domingo, 26 de maio de 2019

FMI

👨 “Como é possível gastar mais do que se ganha?
      Como eu não encontrei a resposta, hoje eu acredito que existem alienígenas lá fora.”
[Comentarista  Face]         
      
  Tudo é uma questão de confiança.
  (Análise de crédito).

  Se eu ganho mil reais e quero comprar algo de 3 mil com certa urgência.
 (Ou por ansiedade)
  COMPRO DINHEIRO.

  Dos mil reais posso gastar com prestações 300 reais.
  Vou ao Banco e peço para o gerente me vender 3 mil reais, me comprometo a pagar por 10 meses 300 reais.
  Acontece que manter um Banco é caro, para sobreviver a Empresa precisa ter algum lucro no produto que vende.
  O gerente te vende 3 mil reais por 300 reais.
  Então a proposta do Banco passa a ser:
  11 parcelas de 300 reais + a inflação do período.

  Como pode observar é uma negociação simples.
  Então, nesse mês de Maio mesmo ganhando mil reais você vai adquirir um produto de 3 mil.
  Vai gastar muito mais do que ganha comprometendo GANHOS FUTUROS.

💣 Se o Banco tem informações que você vai morrer em 3 meses, não confia em fazer esse empréstimo que só seria quitado em 11 meses.
  (Por isso idosos tem maior dificuldade para conseguir financiamentos de longo prazo)

💣 Se acabou de perder o emprego, não tem ganhos futuros para comprometer, não passa na análise de crédito.

💣 Se tem outras dividas em outras instituições e o Banco sabe que você não tem os 300 reais disponíveis todo mês, é aconselhável que negue o credito, o calote é quase certo.

  No caso de Países ... eles são eternos enquanto durar esse planeta.
  E se o planeta explodir os Bancos vão junto.
  Os Bancos vão emprestando para os Governos enquanto confiam que vão receber.
  Quando os Bancos “comuns” já não confiam mais, ainda resta os FMIs da vida.

  “Os países contribuem com dinheiro para o fundo através de um sistema de quotas a partir das quais os membros com desequilíbrios de pagamento podem pedir fundos.”

  Perceba que o FMI é uma grande cooperativa, se acontecer um calote ele “socializa” os prejuízos.
  Evidente que os países que estão colocando dinheiro nesse fundo (e que também tem suas dívidas) não querem jogar dinheiro fora em uma “venezuela”.

  O FMI é diferente de um Lehman Brothers que tem que ressarcir “do próprio bolso” os investidores em caso de calote.

  Japão e Estados Unidos conseguiram se endividar tanto porque há uma confiança que as parcelas continuarão a serem pagas.

  Mas é evidente a urgência do controle de gastos por parte de todos os povos da Terra.
  Depois vão falar que o “capitalismo” nos levou a um cataclismo econômico.
  Quando o que vejo é apenas irresponsabilidade fiscal, simplesmente ignoramos de propósito MATEMÁTICA BÁSICA.

  Não adianta querer colocar a culpa nos políticos, nós votamos em pessoas que gastam mais do que arrecadam e qualquer um que queira fazer os cortes necessários é tido como “inimigo do povo”.

  Estudem matemática, coloquem em pratica na sua vida e na hora do voto.

  “A Matemática não mente.
    Mente quem faz mau uso dela.”
     [Albert Einstein]

   





.