domingo, 30 de setembro de 2018

Urnas e Bolsonaro

  Não basta a eleição ser honesta tem que parecer honesta.

 “Bolsonaro conseguiu emplacar outro “retrocesso” durante a minirreforma política aprovada em 2015.
  Foi dele o artigo que previa a obrigatoriedade do voto impresso.
  Desde 1996 o Brasil utiliza predominantemente urnas eletrônicas.
  O Tribunal Superior Eleitoral chiou e disse que a adaptação do equipamento para que emitisse um comprovante impresso custaria aos cofres públicos mais de 1,8 bilhão de reais.
  Em época de crise econômica, o Tribunal determinou que nestas eleições apenas 5% dos dispositivos de votação tenham a impressora — aproximadamente 30.000 urnas.
   Mas, nesta segunda-feira, a PGR declarou que o artigo proposto por Bolsonaro e aprovado no Legislativo contraria a Constituição, e pediu que fosse declarado nulo.”

  Vamos analisar essa notícia.

   Já no começo lemos:

 “Bolsonaro conseguiu emplacar outro retrocesso”.

   Não resta dúvida que o jornalista já se posicionou contra o voto impresso.

 “Desde 1996 o Brasil utiliza predominantemente urnas eletrônicas”

  O Brasil é um dos poucos países que fazem isso, logo, esse fato não é garantia de nada.
  Nós estamos certos e a maioria do mundo está errada?
  Pode ser, mas não é uma “maravilha de argumento” me parece mais uma peculiaridade.

  “Comprovante impresso custaria aos cofres públicos mais de 1,8 bilhão de reais.”

  Compare com essa outra notícia.

 “A cúpula do Judiciário se mobiliza para conquistar junto ao governo federal um aumento de 12% para os servidores da área.
 O aumento, se concedido, custaria R$ 12 bilhões ao Tesouro Nacional.”
[Folha de São Paulo]

  Nosso judiciário dá como um dos motivos para não adotar o voto impresso o custo em tempos de crise.
  O mesmo judiciário que quer aumentar os custos em 12 Bilhões!!!!

 “determinou que nestas eleições apenas 5% dos dispositivos de votação tenham a impressora.”

  Mas já que o problema é a crise atual, foi proposto começar devagar, apenas 5% das urnas com voto impresso.
  A proposta é tão coerente que foi aceita e esse procedimento foi DETERMINADO.
  Porém, estranhamente, até o que havia sido determinado foi “desdeterminado”!!

  As alegações são de inconstitucionalidade e dificuldades técnicas.

1 -  Caraca, no impresso haveria apenas a identificação da urna e as opções do eleitor sem identifica-lo em momento algum.
  Em que isso fere a Constituição!?

2 -  Foi alegado maior demora na votação.
  É evidente, tem os segundos a mais para o eleitor depositar seu voto na urna física.
  Em nome da transparência é aceitável.

3 -  Foi alegado que seria um item a mais para dar problema mecânico, a impressora.
  Caraca mais uma vez!
  Esperamos, exigimos, que essa ocorrência seja exceção e não a regra.
  Se der esse tipo de problema o mesário faz um informe e desabilita a impressora.

4 – Foi alegado que deficientes visuais seriam prejudicados.
 (Sério, pode ler a matéria, é só clicar no link do El País)
  Cara#!*o
  Um deficiente visual que se desloca até o local de votação, aperta diversos botões na urna eletrônica ... não consegue dobrar esse impresso e colocar na urna física!!!
  Tá, ele não vai conseguir conferir o impresso, para esse eleitor em especifico o voto impresso será apenas um contra tempo a mais.
  Mas todos os outros eleitores com boa visão (que são a esmagadora maioria) vão auditar o bom funcionamento da urna, o deficiente terá uma garantia maior que o voto digitado corresponde ao impresso.

  Estão reclamando de Bolsonaro colocar em duvida a eleição caso ele não ganhe.
  Mas analisando essa sequencia de eventos ... quem não colocaria!?

  O resultado da eleição pode até ser honesto, mas não parecerá honesto.

  Por que nem os 5% de urnas com voto impresso serão permitidos!?

  Sabemos que as urnas eletronicas não são invioláveis, nenhum dispositivo eletrônico ou físico é.
  Sabemos que se for realizada uma fraude (sem nenhum comprovante físico) ela não tem como ser auditada.

  Em caso de alguma contestação quem vai decidir sobre a questão é o "nosso STF" que já se posicionou dizendo que o Brasil tem o sistema de votação mais evoluído e inviolável do mundo.😉

  Diante de tudo isso eu tenho uma sugestão.

  Você que vai votar no Bolsonaro anuncie isso ao mundo.

  Qualquer pesquisa que ocorrer diga Bolsonaro 17 sem hesitar.
  Se o resultado das eleições for muito diferente do resultado da "boca de urna" fica constatado que houve fraude.

  Essa ação simples pode desencorajar fraude nas eleições.

  É o que estou fazendo.
  Vou votar em Bolsonaro já no primeiro turno, quem sabe não tenhamos o segundo.





  Atenção: Se o resultado das eleições for  próximo do que dizem as pesquisas mais confiáveis, tudo bem, vamos aceitar a derrota democraticamente e a vida segue, mais triste e sem esperança, mas segue.

  Juízo e boa sorte a todos nós.




.

👨  “Como é que a gente sabe que o que digitamos é o mesmo número gravado no disco?”
[Comentarista no Face]
       
  Não sabemos, mas poderíamos ver o que foi impresso.
  Mesmo que alguém insira votos no sistema a quantidade de impressos vai denunciar a fraude.
  Uma conferência obrigatória seria a quantidade de votos na urna bater com o número de impressos.
  Auditorias com contagem de votos só se houver algum pedido judicial.


segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Ladrão de Merenda

😡 “Você só defende seu candidato Bolsonaro!”
[Comentarista no Face]    

  


 “Meu candidato” é Geraldo Alckmin, mas ele é ruim de debate.
  Seu nome está muito ligado a corrupção, poderia usar todo seu tempo de mídia para se defender das acusações, mas prefere fazer discursos vazios e atacar outros candidatos.

  Falar que vai melhorar saúde, educação e segurança é óbvio, discurso vazio padrão de qualquer candidato.

  Navegando na internet ou em conversas no cotidiano sempre que digo que vou votar em Geraldo a interjeição e a mesma.



  "Ladrão de merenda!"


  Será que Geraldo e o pessoal de marketing dele não vivem no mesmo país que eu?
  O Brasil em peso acredita que Geraldo é o cabeça da máfia da merenda e que só não foi preso por  algum favorecimento do judiciário.
  O que Geraldo faz a respeito dessa sensação generalizada do eleitorado?
  NADA.
  Parece que não é com ele.

  Pesquisei toda informação disponível sobre o caso, não encontrei indícios que Geraldo tenha participado do esquema.

  Se ele convencesse mais 10% do eleitorado de sua inocência as chances de ir para o segundo turno seriam grandes, depois a disputa é outra.

  Faltando tão pouco para as eleições acho que é tarde demais.

  VOU VOTAR NO GERALDO EM PRIMEIRO TURNO, quem sabe ocorra uma reviravolta na boca de urna, mas é difícil.

  Quem cala consente, se o eleitorado vê Geraldo como extremamente corrupto e ele não tem nada a dizer sobre isso... eu mesmo fico em dúvida sobre sua lisura.
  Se ele está envolvido em tanta falcatrua nem sei porque se candidatou, deixasse o Dória.

  Se não está ... ele e seus apoiadores deveriam defende-lo em todos os meios de comunicação, princialmente na Internet onde é possível com um simples link direcionar o eleitor para matérias "sérias" sobre o assunto.
  No entanto parece que sou eu sozinho a defende-lo.😟

  Qual eleitor "mais consciente" votaria em um candidato que desvia recursos da merenda escolar!?

  EU NÃO!

  O pessoal mais a esquerda não esta nem aí, vota em qualquer um que tenha projeto "marxista".
  Com o pessoal mais ao "centro ou direita" os critérios são mais rigorosos.

  Vide o caso Aécio que  naturalmente seria um nome bem cotado para Presidencia, mas depois de pego em grampo incriminador perdeu 99% de qualquer apoio.
  Talvez consiga se eleger Deputado Federal por Minas Gerais.
  Os mesmos mineiros que estão perto de eleger Dilma Senadora.
  Se Aécio manter sua imunidade parlamentar ... reclamem com os mineiros.

 Enfim, com Geraldo tão baixo nas intenções de voto, sou obrigado a ir para o plano B ... olsonaro.

 Marina e Ciro são esquerda demais.

 Não tenho nada contra a pessoa do Haddad, ele tem alguns problemas de caixa 2, porem esse é outro lugar comum entre os candidatos.
 Eu proponho anistia ao caixa 2, não acho eficiente uma caça as bruxas, prefiro arrumar daqui para frente.
  Minha rejeição não é a Haddad, mas a tudo que ele representa.
  Eleger Haddad é jogar a operação Lava Jato no lixo.
  Foram 13 anos de aparelhamento mafioso do Governo.
  PREFIRO ME ARRISCAR COM BOLSONARO ... há uma possibilidade de dar certo.
  Com o PT de volta ... não tem como dar certo.


    “É ilógico percorrer os mesmos caminhos e esperar chegar em lugares diferentes.”



  PT, PMDB, PSDB ... são partidos muito grandes, não dá para condenar todos os integrantes pela ação de um grupo ou indivíduo.
  Sérgio Cabral é do PMDB e está preso vamos condenar também o Pedro Simon por quê!?

  Recentemente um ex integrante do PSOL deu uma facada em Bolsonaro, vamos pedir o fim do PSOL!?

  Precisamos trazer mais para nossa CULTURA a “individualização da culpa”.

  Quem é responsável pelo desvio das merendas que seja punido.
  Todos são inocentes até prova ao contrário.




.