alckmin o considerava mais "equilibrado" para Presidência, mas sua principal ação era atacar Bolsonaro!
  Sobre as acusações de corrupção silenciava ... quem cala consente.

  Evidente que NÃO estou arrependido de ter votado em Bolsonaro.
  Minha aposta inclusive é que se a economia apresentar crescimento, mesmo que leve, Bolsonaro será reeleito.
  Mas sua falta de equilíbrio me incomoda bastante.
  Gostaria de alguém mais “sofisticado” no cargo máximo da nação.
  Não custa nada olhar outras possibilidades.

   A "Centro Direita" não pode se resumir a um candidato.

  Joice tem bom perfil para Presidência.
  É “quase” tudo que queremos.
  (Perfeição não existe)
  Alguém fora da "velha política", é seu primeiro mandato.
  Culta, inteligente, comunicativa.
  É alguém de direita por conhecimento, não modismo.

  Se nós da Centro Direita queremos mudar a cultura esquerdista no Brasil, precisamos de continuidade no poder.
  É preciso ficar de olho em lideranças que se destaquem e destaca-las ainda mais.
  Ano que vem tem eleição para vereadores e prefeitos.
  Comece a pesquisar nomes/indicações.
  Pessoas “ficha limpa” (honestas) e que se comprometam com o “equilíbrio fiscal” (nada de populismo).

  E ... sei que vai parecer superficialismo da minha parte, mas “gosto” de gente “elegante” no poder.
  Não tem a ver com beleza, esnobismo, “academicismo”...

  Talvez fique mais fácil de me fazer entender se der alguns exemplos.

  Prefiro ideologicamente Mauricio Macri que Cristina Kirchner, mas ambos são igualmente elegantes.
  Ninguém está livre de gafes, mas são dois tipos de pessoas “refinadas”.

  Obama é aquele cara que a moça pode levar a uma festa e dificilmente ele terá algum comportamento constrangedor.
  Trump ... é melhor a moça ir com carro próprio, qualquer coisa ela vai embora e nega ter chegado com ele 😄.

  Pessoas como Joice uniriam o útil (Centro Direita) ao agradável, elegância no poder.

  FHC no geral foi elegante na Presidência.
  Lula, sua eloquência compensava a falta de sofisticação.
  Dilma ... chutamos o balde.
  Bolsonaro ... chutamos o balde 2 😄 😄

  Enfim.

  “Nesse momento” sou Joice Hasselmann Presidente.

   Se não for em 2022 pode ser depois, é uma pessoa que devemos ficar de olho com boas expectativas.

  Venho escrevendo há algum tempo a necessidade dessas pessoas que criticam muito política e políticos tentarem se eleger e fazer diferente.
  Joice Hasselmann é dessa nova safra de brasileiros que estão arregaçando a manga e tentando fazer o que “acham correto”, não ficam mais apenas criticando, demonizando.
  Tentam fazer parte da solução e não ficar só apontando problemas.

  Viva nosso novo Brasilsilsilsil !

  





.