segunda-feira, 3 de junho de 2013

Pitágoras

“O universo é uma harmonia de contrários.”
[Pitágoras]

   Pitágoras nasceu 570 anos antes de Cristo. 
  Obviamente naquele tempo detínhamos bem menos conhecimento do que temos hoje, por isso sou bem menos rigoroso com esses meus amigos mortos há tanto tempo e mais rigoroso com os do “Iluminismo” para cá. 
  Se Marx tivesse proferido suas idéias em 300 a.C eu o acharia melhorzinho, mas como proferiu em 1800 d.C...sou mais rigoroso com sua filosofia.

  A palavra Matemática (Mathematike, em grego) surgiu com Pitágoras, que foi o primeiro a concebê-la como um sistema de pensamento, fulcrado em provas dedutivas.

  “A vida é como uma sala de espetáculos: entra-se, vê-se e sai-se.”

“A sabedoria plena e completa pertence aos deuses, mas os homens podem desejá-la ou amá-la tornando-se filósofos.”

 “Anima-te por teres de suportar as injustiças; a verdadeira desgraça consiste em cometê-las.”

  [Pitágoras]

  Em um post no Face foi perguntado porque a maioria dos filósofos são ateus.
  Perguntei de onde veio essa "desinformação".
  A grande maioria dos filósofos de "peso" da humanidade são espiritualistas ou agnósticos. 

    “ESPIRITUALISMO é uma denominação comum a várias doutrinas filosóficas e/ou religiosas, tem como fundamento básico a afirmação da existência do espírito (ou alma) como elemento primordial da realidade, bem como sua autonomia, independência e primazia sobre a matéria.
  É o contrário de materialismo, que só admite a existência da matéria.
  O termo espiritualismo, atualmente, é utilizado para denominar uma variedade enorme de religiões, sistemas filosóficos, doutrinas, crenças e seitas.
  Cada qual apresentando características próprias e regras particulares.   
  Possuindo, em comum, o fato da crença na preponderância do mundo espiritual sobre o mundo material.”
[Wikipédia]

  A essa boa definição dada na Wikipédia eu acrescento uma particularidade da “minha posição filosófica”.
  Esse detalhe é importante para entenderem meus textos.
  Você não precisa concordar com meu posicionamento só precisa entender.

  EU WILLIAM SÓ ADMITO A EXISTÊNCIA DA MATÉRIA.

  Para eu tudo é matéria nas mais diferentes formas, algumas formas ainda não conhecemos, nossos sentidos e instrumentos não conseguem identificar.
  Exemplo:
  Vamos hipoteticamente dizer que “fantasmas existem”.
  Oras, se existem são formados por alguma coisa.
  Essa coisa é um estado da matéria, não algo “mágico”. 

  Voltando ao amigo Pitágoras...

  Nunca sabemos ao certo o que é lenda ou fato ocorrido, mas possivelmente ele viajou pelo Oriente e como eu percebeu a conotação maior do yin/yang o qual descreveu como “HARMONIA DOS CONTRÁRIOS”. 
  
  Nos é passado que os pensadores antigos eram "obrigados" a ser espiritualistas.
  Considero uma visão muito ingênua do passado.
  Você acha mesmo que com todo sofrimento que havia ninguém questionava a existência de "deuses justos"? Ou mesmo a existência de espiritos?

  Na época que Pitágoras viveu poderia se declarar ateu sem "péssimas" consequências.  
  Os gregos eram abertos a debates filosóficos de todo tipo, nenhum assunto era proibido.
  Um comentarista sugeriu que Sócrates foi morto por questionar a existência de deuses, foi morto por ser ateu...
  Sou grande conhecedor da biografia de Sócrates.
  Da biografia "reconhecida", que chegou até nossos dias ... dizer que Sócrates foi ateu NÃO tem cabimento.
  Sócrates criticava o "excesso de deuses".
  Sócrates foi uma espécie de precursor do "monoteísmo".
  (Claro que estou exagerando para me fazer entender)
  Quem conhece a historia do julgamento de Sócrates sabe que não era pretendida sua morte.
  Ele receberia uma repreensão publica ou encarceramento breve.
  Socrates praticamente optou por morrer naquele momento ... mas esse já seria outro texto...

    O importante nessa meditação é perceber que Pitágoras e tantos outros poderiam se declarar ateus, defender essa "escola de pensamento".
  Sócrates estava disposto até a morrer por suas ideias, por que não se declarar ateu!?

   Na época que eu vivo posso me declarar ateu e ser até admirado por isso, mas Pitágoras era espiritualista e eu sou espiritualista.

  A “filosofia matemática” de Pitágoras não conseguia tirar espíritos da equação.
  Depois de milhares de anos, com todo conhecimento acumulado, eu com minha “filosofia matemática” não consigo tirar espíritos da equação.

  Sócrates nasceu uns 100 anos depois de Pitágoras, falar contra a religião já não era tão fácil, mas Sócrates estava disposto a morrer então o que o impediria de se declarar ateu se fosse esta realidade que tivesse OBSERVADO?

  Minhas homenagem a estes dois grandes livres pensadores, eles percebiam as INTERFERÊNCIAS, eu também ás percebo.

  Friedrich Nietzsche e Karl Marx são festejados “pensadores modernos ateus”, simpatizo com muitas idéias de Nietzsche com as de Marx tenho sérias divergências.

  Sempre me senti muito antigo então deixa eu me alinhar com os velhinhos Sócrates e Pitágoras 😊

  O ateísmo é uma daquelas "escolas de pensamento" que claramente não deram certo.

  Pitágoras e Sócrates, pensadores espetaculares, enorme prazer em conhece-los…