quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Abraão mente sobre Sara

  Irã executa mulher ex-amante de jogador de futebol.

  “Presa há nove anos, a iraniana tinha sido condenada pelo assassinato, a facadas, de Laleh Saharkhizan, mulher de Naser Mohammadkhani, estrela do futebol que alcançou fama nos anos 80 e 90
  Shala Jahed foi enforcada no pátio da prisão de Evin.

  Jahed era considerada uma “mulher temporária” do jogador.
 Autorizado pela lei iraniana, um casamento temporário pode durar de alguns dias a alguns anos, desde que o marido arque com as despesas da mulher.
  A união pode, em seguida, ser anulada ou renovada.
  Críticos do regime qualificam o casamento temporário como uma forma de “prostituição legalizada”.
  No Irã, homens podem ter até quatro mulheres permanentes e quantas temporárias desejarem.
  Já as mulheres podem se casar apenas com um homem.” 

▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
  Não vou falar sobre o crime, não tenho dados suficientes para opinar sobre o assunto.
  Claro que a mulher pode ter assassinado a esposa do jogador, também é claro que pode ter sido usada como bode expiatório.

  O que me chama atenção é observar que “com jeitinho” a moral é bem flexível no campo religioso, haja visto os inúmeros escândalos com padres pedófilos.

  Na Bíblia tem uma ocasião que Abraão mente para todos que não é casado com Sara para que o Faraó pudesse corteja-la!!!
  Seus defensores dizem que Abraão fez isso para salvar a própria vida, mas Deus não era com ele!?
  Ele não era um homem de incrível Fé?
  Porque Deus não o protegeria do Faraó?

  Bizarro mesmo foi o “Deus Bíblico” punir o Faraó por ter sido enganado por Abraão.

  Muitos ainda não entendem porque eu falo que existe os “escolhidos” e as “criaturas”.
  [Que bom que isso fosse só uma risível aberração bíblica.]

  Os escolhidos podem muito, até ter sua “imoralidade” legalizada, já as criaturas pecam até em pensamento.

Não questione, não pense, seja um religioso alegre, satisfeito com sua crença.

  Para eu é muito tarde, fui tragado pelo abismo, me descobri criatura há muito tempo.
 Já que estou ferrado me permito o LIVRE PENSAMENTO ... questiono, penso, nenhum dogma me satisfaz.



▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
 Gênesis 12:9-20

   “Desceu Abrão ao Egito, para peregrinar ali, porquanto a fome era grande na terra.
  Chegando no Egito, disse a Sara, sua mulher:

 - Bem sei que és mulher formosa à vista; quando os egípcios te virem, e saberem que sou seu esposo me matarão, e a ti te guardarão em vida.
  Diga que és minha irmã, para que me vá bem por tua causa, e que viva a minha alma por amor de ti.

  E aconteceu que, entrando Abrão no Egito, viram os egípcios a mulher, que era mui formosa.
  E viram-na os príncipes de Faraó, e gabaram-na diante de Faraó; e foi a mulher tomada para a casa de Faraó.

   O Faraó fez bem a Abrão por amor a Sara a qual pensava ser irmã dele; deu ovelhas, vacas, jumentos, servos e servas, jumentas e camelos.

 Deus porém, encheu a casa do Faraó com grandes pragas, por ter tomado como esposa Sara, mulher de Abrão.

 O Faraó chama Abraão e diz:

 -Que é isto que me fizeste?
 Por que não me disseste que ela era tua mulher?
  Por que disseste que era sua irmã?
  Por isso a tomei por minha mulher; agora, pois, eis aqui tua mulher; toma-a e vai-te.

  O Faraó deu ordens seus homens para escolta-los; proteger Sara, Abraão e tudo o que tinham ganho.”
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬

  Sara e Abraão aplicaram no Faraó um “171” nervoso, tudo com a mais total benção do Deus Bíblico ...
 Não questione, não pense, seja um religioso alegre, satisfeito com sua crença, seu livro sagrado.

  Para eu já é tarde, muito tarde...



anterior                       <>                                próximo

3 comentários:

Daniel disse...

Sem mais delongas.
Eu não sou religioso para te fazer nenhum tipo de pergunta, mas naquele tempo de fervorosas orações .. e se tivesse dado certo que você visse a INTERFERÊNCIA de deus agindo em seu favor, e você estivesse em melhores condições hoje, como acha que seria a sua vida? Estaria contribuindo com mais instituições religiosas e iria ajudar aos cordeirinhos missionários?

William Robson disse...


“Eu não sou religioso para te fazer nenhum tipo de pergunta, mas naquele tempo de fervorosas orações .. e se tivesse dado certo que você visse a INTERFERÊNCIA de deus agindo em seu favor, e você estivesse em melhores condições hoje, como acha que seria a sua vida? Estaria contribuindo com mais instituições religiosas e iria ajudar aos cordeirinhos missionários?” [Daniel]
ºººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººººº
Escrevi um texto sobre isso, mas não consigo localizar.
Se eu não conseguir localizar escrevo outro texto sobre isso, é algo muito complexo para um simples comentário.

Eu era uma pessoa muito caridosa, mas é evidente que não me anulava.
Quero dizer que não tirava da minha boca ou de minha família para dar para os outros, mas na medida do possível ajudava.
Não vou falar das caridades que eu fiz porque a lista é grande e pareceria que eu estou me santificando ou vangloriando.

A verdade é que eu tinha uma enorme Fé da proteção divina e nunca pensei que minhas doações me fizessem falta um dia.

Hoje, embora eu sinta vontade de ajudar mais as pessoas não me sinto confortável para fazer isso, tenho que “me preocupar com o futuro” ao menos enquanto estiver nessa vida, e se existe uma outra ...não sei.

Sim, se eu fosse um Escolhido minha vida seria muito diferente.
Se eu tivesse o Dom de curar pessoas eu iria fazer isso.
Se eu tivesse o Dom da riqueza iria ser um ótimo patrão, ajudar muitas pessoas.
Se eu tivesse o Dom de uma enorme fortuna com certeza manteria alguma Fundação de ajuda aos necessitados.
Tudo isso de conformidade com o Capitalismo e a Democracia.

Talvez fizesse parte de alguma religião, mas sem fanatismo.
Por exemplo: Eu freqüentei por anos o Kardecismo, mais por sua Filosofia da Caridade e pelas orações, mas mesmo a caridade pregada pelo Kardecismo é “instintiva” algo que eu acho pouco eficiente, por vezes provoca mais mal do que bem...

Como me descobri Criatura acho que a Fé é desnecessária em minha vida, mas quando eu a tinha ela era RACIONAL sem extremismo.
Nunca acreditei que um honesto cidadão muçulmano irá para o inferno por ter nascido em uma outra cultura, isso seria FANATISMO.

Daniel disse...

Sim eu entendi perfeitamente o que quis dizer, só não quando você fala dom, isto não é comprovado cientificamente. Mas também nem a ciência tem respostas para todas as coisa. Temos que nos acautelar sobre este e muitos outros assuntos que não estão sob o nosso domínio, e não estão por questão de tempo unicamente.
Mas é realmente fanatismo que se pensasse isso como você disse ai. E ridículo é como os religiosos apenas oram e pregam para eles mesmos diariamente ameaçando a todos com o vermelho fogo do inferno.
É merda e tudo isso é uma grandessíssima merda.