domingo, 30 de junho de 2013

Milagre I


  "A coincidência é a forma que o divino tem de realizar anonimamente um milagre."
 [Zé Gomes]

Arquivo: 22/01/2010

  Minha esposa por mais que procurasse não conseguia emprego registrado, trabalhava informalmente em uma micro empresa de costura, ganhava alguns centavos por peça costurada.
  Certo dia foi a um “padre vidente” famoso na região.
  Levou a carteira profissional e fez uma promessa, se ela arranjasse um bom emprego o primeiro mês de salário seria da igreja.
  Ela ressaltou ao padre: “Um BOM emprego!”😊
 “Coincidentemente”, naquele mesmo mês conseguiu o emprego que esta até hoje"[12 anos].
  Não é algo que eu vi na TV ou que o amigo do amigo me contou, não é um causo que um padre ou pastor narrou numa pregação.

  Comigo não funcionou, quando meu restaurante só me dava dor de cabeça eu até levei o padre vidente lá para benze-lo, paguei um belo almoço para o padre e ainda dei muitas ofertas a igreja.
 Mas não culpo o padre por nada, segundo a crença cristã milagres vem de Deus, o padre era só um instrumento, ele se esforçou, percebi sua dedicação e torcida pelo meu sucesso.

  Se Deus não quer te ajudar não adianta choro nem vela, nem se matar de trabalhar.
 Assim a Fé foi se esvaziando de mim.

 Ainda bem que com minha esposa Deus é mais bonzinho.
 De uma certa forma sou beneficiado por tabela, sou um "gigolô espiritual" da minha esposa. 😊

  Minha sugestão é que se você sente vontade ... vá a igreja,  se o "auxilio de espíritos" não ocorrer pelo menos você tentou.
  Se depender da minha torcida Deus será muito bonzinho com você, te encherá de bençãos.

  BOA SORTE!







.

Fé Racional

 “Só é inabalável a fé que pode enfrentar a razão face a face, em todas as épocas da Humanidade.”
[Allan Kardec]

  A Fé pode ser racional ... tanto quanto isso é possível para um sentimento.

  " é uma palavra que significa "confiança", "crença", "credibilidade".   
   A fé é um sentimento de total crença em algo ou alguém, ainda que não haja nenhum tipo de evidência que comprove a veracidade da proposição em causa."

   Para a Fé ser racional é importante o crente reconhecer o que é dogma.

  “DOGMA é um termo de origem grega que significa literalmente “o que se acredita é verdade”.
  Na antiguidade, o termo estava ligado ao que parecia ser uma crença ou convicção, um pensamento firme ou doutrina.
  Posteriormente passou a ter um fundamento religioso em que caracteriza cada um dos pontos fundamentais e indiscutíveis de uma crença religiosa.
   Pontos inquestionáveis, uma verdade absoluta que deve ser ensinada com autoridade.”

  Em resumo:

  Fé é acreditar fortemente, com convicção em uma proposição.
  Dogma é considerar essa proposição uma verdade absoluta e inquestionável.
  “O que se acredita é verdade”.

  A "Fé Dogmática" exige que não pensemos/questionemos ... fora de certos limites.
  Esse limite é estabelecido pela doutrina que seguimos.
  Fica mais fácil entender se eu exemplificar.

  Deus é bom.

  Se Deus é bom e coisas boas só podem vir através dele.

  Faz anos que eu não oro.
  Se infortúnios me acontecem algumas pessoas dizem que é porque me afastei de Deus.
  Se algo bom acontece comigo é porque elas oraram por mim...

  Percebem?

  Sem sombra de duvida qualquer coisa boa só pode vir de Deus.

  Mesmo quando uma coisa ruim acontece é transformada em boa ... se você for crente.
  Uma filha minha adoece é porque não frequento a igreja se a filha do que vai a igreja adoece é uma provação, o Senhor providenciará a cura.
  Tudo, absolutamente tudo que acontecer com o crente é para seu bem, porque Deus é bom.

  A Fé é antes de tudo um SENTIMENTO e não escolhemos o que sentir.
  Escolhemos como agir diante do que sentimos.

  


  A Fé pode ser racional se reconhecermos os dogmas e RESPEITARMOS opiniões/crenças diferentes.

  O que você acredita é "a sua verdade", não uma verdade absoluta a qual todos devem se curvar.
  
  Desde que não queira impor "sua verdade" aos outros a vida segue em paz.

  Se milhares de pessoas vão a Aparecida e dizem que são abençoadas "acredito" que algo de bom acontece...

  Lembrei de um possível milagre do qual ainda não falei no Blog, será interessante deixar esse registro ... no próximo texto.





.

sábado, 29 de junho de 2013

O Teatro

 “Há leis naturais e imutáveis, sem dúvida, que Deus não pode anular segundo os caprichos de cada um.
  Mas daí a acreditar que todas as circunstâncias da vida estejam submetidas à fatalidade, a distância é grande.”
[Allan Kardec]

  Kardec nessa exposição esta admitindo a possibilidade de que muitas coisas ocorrem ao acaso ou pelo menos admitindo que podemos dar um outro curso ao que estava “determinado”.

  Muitos acreditam que a vida é como uma fita de cinema onde nada pode ser alterado, tudo já está determinado, eu teorizo que a vida deve se assemelhar mais ao teatro.

  Tem os atores principais (os escolhidos) e os figurantes (as criaturas).

  Embora tenha um enredo, a peça mostrada em um dia nunca é exatamente como a apresentada no dia anterior e na dinâmica dos acontecimentos um figurante pode ocupar um lugar de destaque enquanto um escolhido pode até perder seu posto de protagonista, problemas familiares, drogas, doenças…

 Na impossibilidade de saber o que é fatalidade e o que poderia ser mudado, como Livre Pensador prefiro duvidar das fatalidades o que não significa ignora-las.

  Suponhamos que a "peça da sua vida " esta se desenrolando na escola, supermercado, shopping ... e cruze no seu caminho (adentre ao teatro) um desses caras com arma em punho atirando aleatoriamente.
 Talvez esteja escrito em algum lugar que você morre nesse atentado, numa fita de cinema esse roteiro é imutável, mas no teatro você pode tentar escapar, até onde você sabe isso não esta no texto ... quero dizer que quando você acordou esperava por um dia rotineiro.
  No meu caso, se tiver alguma chance imobilizo ou mato o "bandido".
   

  
  Na vida tudo já esta determinado como no cinema ou é um teatro de proporção descomunal aberto ao improviso?
  
  Minha aposta é que tem um roteiro, mas que pode ser alterado de acordo com nossas ações/atitudes.

    Cada um tem sua história particular, mesmo o mais humilde dos figurantes é o protagonista da SUA PRÓPRIA HISTORIA.


  Se você gosta do papel de bandido ou vítima do bandido, eu ao acaso decidi ser o mocinho.
  Se o "Diretor" (deus/espíritos superiores) não gostarem da minha atuação que me tirem da peça.

    “O homem deve se resignar e suportar os males sem murmurar, se quer progredir.”
[Allan Kardec]


  Comigo não violão 😆
  Vai tocar essa musica para outros ouvidos.
  Até onde sei não pedi para estar aqui. 
  Enquanto estou na peça vou atuando e improvisando a meu favor, a hora que acabar acabou.
  Quando fecharem as cortinas, “façam a festa enquanto eu me retiro”, espero deixar para trás um mundo melhor, pelo menos por onde passei, esse não é o papel do mocinho? 
  Gosto desse papel.

  




.



sexta-feira, 28 de junho de 2013

Verdadeiro ou Falso

    “O homem deve se resignar e suportar os males sem murmurar, se quer progredir.”
[Kardec]


  ARQUIVO 9/FEV/2011

  Para um Livre Pensador esta é uma proposta indecente.
  Não pode haver progresso se eu aceitar tudo de mau que me aconteça, não podendo agir eu quero pelo menos poder falar sobre meu sofrimento.

  No cristianismo eu já nasci em pecado, o mal é minha herança, no espiritismo eu escolhi minhas provações então tenho que aceitar de bom grado todas as dificuldades que ocorrerem.

  Li uma matéria criticando Pedro Simon por requerer uma aposentadoria como Governador, estão o chamando de “falso moralista”.

  Francamente não sei por que só bandidos podem exercer direitos garantidos pela lei!!

  Ser bom e honesto é uma coisa ser bobo e otário é outra. 
  O povo elege tantos corruptos, Simon não esta desviando nada, esta exercendo um direito que a lei lhe garante, se não gostam da lei que a mudem, agora só porque eu sou honesto tenho “obrigação” de desistir de meus direitos!!!

  Se nosso povo fosse tão contra a corrupção e mordomias não elegeria tantos mensaleiros, Lula nunca teria conseguido o segundo mandato.
  Eu achava Artur Virgílio um político muito trabalhador e até onde sei honesto…não foi reeleito.
  Terroristas recebendo pensões milionárias, a UNE construindo uma sede de grande porte para ficar caladinha, MST invadindo propriedades, políticos semi analfabetos sendo eleitos, negociatas por todo lado e tudo com a benção do povo, porque Simon ou qualquer outro político honesto deve abrir mão de seus direitos? 
  Para dar um bom exemplo que nosso povo se recusa a seguir!?
  Eu consegui passar em um concurso publico e espero ter uma vida profissional mais tranqüila, só porque sou Capitalista devo ficar ralando na iniciativa privada quando no Brasil trabalhar para o Governo é que é a bola da vez?
  Tenho que me resignar com o mal sem nem ao menos reclamar ou tentar mudar minha situação?
  Tenham certeza que o Governo esta ganhando um excelente funcionário, faço questão de trabalhar com a mesma seriedade e honestidade que marcaram minha vida na iniciativa privada, afinal eu não fui eleito, passei em um concurso.
  Se dependesse de voto popular, a julgar pelo tipo de políticos que nosso povo elege, eu não teria a mínima chance.
  Não esperem que eu abra mão de nenhum de meus direitos, podem me chamar de falso moralista todos aqueles que forem “VERDADEIROS HIPÓCRITAS!”
  Se acham que o certo é sempre sermos tolerantes com os maus lhes dando privilégios que negamos aos bons, tudo bem, só não esperem minha resignação quanto a isto, não sou espirita e nem cristão, não ando por aí oferecendo a face direita depois de levar um tapa na esquerda.

  Tento ser um homem bom nunca me propus a ser otário.

  Como dizia meu amigo Confucio:


  “Pague o bem com o bem e o mal com a justiça!”






  “Não sendo possível fazer-se com que aquilo que é justo seja forte, faz-se com que o que é forte seja justo.”
[Blaise Pascal]

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Para Mulheres

  “Não existe mulheres frígidas; apenas mal esquentadas.”
 [Albertina Duarte Takiuti]

  Não existe homem broxa; apenas homem cujo bilau não endurece …😆

  Por vezes as frases "feministas" são engraçadas se meditarmos sobre elas.

  Eu defendo que tanto para homens quanto para mulheres o gosto por sexo varia muito.

  Frigidez ou anafrodisia é a falta de desejo sexual tanto em homens e mulheres. Frigidez deve ser diferenciada da anorgasmia, onde ocorre a falta do orgasmo, mas na qual há o desejo sexual.
  Na absoluta maioria dos casos, o desinteresse pelo sexo está ligado a fatores psicológicos ou sociais, sendo um dos mais frequentes determinantes a monotonia conjugal.
  Também a educação que se recebeu, a falta de diálogo entre os parceiros, as práticas sexuais pouco gratificantes e até a resistência em inovar acabam por minar o relacionamento e facilitam o desinteresse.
   O próprio facto de envelhecer e as dificuldades do cotidiano também podem interferir na satisfação sexual.”


  Não entendo a veneração ao sexo.

  Todo mundo tem que transar e adorar sexo pela vida toda, se não transa ou não liga tanto para sexo ... existe algo errado, a pessoa esta doente, precisa de um tratamento psiquiátrico ou físico!

  Na adolescência e por vezes mesmo na infância dá para perceber que a atração por sexo não é igual para todos.
  No caso das garotas é mais fácil perceber.
  Tem muitas que se mantem virgens por bastante tempo sem grande dificuldade outras desde novinhas já são um tanto "taradas", o pai e a mãe olham e sabem que irão ter problemas, possivelmente uma gravidez indesejada.
  Tenho certeza que qualquer um mesmo com pouca vivencia deve ter percebido isso.

  Com homens a analise é outra porque socialmente temos uma pressão maior para nos dispormos ao sexo.
  Na minha adolescência notei que eu e outros garotos eramos bastante "românticos", não é que não queríamos sexo, mas isso era tipo um "premio muito especial" depois de termos conquistado o "coração" da garota.
  Para outros não, já iam tentando direto os "finalmentes", eram bastante ousados.
  Mais tarde observei que os mais ousados "conquistavam mais corações" e me forcei uma transformação ... mas esse seria outro texto...

  Acredito que a pratica sexual cada vez mais liberal vai fazer com que os jovens de 18 anos ao chegarem aos 30 já estejam um tanto saturados de sexo e passarão a valorizar muito mais a companhia.

  Tem coisas que pensamos que gostamos porque fazemos parte de um grupo e no começo o "gosto do grupo" se confunde com o nosso.
   Exemplo:

  "Brasil o país do futebol".


  Quando era criança desde cedo ouvi falar de futebol e da Ponte Preta.
  Pai, tios, tias, acompanhavam jogos pelo radio.
  Minha tia Dina era louquinha pela "macaca".
 (Apelido da Ponte politicamente incorreto nos dias de hoje.)

  Ficar com o ouvido colado em radinho de pilha nunca aconteceu comigo, não lembro de ter acompanhado por mais de 5 minutos uma partida de futebol pelo radio.
  Na TV já vi varias partidas e por um tempo um dos meus programas favoritos eram aquelas mesas de debates sobre futebol.
  Me interessava essencialmente por São Paulo e Ponte Preta.

  O tempo foi passando, comecei achar aquilo tudo uma grande perda de tempo.
  Principalmente depois que a mudança de time ficou mais intensa entre os jogadores e clubes.
  Um jogador que você gostava que estava fazendo diferença na Ponte ou São Paulo de repente vai para o time rival.
  Times pequenos como a Ponte ficam ainda mais fragilizados, qualquer jogador que se destaque vai para outro clube até no meio do campeonato.
  Faz tempo que não ligo para futebol, não entendo a obsessão que tantos homens tem por esse esporte, já insinuaram até que sou afeminado, porque homem que é homem tem que torcer por um time, tem que saber de cor a classificação do campeonato.

  Sei lá, futebol não faz parte da minha vida a não ser em jogos que por algum motivo eu considere interessantes ... não me sinto "menos homem" por isso.
  Até porque conheço muitos gays que torcem por times, logo "masculinidade e futebol" tem pouco a ver.
  Há países que nosso futebol é praticado mais por mulheres.

  Tem coisas que pensamos que gostamos porque ainda não temos e imaginamos que são muito melhores do que realmente são.

  Quem não comprou algo que parecia muito legal na propaganda, mas depois se arrependeu?
  Lembrei que paguei caro por uma maquina de fazer pão, mas não facilitou a minha vida, comprar pão na padaria era mais rápido e fácil.

  Em outras vezes o produto realmente é bom, mas enjoamos de tudo por melhor que seja, o ultimo lançamento sempre nos parece melhor.

  Quando não tinha carro pensava que ao conseguir um, não pararia mais em casa, iria viver passeando nem que fosse só para ir até a Lagoa do Taquaral e ficar um pouco por lá. 
  Foi assim nos primeiros meses.
  Fico satisfeito de não depender de ônibus, mas continuo gostando de ficar em casa, faz alguns anos que não vou a lagoa.

  Sem mais preliminares (aquecimento 😊)... 

  É questinavel mulheres responsabilizarem o homem por sua falta de desejo ou até algum defeito de nascença em sua vagina.

  Assim como há pênis com dificuldades funcionais de nascença a mesma coisa pode ocorrer com o órgão sexual feminino, falta de lubrificação, insensibilidade no clitóris entre outras coisas.
  Sim, você pode ser frigida, se isso te incomoda busque tratamento antes de detonar seu parceiro.

  Se a falta de desejo sexual não te incomoda não se sinta doente por isso. 
  Se as pessoas acham natural um homem sentir desejo por outro homem, porque não sentir desejo sexual seria tão sobrenatural, tão anormal?!

  Na maioria dos homens o desejo sexual é variável, dependendo da fase nem pensamos muito nisto [poucos admitem], olhar aquela moça que passa de mini saia é quase automático, mas temos outros problemas na cabeça e nem chegamos a pensar em sexo, é como olhar um belo quadro em uma vitrine sem necessariamente ter vontade de leva-lo para casa.

  Nas mulheres observo que os “extremos” são ainda mais distantes.
  Um dia ela pode estar a ponto de bala se pudesse sairia com qualquer um, em outros dias sexo seria até uma chateação, é uma “obrigação” que ela cumpre com o parceiro.

  Esse assunto é muito complexo, daria para escrever um livro, já meditei sobre muitas coisas e sexo não poderia ficar de fora, se possível depois retorno ao assunto.

  Resumindo:

  Se você clicar no link da Wikipédia entenderá bem o que digo nessa meditação.
  O artigo sugere que você tem sempre que querer transar como na fase adolescente quando nosso corpo é inundado por hormônios que nos estimulam a procriação.
  Se isso não esta ocorrendo em sua vida ... esta doente.

  "Fisicamente" defendo que passada a fase dos hormônios é natural que o desejo sexual diminua.

  "Psicologicamente" na nossa juventude o sexo é como o nosso primeiro carro, nós temos aquela forte atração por algo que ainda não conhecemos, mas que todos falam maravilhas.
  Depois que passamos a conhecer/experimentar ... a maioria vai deixando o carro mais na garagem😊
  Sim, como tem humanos maniacos por carros, tem os maniacos por sexo e isso os acompanha a vida toda.

    O desejo sexual intenso durante toda a vida é característica de alguns indivíduos, não da humanidade toda como dogmatiza o "freudianismo".




  Para estender um pouco mais a fase de forte desejo sexual desenvolvemos alguns produtos, mas com o passar do tempo até eles deixam de ser novidade.

  "O pastor Daniel Lopes, da Assembleia de Deus de Rocha Miranda, encara com naturalidade a novidade, mas diz que ainda há limites. “Não vejo problema de casais casados comprarem artigos de sex shops, contanto que os dois concordem”, explica o pastor, casado há mais de 20 anos."






.

terça-feira, 25 de junho de 2013

Kardecismo e Provações


  “A criança nasce na família certa para cumprir sua missão de vida.
  A reencarnação é planejada.”

  


  No kardecismo é dito que escolhemos nossas provações antes de reencarnarmos.

 Tipo, você tem várias dívidas acumuladas escolhe qual pagará primeiro.
  Ou tem alguma característica a ser melhorada,escolhe como será  o aprimoramento.

  Quem aponta as matérias que eu fiquei em dependência (reprovei ) são espíritos superiores; as dividas a serem resgatadas também.

  Suponhamos que eu  tenha sido muito sovina (pão duro).
  Ao desencantar essa falha moral me é apresentada e algum mal que fiz a outro por conta disso terá que ser resgatado, quem sabe posso trabalhar com filantropia.

  Você tem alguma escolha, mas dentro das opções disponíveis.
  Se esta determinado que nascerá em família pobre de um país em guerra não adianta escolher nascer na Suíça em família classe média.

  

Se não há necessidade porque escolhem!?
Você quer nascer pobre ou sem dinheiro?
Pegadinha do Malandro😆



  O que acho de tudo isso?

  Nada de muito importante, já li tanta coisa, essa é só mais uma crença/teoria.
  Tudo depende de você acreditar em comunicação com espíritos e que esses seres estão realmente em uma posição de superioridade.

  Sou um homem sem fé que não aprecia especulações baseadas apenas em testemunhos (metafísicos ou não) sem fatos concretos.
  No entanto é meio automático em mim questionamentos lógicos e consequentes deduções.
  Veja um dos questionamentos lógicos que me surgiu ao analisar essa teoria.

    “Quase metade dos 55,7 milhões de abortos anuais feitos no mundo são inseguros.”
[Globo]

   Primeiro analiso a informação e deduzo que o numero apresentado é uma estimativa bastante subjetiva.
   Em países onde o aborto é legalizado e é feito esse tipo de contagem os números são um fato.
  Mas em países iguais o Brasil, como o numero de abortos é quantificado!?
  As mulheres abortam e informam a ONU!?
  As clinicas clandestinas e aborteiras tem uma associação que controla a atividade!?

  Notem que especulações subjetivas estão por toda parte e muitas vezes nos são apresentadas como a mais pura "verdade cientifica/matemática".
  

  De qualquer forma, mesmo que não tenhamos números precisos, sabemos que realmente o numero de abortos podem ser contados na casa dos milhões.
  Muitas mulheres depois de algum tempo admitem que abortaram, é algo que não vejo razão para mentirem.

  Nessa meditação chegamos a dedução que os "espíritos superiores do céu Kardecista" falham bastante em seu planejamento.
  Ou planejam o aborto também!?

  "Decifra-me ou te devoro!"

    “Antigamente ficava desconfortável com a ideia de inferno, agora até a ideia de céu me assusta.”
 [William Robson]





.

Zahra Bahrami

    “Zahra Bahrami, de 45 anos, foi enforcada no último dia 29 após ser condenada por tráfico de drogas.” 
[O Globo]

ARQUIVO 7/Fev/2011


   “Que sorte para os ditadores que os homens não pensem.”
[Hitler]


   Hitler varias vezes mostrou claramente o que pensava, Lula varias vezes mostrou claramente o que pensava. Infelizmente para os dois, muitos homens ainda são livres pensadores.
  Lula confia no governo Iraniano e tem muitas reservas contra o governo Italiano.
  Para o Lula, em Cuba e Irã a justiça acontece, nos EUA e Itália a justiça tem que ficar sobre observação constante.
  Para os petistas a mídia privada, nacional ou internacional, é um mal a ser combatido, apenas a imprensa oficial é confiável. 
  Então tudo que for publicado tem que ser aceito pelo Governo como não acontece na Itália ou EUA e acontece em Cuba ou Irã.
  Não é de se estranhar que tenha perdido tanto apoio internacional das DEMOCRACIAS.

  Lula nunca conseguiu disfarçar seu gosto pelas ditaduras, nunca conseguiu disfarçar seu apego ao poder, claramente quer um Estado Senhor de tudo e calar qualquer um que questione seu poder, alguém lembrou de Chávez?








sábado, 22 de junho de 2013

Textões

 “Toda propaganda tem que ser popular e acomodar-se à compreensão do menos inteligente dentre aqueles que pretende atingir.”
[Adolf Hitler]


   Tento simplificar meus textos o máximo possível.

  Acostumado a ler bastante desde cedo, não me importava com a linguagem rebuscada dos livros de filosofia.
  Entretanto notei o mesmo padrão nos livros religiosos e de economia.
  Não há uma preocupação em tornar a ideia ou fato mais compreensível ao "menos inteligente".

  Quando pessoas por algum motivo se interessam por um assunto, não entender o que esta ESCRITO as torna mais propensas a buscar o que FALAM sobre ele.
   
  Se hoje com a maioria alfabetizada é assim, imagine no passado quando o analfabetismo imperava.

 ORATÓRIA é a arte de falar em público de forma estruturada e deliberada, com a intenção de informar, influenciar, ou entreter os ouvintes.
  Na Grécia Antiga a oratória era estudada como componente da retórica.
  RETÓRICA é a técnica de uso da linguagem para se expressar bem e ser persuasivo.”

  O individuo obviamente se interessa em saber se há vida após a morte, vai ler o "livro sagrado" e não entende nada, o padre passa a ser seu interprete, quanto mais "bonito" for o discurso do padre, mais parece com a pura verdade.
 (Nada contra padres, foi só um exemplo fácil)

   Dizem que Sócrates era contra a retórica, no meu entendimento ele era contra o sofisma.

    “A questão principal do discurso e do conhecimento não é a persuasão, um orador não deve ter o propósito de persuadir, isto é, de conseguir a concordância de todos, o seu único propósito deve ser a verdade.”

  Sofismar é dar “aparência” de verdade a um argumento.
  Porem se esmiuçarmos esse argumento observamos que ele não corresponde a uma realidade observável.

  Mas sem boa capacidade de leitura é difícil esmiuçar argumentos.
  O individuo lê e não entende nada.
  O discurso quando bem feito tem apelo emocional muito grande, o individuo sai comovido do culto, palestra, apresentação e a ultima coisa que pensa é "esmiuçar" o que foi dito.

  Hitler fazia seus discursos, repetia "suas verdades", ameaçava quem se atrevesse a contesta-lo e assim "mentiras" ou "teorias questionáveis" foram se fixando como a "verdade da maioria".

  Hitler, Karl Marx, Lenin ... e tantos outros devem ter sido bons oradores, se comunicavam bem com a galera.

   Não sou bom orador, não me sinto a vontade falando em publico.
  Não consigo me ver gravando videos no YouTube.
  Escrevo de maneira despojada, facilitando ao máximo o entendimento, mas fico em desvantagem evidente sobre bons oradores.

  Falar e ouvir a grande maioria da população consegue e pratica bastante.

  "Ler e escrever" é bem menos usual ... deixa eu explicar melhor.

  A não ser que sua profissão exija é pouco provável que no dia a dia você passe mais tempo escrevendo que falando.
  No meu emprego escrevo pouco e falo bastante.
  No meu dia a dia escrevo bastante devido a esse meu passatempo de filosofar, não fosse isso escreveria bem pouco.

  Ler a maioria lê, mas há um diferenciamento no que tange a interpretar textos.
  No Brasil há estatísticas apontando que 27% da população é de analfabetos funcionais, só entendem frases curtas e se o exposição estiver bem clara.
  "Feche a porta", "Não pise na grama", "Entrada só para funcionários"... 

  Um texto como esse ... chamam de "textão" e não passam do titulo.

  Há um outro tipo que pode fazer parte do grupo de analfabetos funcionais ou não e que a meu ver é ainda maior, alcança uns 50% de "brasileiros".
  (Não sei como é em outros países).


  O individuo simplesmente não tem o habito/costume de ler.

  Ele pode até ser bem alfabetizado, ter facilidade para compreender textos pequenos ou grandes, mas prefere falar/ouvir que escrever/ler.
  Tem uma placa escrito "Saída".
  "Letras" não atraem a atenção, passam despercebidas para o cidadão.
  Se ele olhasse para placa, leria com facilidade e entenderia a solicitação, mas por algum motivo, não tem o habito de ler informações ao seu redor, prefere a informação oral.
  Não preciso dizer que esse habito é socialmente bastante ineficiente.
  Uma placa deveria ser suficiente para organizar o ambiente, passar informações relevantes, mas no Brasil precisa de uma pessoa (funcionário) falando...😡

  Se você não tem o habito de ler informações no ambiente ... comece a fazer isso, ensine seus filhos ... um "Brasil melhor" surge dessas pequenas mudanças culturais.

  


  Fechando essa meditação...

  Já fui muito criticado por escrever dessa maneira despojada, evitando palavras pouco conhecidas e "brincando" com "assuntos sérios".

🙎“Para quem diz ter lido tantos clássicos seu jeito de escrever beira o ridículo.”

  Já me acostumei a escrever assim, não acho que é tarde para mudar, mas eu NÃO QUERO MUDAR.
  Gosto de escrever de modo simples de forma que qualquer um possa entender a ideia mesmo que não concorde com ela.

  Observei que muitas pessoas não leem os “clássicos” por não entenderem nada do que está escrito e não por desprezarem a Filosofia.
  Vez ou outra encontro conhecidos que me dizem: “Só sei que nada sei.”
  É legal perceber que eles sabem quem disse isso e conhecem toda a profundidade filosófica da frase.

  Outro coisa que me dá esperança é o contado de nossas crianças desde cedo com as redes sociais.
  A linguagem escrita esta se equiparando a falada.
  Não é difícil encontrar pessoas que passam mais tempo digitando/escrevendo que falando.
  Minha teoria é que as "letras" naturalmente chamarão mais a atenção das pessoas.
  Boa parte dos brasileiros vai continuar a não se interessar por textões, mas se ler e seguir informações simples no ambiente ... já será um grande avanço...

  Meus textões são uma coleção de informações simples e deduções lógicas.
  Se o cidadão entende o básico/simples fica mais fácil apresentar-lhe questões complexas.

  "Ser ou não ser, eis a questão".

  




.

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Aflição

   “Gosto de viver.
   Algumas vezes me sinto muito, desesperadamente, loucamente miserável, atormentada pela aflição, mas mesmo diante disso tudo eu compreendo que estar viva é uma coisa grandiosa.”
 [Agatha Christie]

   Ainda não desenvolvi esse gosto pela vida, talvez porque me falte trabalhar no que gosto, coisa que Agatha Christie conseguiu e teve um estrondoso sucesso.
  Mas tenho minha família,colegas, saúde, fartura, um emprego tolerável… a vida atualmente me é agradável.
  Esse depoimento de Christie só reforça  o que já entendi faz tempo.

  Há um enorme  “vazio existencial” em cada um de nós.

  Não tenho qualquer ilusão que algo possa me deixar em "plenitude", feliz por muito tempo. 
  Nem dinheiro, nem amor, nem religião, nem lógica, nem sucesso profissional… o tédio, tormento ou aflição sempre vem, é o abismo dentro de nós.

  Quando estou "loucamente miserável, atormentado pela aflição", escrevo mais um texto, durmo um pouco, leio outro tanto, como alguma coisa gostosa ... vou me enchendo de pequenos prazeres ou afazeres até que a aflição passe.

  A maioria de nós diante do vazio quer soluções mágicas, quer agredir o próximo fisicamente ou com palavras, quer esquecer o vazio com drogas ou outro vicio qualquer.
  Quando o efeito da atitude transloucada passa o vazio esta lá, maior e mais forte, aí xingamos mais, ofendemos mais, bebemos mais, nos perdemos mais…

  Estar vivo realmente é uma experiência fascinante, mas como diz o velho ditado:

  "Rapadura é doce mas não é mole não."😊

  Vejo pessoas buscando persistente mente a felicidade e nessa busca sacrificam bons momentos e a serenidade.

  Se endividam demais em busca de um bem material que lhes possa trazer a tão desejada plenitude.

  Se humilham demais em busca do amor de alguem que lhes possa trazer a tão desejada plenitude.

  Trabalham demais em busca de uma realização profissional que lhes possa trazer a tão desejada plenitude.

  Se o desespero e aflição estão predominando em sua vida ... talvez seja hora de encarar o abismo.

  "Felicidade" (Plenitude duradoura) NÃO EXISTE.

  O vazio existencial nasceu com você e irá te enterrar.
  Foi assim com Nietzsche, Hitler, Sócrates, Einstein, Agatha Christie ... "José da Silva".
  Não importa quantos enigmas decifre, inexoravelmente será devorado. 
  E o que virá depois? 
  Pode ser tudo, inclusive o nada.
  
  O vazio enquanto formos humanos vai sempre existir.

  O vazio só não pode ficar maior que a VIDA, quando isso acontecer já é hora da morte acontecer.

  Não morra antes que a vida termine…pra que pressa, como ter certeza que há uma luz no fim do túnel?
  O que nos garante que aquela luz não é um trem vindo para cima de nós…

VIVA ENQUANTO É TEMPO.