domingo, 15 de dezembro de 2013

Danilo Gentili



   “O Metrô decidiu alterar novamente o local da nova estação que ficará entre os bairros de Higienópolis e Pacaembu, na região central de São Paulo.
 Os moradores de Higienópolis pressionaram para evitar construção na avenida Angélica.”
  Folha – 13/05/2011

 “Entendo os velhos de Higienópolis temerem o metrô.
  A última vez que eles chegaram perto de um vagão foram parar em Auschwitz”.

😄  😄  😄

  (Auschwitz foi um campo de concentração nazista onde judeus foram mortos na câmara de gás, eram transportados por trem.)


   “Fazer troça da Filosofia já é filosofar”, dizia o amigo Pascal.

  Achei engraçadinha a tirada do Danilo.
  Para quem "não tá ligado".
  Em Higienópolis moram muitos judeus e "parece" que eles desaprovam uma estação naquele bairro porque traria uma "movimentação" indesejada.

  Danilo foi tão criticado por esse chiste que deletou a postagem.
  Porque retirou a piada?
  Ele não me parece o tipo de pessoa que tenha se arrependido da chacota que fez.
  Minha aposta é que pessoas poderosas não devem ter gostado da piada, foi melhor retira-la para não prejudicar futuros contratos de trabalho.
  Eu também não prejudicaria meu futuro profissional ou financeiro por conta de uma piada, não seria lógico/inteligente/pratico.
  Como sou um fracassado profissionalmente e não vislumbro perspectiva de sucesso não tenho grande coisa a perder, paradoxalmente posso me dar ao “luxo” de dizer o que o Danilo não pode.

  Até quando não poderemos fazer piadas com o Holocausto!?

  Até quando teremos que manter essa ferida aberta sem permitir a cicatrização?

  Se fosse o Rafinha Bastos (ele é judeu) que tivesse feito a piada, "talvez", seria considerado inteligente, espirituoso.
  Como a piada foi feita por um não judeu… virou ofensa!

  O Holocausto ocorreu há mais de 60 anos, será que já não passou da hora dessa ferida cicatrizar a ponto de ao menos podermos fazer piada?
  Eu acharia de péssimo gosto fazer uma piada com a chacina de Realengo, tudo é muito recente, a ferida está NATURALMENTE aberta, mas a vida segue em frente seria um tanto patético demolir a escola, por exemplo.

  Muita coisa que escrevo nesse blog rindo já doeu demais em mim; o que devo fazer ficar eternamente revivendo a dor!?
  Sei o que sofri e não quero reviver, saber que o sofrimento passou me faz sorrir, até fazer troça.
  Já elogiei muitas vezes o povo Judeu, mas dessa vez daria um ponto negativo para todos aqueles que se sentiram diretamente atacados por Danilo.
  Agora temos que considerar os Judeus como um povo melhor que todos os outros, pois se dissermos qualquer coisa que eles possam se sentir ofendidos estaremos sendo racistas?
   Não sei de nenhum brasileiro que tenha ao menos sido soldado em um campo de concentração nazista, mesmo na Alemanha essas pessoas já estão se tornando peça rara.

   Traçando um paralelo para perceberem como esse plano de pensamento é abrangente...

  Tudo fica muito estranho na minha mente porque se eu fizer piada chamando uma loira de burra, tudo bem.
  Se na mesmíssima piada eu colocar uma negra daí a casa cai, a piada já passa a ser ofensa, crime inafiançável, pior até se eu bater na loira.

  Esse excesso do politicamente correto estão cada vez mais com “Ares” de cerceamento da liberdade de expressão, algo muito “comunista” para um “liberal” igual eu.
  
  Sabe o que aconteceu quando a mulata engoliu uma mosca?
  Ficou com um Q.I. maior no estômago que na cabeça…
  😄  😄  😄
  
  Não achou graça?
  Entendo.
  Se fosse uma loira tudo bem, mas como é mulata virou racismo...

  Substitua por uma loira ou português e ria, enquanto isso eu…choro.

  “LIBERDADE, LIBERDADE, ABRA AS ASAS SOBRE NÓS!”
 



.

Nenhum comentário: