segunda-feira, 15 de abril de 2013

Marximamente Feliz

   “Não me observo um trabalhador explorado, escravo ou expropriado como os comunistas gostam de dizer.”

  Todos nós em algum momento somos patrões.
  Pense em um pedreiro que vai a sua casa construir, sei lá, uma escada com 5 degraus.
  Você esta contratando um trabalho, vai pagar quanto?  
  Qualquer quantia que o pedreiro pedir?

  Vamos dizer que o pedreiro ache que seu trabalho (mão de obra) custe 1000 reais.
  Você esperava pagar uns 300 reais por este serviço.
  Se você é um “bom comunista” deve pagar os 1000 reais sem discutir.
  Não é isso que ocorre nos países comunistas?
  Todos os trabalhadores ganham o que acham que merecem, é a lei da mais valia…



  Os números de Cuba, divulgados pelo seu próprio governo, comprovam: socialismo é pobreza
   Itens que para nós são triviais, para os cubanos são artigos de luxo.


  Vamos supor que você é um “capetalista” , esse ser execrável igual eu.

 “Quequéisso Senhor Pedro!
  É só uma escada com 5 degraus, até 500 reais eu pago, mais que isso não tem condição.”

  Estou tentando expropriar o Senhor Pedro em 500 reais ou estou fazendo uma NEGOCIAÇÃO?

  Se eu precisar muito da escada e só o Senhor Pedro sabe como faze-la então terei que pagar o quanto ele pedir ou desistir de faze-la.
  Se encontro o pedreiro Miguel que não faz uma escada tão boa, mas cobra os 500 reais que eu tenho condição de pagar isso passa a ser um opção.
  Se encontro o pedreiro Stuart que faz uma escada tão boa quanto a do Pedro e me cobra 200 reais devo recusar, pois não seria “justo”!?

  [Como o MERCADO é complexo poderíamos pensar em inúmeras situações, mas paremos por aqui.]

  Se você conseguiu observar que no Capitalismo os salários e os lucros são regidos pela OFERTA E PROCURA em infinitas possibilidades de NEGOCIAÇÃO, já é um bom começo.
  Se você acredita que os salários devem ser o que as pessoas querem ganhar ... pode me mostrar em qual país socialista isso acontece ou esta perto de acontecer?






👨 “Aquela teoria de que a mais valia é o lucro no processo de distribuição é muito, mas muito complicado de explicar para minha sobrinha de apenas 17 anos, é o tipo da coisa que deveria ser dado no último ano da faculdade e não no primeiro”
 [Frank Hosaka no Face]
▬▬▬▬▬▬▬
  Pelo contrário, é fácil entender que Marx estava errado.
  É melhor que sua sobrinha não se intoxique com nossas faculdades comunistas.
  Mande um e-mail para ela com a seguinte historinha:

  Amada sobrinha, você trabalha, se dedica, se esforça para ganhar uns trocados, consegue com muita luta comprar um terreno.
  Você tem VONTADE de construir uma casa, cumpre toda burocracia, paga todas as taxas e impostos, inclusive os embutidos nos materiais de construção.
  O Manoel precisa de dinheiro, sabe assentar tijolos, você o contrata e paga de acordo com o acertado.
  Da mesma forma paga o auxiliar, o engenheiro, o arquiteto, o pintor, o marceneiro ...
  Todo esse pessoal esta ali para ganhar capital (dinheiro), eles estão VENDENDO sua força de trabalho , assim como você faz na empresa que trabalha.
   Quem esta construindo a casa é sua VONTADE, se não fosse a sua vontade, disponibilidade de tempo, planejamento e CAPITAL a casa simplesmente não seria construída.
  Agora imagine querida sobrinha.
  Depois que a casa esta pronta o Manoel quer invadir a propriedade porque foi ele que assentou os tijolos e isso para ele é o que tem MAIS VALIA.

  Querida sobrinha se discorda de Marx, titio fica muito feliz, se concorda com Marx vá morar em algum país "socialista/comunista" e seja "marximamente feliz".






.